.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Safada Ou Santinha??




Olá, como já me apresentei, me chamo Alice, 24 anos safada, moro em Macaé, 1,70 de altura, 63 kg.
Lembrando que todos os meus contos são metade verídicos e um pouco apimentados para da maior excitação.
Desde a minha separação do primeiro casamento, me tornei uma verdadeira devassa, e com o passar do tempo, virei uma verdadeira puta.
Bem um colega meu da faculdade me disse que tinha algo importante a falar comigo no termino da aula. Eu a principio não entendi muito do que se tratava, pois eu nunca fui muito amiga dele, mas curiosa aguardei saber do que se tratava. Este colega era considerado o mais bonito da turma, só tinha um defeito era noivo, mas como não sou ciumenta nada a ver com o rolo dele. Já estava perto de ir embora quando recebo uma mensagem daquele rapaz lindo e bombeado que distribuía charme por onde passava.
 Sem frescura sentia tesão só de imaginar o que ele queria comigo. Na hora que a aula terminou fiquei na saída principal da faculdade até que ouço uma voz me chamando.
Fui a sua direção e nos cumprimentamos com dois beijinhos e ele me perguntou se poderia conversar comigo em um barzinho na mesma rua da faculdade.
Concordei com um tudo bem, mas estava louca para saber do que tratava.
Logo fomos ate seu carro e saímos pelo portão da faculdade. Nome dele é Roni, claro que é apelido, achei pouco nome para muito macho, fomos ate um barzinho pedimos uma cerveja e começamos a conversar entre surpresa no meio da conversa eu atenta apenas sorria e balançava a cabeça.
Caracas o cara mais bonito da faculdade queria ajuda para fingir que era sua noiva, pois seus pais chegariam do interior e achava inadmissível ele não está casado ainda apesar de só ter 30 anos.
E assim Roni disse que seriam sós dois dias, que ele tinha namorada, mas achava cedo apresentar aos pais sem ter certeza dos sentimentos de ambos.
Assim eu concordei foi que ele disse um valor que me pagaria.
Eu disse a Roni que faria o favor a ele, mas tinha uma condição!
Poxa Alice que condição é esta?
Que só fingiria este teatro sem pagamento e que apenas um jantar seria mais do que suficiente como pagamento.
Roni ficou feliz e com um ímpeto de alegria me abraçou.
-Ufa sentir seu abraço foi algo muito prazeroso seus braços fortes me amparavam com carinho. Mas também abalou a estrutura do poderoso machão, pois ele ficou excitado percebia-se o grande volume em sua calça jeans apertada.
Surtei de excitação, pois digo com toda sinceridade não posso negar o que eu senti... E ele também pois percebi como ele ficou um pouco desconcertado e tímido quando o seu volume tocou   em mim.
Hum esse teatrinho não vai acabar bem foi o que pensei. Foi assim que ele disse que teríamos que nos conhecer melhor, caso seus pais que são da moda antiga comecem indagar precisávamos bater as informações.
Ai começamos a trocar ideias a cada momento eu me encantava mais com ele. Ficamos bem íntimos e Roni me levou até a minha casa. Ofereci um cafezinho, ele disse que já era tarde iria incomodar meus pais.
-Falei Roni acabei de dizer a você que moro sozinha!
-Ah Alice é mesmo desculpe sou lerdo mesmo!
Entramos em minha casa que era bem pequena só tinha mesmo quarto sala mini cozinha e um banheiro. Mas tudo arrumado e organizado.
Ele ficou olhando umas fotos minhas, elogiou me achando bonita.
Agradeci sorrindo. Foi quando eu perguntei se ele não tinha fotos dele, ele disse que tinha fotos no celular, pedi para ver, mas ele disse que eram improprias.
-Porque você esta feio assim nas fotos?
-Não Alice é que são fotos que eu mando de nudez.
Ahh entendo quer dizer que você também gosta de enviar nudez?
Sim as garotas que fazem parte do meu circulo virtual enviam suas eu também retribuo afinal sou solteiro e nada impedi de curtira azaração com as gatas.
Tudo bem Roni não precisa se explicar eu compreendo, mas me envia uma ai você tem meu numero de zap?
-Tenho sim vou enviar, mas não se chateie viu?
-Tudo bem o problema é eu gostar e querer ver ao vivo!
-Ah Alice ai não vejo porque não mostrar!
Despedimos-nos após Roni tomar seu cafezinho, fui tomar banho e fiquei pensando um pouco desconfiada será que Roni é gay e não quer que seus pais saibam! Eu já o vi com muitas moças, mas namorando não!
Enquanto tomava meu banho me deliciava com a visão maravilhosa em minha mente de seu cacete duro encostado a mim.
-Acho que vou ter que provoca-lo foi o que pensei impossível resistir, antes de acabar o banho vejo sinal de mensagem no celular.
Eu me enrolo na toalha pego meu celular e vou para a cama terminar de me vestir. Quando abro a mensagem dou uma bela de uma risada, pois o que havia recebido era um nudez do Roni ele em pé com o cacete de fora bem digamos em ponto de ataque.
Deliciosa visão respondi com sinais de palmas ele de volta enviou sorrisos. Em alguns minutos já estávamos conversando. Ate que a conversa foi por caminhos que induziam a uma cantada me deixei levar na conversa de Roni, mas eu bem sabia como e onde poderia terminar esta conversa. Ficamos mais de meia hora conversando pelo aplicativo Watts app foi quando eu falei que já ia dormi. Ele respondeu que se estivesse ao meu lado a ultima coisa que me deixaria fazer seria dormi.
Sorri e perguntei tem certeza disto?
Ele perguntou se eu pagaria para ver?
Claro que sim!
Então ele disse que viria até a minha casa eu concordei que viesse, mas sem pressa de voltar!
Roni sorriu e falou okay gata me espere quente que estou fervendo e vou sem pressa de voltar sim.
-Hum eu estou esperando, não demorou muito Roni chegou veio rápido mesmo era pouco tarde o transito estava tranquilo. Abri a porta Roni entrou me agarrando e com beijo na boca não me deixou falar mais nada. Ficamos parecendo que éramos íntimos há muito tempo.
Em instantes fomos para o sofá Roni me fez fica sentada e já foi baixando a calça e tirando a camisa, colocou seu membro viril para fora sem tirar a cueca e no mesmo instante eu segurei seu cacete que estava teso e comecei a chupar. Mas que cacete maravilhoso, branco , da  cabeça roseada, 21cm aproximadamente, cheio de veias,  eu mamava como se fosse um picolé delicioso.
De repente, ele segura em minha cabeça e começou a forçar para entrar o cacete todo chegando até a minha garganta. Eu adorei seu jeito másculo de dizer o que queria e como queria foi ai que eu recomecei a mamar com mais gosto e tesão, abri bem suas pernas e chupei com afinco as suas bolas, e Roni gemia baixinho  me falando palavras gostosas que me incentivavam a chupar mais gostoso ainda.
Mamei Roni com tanto gosto como nunca tinha feito com outro. Foi assim que ele já prestes a gozar colocou a camisinha, e vendo seu membro ali na minha frente embalado como se fosse um presente eu delirei de excitação.
O desejo e o tesão de estarmos ali juntos aumentavam a cada minuto. Em pouco tempo eu nem conseguir perceber como foi que aconteceu em instantes estava eu cavalgando em seu cacete que entrava todo deixando só as bolas de fora que se encostavam a minha bunda. Parava um pouco e ficava rebolando, Roni De repente se levanta e começa a me comer de quatro e sentia cada centímetro daquele cacete em mim, e ele socava, mas socava muito. Mudamos de posição, onde ele me encostou-se A e na parede e meteu em pé me empurrando com força contra a parede com sua estocada viril, eu me sentindo nas nuvens com aquele touro gostoso, me fudendo como se fosse uma puta.
Até que ele começa a acelerar as estocadas e avisa que vai gozar... Logo sinto despejar bastante leite que enche a camisinha demorou pouco com respiração ofegante e eu como uma boa safada tirou camisinha e limpei seu cacete deixando todo limpinho,
Ele se levanta, me dá um beijo demorado de tirar o fôlego e sai indo até banheiro. E eu fiquei feliz, satisfeita e fui tomar um banho demorado sentindo toda retranca que meu corpo recebeu daquele macho tesudo.
Se vocês acham que paramos enganaram-se porque logo voltamos ativa e Roni me proporcionou uma noite de muito sexo e safadeza gozamos como nunca em nossas vidas.
Para encurtar a estória fui apresentada a seus pais como namorada e agora somos mesmo Roni praticamente mora em minha casa não posso mais reclamar de falta de sexo.
 Porque o Roni parece um touro quer puder todo dia e eu também é claro.

Docecomomel(hgata)
Feira de Santana, 23 de setembro.
Bahia Brasil.


Um comentário:

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts