Acessos em Êxtase !

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Meu Cunhado Safado.





Olá pessoal eu sou a Marcela tenho 27 anos e sou casada. Eu sou uma morena clara, cabelos castanhos e lisos bem compridos quase chega até a minha bunda, olhos castanhas, e com uns seios durinhos com os bicos bem salientes que sempre chama atenção dos homens.
Minha bunda é bem empinada e adoro rebolar. Como meu marido mesmo diz sou uma verdadeira potranca.
Como meu marido ficou desempregado não terminamos de construir nossa casa moramos em uma pequena casa nos fundos da casa da sogra. Meu marido tem um irmão este irmão voltou recentemente de São Paulo para morar uns tempos aqui no Nordeste.
O nome do meu cunhado é Diogo. De uns dias para cá comecei a perceber seu jeito de me olhar.
Ele e um homem moreno forte não muito bonito mais têm seu charme, o que mais me atraiu nele foi um dia conversando com minha sogra que é muito liberal. Ela comentou que tem até pena das mulheres que seu filho arruma, eu como uma inocente não percebi o jeito malicioso que minha sogra falou perguntei por que pena ele é violento com as mulheres.
Minha sogra riu e falou Oh Marcela deixa de ser boba falei pena como forma pejorativa, mas quis dizer que tenho pena, pois ele é bem dotado e parece que a mulher que ele arranja não agüenta a ferramenta dele, pois puxou ao pai dele seu sogro meu finado marido.
Tinha dias que eu pensava que ia morrer empalada, pois parecia um cavalo para fuder.
Aí a partir deste dia toda vez que eu e meu marido estávamos transando eu imaginava o pau de meu cunhado, sempre me pego imaginando o pau do meu cunhado como deve ser gostoso. E toda vez isto me dava um tesão imaginando ele todo dentro de mim eu dando pro meu marido pensando no irmão dele eu gozava muito. Até meu marido comentou que eu estava muito safadinha. Coitado sem nem imaginar o por que.
Assim minha sogra viajou e pediu para eu ficar na casa dela, pois assim fazia comida para meu cunhado também como a grana estava curta eu topei de boa pelo menos comia e bebia de graça.
No segundo dia que estava na casa da sogra eu acordei de madrugada para poder ir ao banheiro com só durmo de calçinha e soutien, levantei e fui assim mesmo mais quando eu saí do banheiro vejo meu cunhado na sala sentado, ele olha pra mim e eu fico toda sem graça afinal estava quase nua.
Foi aí que percebi e vi o jeito que ele olhava pra meu corpo todo, disfarçou, mas continuava olhando é claro. Mas mesmo assim ele pareceu que gostou do que olhava, pois de imediato percebi uma pequena ereção. E toda sem graça pedi desculpas pois havia esquecido que não estava em minha casa.
Ele disse que não se importou, pois só viu coisa boa. Fiquei sem graça pedi desculpas e voltei ao meu quarto,fiquei com tanto tesão que acordei o marido e fodemos bem gostoso na madrugada.Mas só que eu pensava no meu cunhado.Adormeci e sonhei  com meu cunhado.No sonho eu estava dormindo no sofá ele chega e bota cacete para fora e me pede para mamar,depois de mamar bem gostoso ele me bota de 4 no braço do sofá e mete bem gostoso  sua anaconda linda e tesa. Debati-me na cama aí meu marido perguntou se eu estava me sentindo bem. Acordei com corpo todo suado ai me dei conta que foi apenas um sonho e voltei a dormi.
No dia seguinte já pela manha eu percebi que meu cunhado me olhava diferente com certo interesse no olhar mais bem disfarçadamente ficou feliz com aquilo. Logo meu cunhado e meu marido tomaram café e foi trabalhar, meu marido trabalha mais distante meu cunhado e mais próximo então eu iria ficar só em casa. Ambos retornavam a noite.
Comecei a fazer o serviço da casa ouvindo musica vestida apenas com um short e um top bem curto afinal estava fazendo calor e eu estaria em casa sozinha.
Eram aproximadamente umas 10 horas nós estava saindo do banheiro quando dou de cara com meu cunhado eu achei estranho, mas nada falei.
Ai me deu bom dia e foi tomar banho, percebi que ele deixou a porta aberta ai ficou louco de vontade de ir dá uma olhada, mas com medo de ser pega no flagra eu não fui fiquei ali na sala de bobeira limpando a poeira.
Ai eu ouvi ele me gritar perguntei o que era ele respondeu me pedindo a toalha, pois eu havia lavado o banheiro e tirei todas as toalhas que estavam em uso.
-E claro que teria que levar, peguei uma toalha e fui com coração na mão, mas morrendo de excitação imaginando como o encontraria dentro do banheiro.
Pois é pessoal ele estava embaixo do chuveiro de costas, mas quando eu falei aqui a toalha ele virou-se bruscamente eu o vi pelado do jeito como nasceu e como eu desejava vê-lo.
Seu pau enorme cabeçudo com um saco grande, eu me imaginei logo como deveria ser gostoso chupar aquele pau delicioso, ver aquela cena fez minha xoxota ficar latejando de excitação me virei bruscamente para não olhar para ele e já ia saindo foi aí que meu cunhado se antecipou segurou em meu braço e falou: não gostou do que viu minha cunhada?
-Não é o caso de gostar ou não Diogo o caso é o que a visão me provoca em meu corpo!
-Não gosta de olhar e não fazer nada?
-Ou quer provar e tem medo? Se for medo não precisa temer sou bem cuidadoso e carinhoso, ainda segurando em meu braço começou a me direcionar a abaixar.
Eu fiquei como se tivesse hipnotizado.
-Poxa cunhada você não sabe como eu te desejo desde que cheguei. Você e meu irmão fodem e geme alto eu morro de tesão é cada punheta que bato,mas hoje seus gemidos serão sós meus!
-Vem tomar banho comigo cunhadinha gostosa.
-Caracas eu nem respondi nada ele começou a tirar meu top e short. Ligou chuveiro e começamos a nos agarrar.
Ele me esfregava-me encochava com seu pau latejando.
Nossa que coisa eu não coloquei nenhuma dificuldade, ele falava coisas no meu ouvido me beijava com muito carinho aí depois de ambos tomados banhos me colocou de costas com as mãos apoiadas na parede e se abaixou caiu de boca na minha xoxota. Que delicia parecia que ia me derreter o cara sabia dá um trato legal na xoxota, eu me estremecia a cada linguada não dispensava nada, enfiava a língua no meu rabito que me deixava louco ai estremeci meu corpo e gozei ele como louco me chupou sugando cada gota.
Ai me esperou um pouco até me recompor levantou e me ofereceu seu pau.
Delicia abocanhei sem cerimônia.
Ele falava agora chupa gostoso meu pau minha cunhadinha safada, ai que boquinha deliciosa,, chupa safada para compensar as punhetas que já bati na tua intenção.
Eu adorando o jeito que ele falava, eu ajoelhada lhe chupando ele me acariciava o corpo com suas mãos enormes.
Eu nunca tinha feito uma chupeta tão gostosa, passava língua ao redor da cabeça do pau ai descia lambendo até os culhões, depois voltava lambendo tudo e enfiava o pau na boca que estava vibrando só não dava para enfiar todo, mas eu me esforçava o máximo na chupeta o pau era enorme mesmo eu chegava a engasgar.
Mas fazia de tudo para chupar o máximo que podia, ele delirava falava coisas dizia que ia me dá leitinho e eu não parava de chupar até que percebi seu pau engrossar mais, não parei de chupar ele segurou em minha cabeça botou minhas mãos para cima segurando com firmeza e deliberadamente socava fudendo literalmente minha boca como se tivesse fudendo uma xoxota, eu gemia ele mais alto ainda ai em poucos minutos ele soltou um jato de porra que foi dentro da minha garganta.
Seu gemido foi alto ai ele socava e segurava minha boca que não tinha jeito de não beber aquele delicioso e farto leite, isto é se eu quisesse é claro.
Ai começou a escorrer pelos cantos da boca que foi parar entre os seios. Limpei o pau todo sem deixar desperdiçar nem uma gota ,ele delirava falava que eu era do jeito que ele sempre imaginou ai terminada a limpeza o pau ainda teso ele me colocou apoiada na parede e falou agora cunhadinha você vai sentir o que é foder de verdade.
 Diogo (cunhado) começou a meter seu pau enorme na minha bucetinha meladinha parecia que ia me rasgar comecei a gemer falando que estava doendo, eu não estava acostumada com um cacete tão grosso e grande, ai ele riu falou calma safadinha foi só a cabeça que entrou, ai ele parou uns segundos apenas e logo recomeçou a meter.
Eu comecei a rebolar pedindo mais pau ai meu cunhado segurou minha cintura afastou um pouco tirando um pouco do cacete de dentro e socou todo de vez.
Caracas eu vi estrelas o cabra tinha cacete grande demais. Mas já que estava dentro só tinha que aproveitar.
-Soca cunhado gostoso, me fode seu filho da puta eu falava entre delírios e tapas na bunda. Uma safadeza completa ai ele perguntou se eu evitava concordei com sinal de cabeça ele sem cerimônia socava e dedilhava meu grelo quando ele começou a soltar jatos de porra dentro da minha bucetinha eu gozei em seus dedos.
Ficamos atracados alguns minutos depois terminamos o banho e saímos para o quarto dele.
Meu cunhado parecia um touro quando chegamos ao quarto me botou de quatro no meio da cama e vieram com tudo, alguns momentos me chupava gostoso ai dava aquela sensação de letargia, passava o ardor logo ele recomeçava a me foder gostoso fizemos todas as posições possíveis algumas eu nem conhecia, mas eu curtia o momento estava sendo objeto dele não era obrigada fazia porque queria e sou safada mesmo se é para trair que seja uma traição bem feita.
Teve um momento que ele ficou deitado me puxou pra ir por cima dele, Caracas eu fui, comecei a quicar em seu pau, minha buceta ardia doía, mas eu nem ligava o prazer que sentia era maior ainda.
Aí ele gozou comigo empalada eu seu pau. Caracas o esperma escorria pelo seu cacete fazendo uma meleira danada.
Ai descansamos fui tomar banho e preparar o almoço assim que almoçamos meu cunhado me chamou para ir ao quarto de novo.
Foi crucial e maravilhoso momento quando meu cunhado e eu fizemos um papai e mamãe eu nunca tinha percebido como era gostoso fuder naquela posição.
A tarde ia chegando ao final sai do quarto do meu cunhado andando torto de tanto fuder.
Ai vocês ficam curioso em querer saber não fizeram anal?
Fizemos sim só volto para contar depois porque foi preciso uma preparação total de corpo e mente.
Agora se passaram dois meses da minha primeira traição que não foi a ultima, pois continuo com meu cunhado ele é meu amante e agora estamos com dia determinados para nossa safadeza acontecer comecei fazer um curso de informática que na verdade são duas vezes na semana, mas para meu marido são três e um dia nós sou toda do meu cunhado assim ficamos a tarde inteira no motel.
Sem deixar de fazer as rapidinhas ou na casa da sogra ou ele vai até minha casa e damos uma bem gostosa para aliviar a excitação que sentimos um pelo outro.
Pense em um macho gostoso, pois é assim meu cunhado e amante. Meu marido anda me dando uns chifres com uma colega de trabalho eu nem estou ligando com a fartura de cacete que estou tendo o dele só me faz cócegas.
Pode me chamar de safada, pois eu sou mesmo.

Docecomomel Contista
Feira de Santana ,15 de junho de 2017.

Feira de Santana: Bahia.

2 comentários:

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)