.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

terça-feira, 28 de julho de 2015

Minha iniciação em sexo anal .







Olá eu sou Camila tenho 19 anos sou estudante do 3º ano do segundo grau.
Atualmente estou sem namorado, mais sou apaixonada por um colega que estuda na mesma sala de aula que eu.
Só que ele não me enxerga, pois namora outra moça de outra sala.
Fico só observando os dois nos intervalos de aula e morro de ciúmes, mas tenho certeza que ele será meu.
Esta semana a professora de Biologia dividiu a turma sala em duplas para fazer um trabalho valendo nota da unidade. Para minha sorte Carlos  ficou de dupla comigo.É claro que fiquei  muito feliz por ter coincidido ficar em dupla com este colega que eu gosto.
Assim na 6ª feira de tarde eu fui até a casa deste colega que vou dá o nome de Carlos.
Só que ele não me disse que estaria em casa só com a empregada, pois seus pais estão viajando.
Tudo bem assim que cheguei à empregada abriu a porta e me levou até uma sala muito bonita e aconchegante.
Logo começamos a fazer o trabalho pesquisando e reduzindo o tamanho da pesquisa para dá um toque pessoal nosso.
Quando aproximadamente as 16 h a empregada veio avisar que o lanche estava servido, fomos até a copa e nos fartamos de muitas guloseimas, Carlos era muito gentil e atencioso. Assim que terminamos de lanchar Carlos disse que poderíamos ver um filme para descansar a cabeça que logo terminaríamos o trabalho que já estava quase todo pronto Concordei pois  só assim poderia usufruir de sua presença por mais tempo.
Fomos para sala onde tinha uma TV enorme e ficamos vendo um filme, Carlos logo deitou no sofá e colocou sua cabeça no meu colo. Um folgado mesmo.
Depois de uns vinte (20) minutos vendo um filme romântico. Carlos disse que queria passar um filme mais apimentado, se eu me importaria.
Eu respondi que não era adequado, que não ficaria bem, pois a empregada poderia vir até ali e ver o filme não combinava, ele sorriu dizendo que não me preocupasse que a empregada já havia ido embora assim que terminamos de lanchar.
Ah é?
Indaguei receosa de saber que estava a sós com ele.
Sim Camila assim que ela arrumou à mesa do lanche foi para sua casa.
Estamos sós, isto te incomoda?
Claro que não!
Respondo com a voz tremula, pois estava mentindo.
-Bem vamos ver o filme Camila não se preocupe que não ataco mocinhas indefesas e falando assim caiu na risada.
Logo o filme rodava e apareciam casais se beijando apaixonadamente enfiavam mãos por dentro de duas calças e logo saiam em direção a outros lugares mais dava a entender que saiam para irem transar.
Eu com vergonha nada dizia, mas era percebido que Carlos estava ficando excitado depois o filme foi ficando cada vez mais pornográfico Carlos não conseguia esconder sua excitação, eu fechava minhas pernas, pois estava ficando excitada também. Entre surpresa e indignada ouço Carlos perguntar se eu era virgem?
Carlos que pergunta!
Pois é Camila que tem demais você dizer?
-Bem não sou virgem Carlos já tive namorado e tínhamos contato intimo, poucas vezes mais tínhamos.
-Hum interessante Camila sempre te olhava na sala, mais você toda séria nunca procurei me aproximar de você.
Ah é?
Nunca percebi vejo você com sua namorada sempre pendurada, não sabia que você havia me notado!
Pois noto e muito.
A menina da outra sala não é minha namorada é minha ficante, só nos pegamos,entende só rola sexo mesmo.
-Interessante não sabia.
Pois saiba eu te observo há tempos, acho você linda, seus olhos seus cabelos sedosos.
Sou fissurado em mulher de seios fartos assim como os seus,
Para Carlos senão poderemos ter problemas.
Que problema que nada Camila, deixa de ser boba você me atrai e sabe que você também sente algo por mim.
Sem dá tempo de dizer mais nada Carlos começou a me beijar, com intenso prazer entreguei-me a seus carinhos. Carlos rápido já começou apalpa meus seios eu o mandava parar,ele não me atendia,seu beijos molhados passeavam pelo meu rosto descendo até o pescoço suas mãos me apertávamos ombros ,ele segurava com firmeza em meus seios ,ate que lentamente Carlos tirou  minha blusa e ele ficou só de cueca.
Carlos calma!
Calma o que?
 Camila você me deseja o quanto eu te desejo deixa de ser boba e vamos aproveitar que estamos sós. Pensando apenas  pelo prazer de poder está desfrutando de momentos maravilhosos que sempre desejei passar com ele ,entreguei-me de corpo e alma
Em instantes Carlos foi tirando nossas roupas, ou seja, o que restava delas e fomos andando até o sofá, Carlos me fez deitar e veio por cima, sua boca começou a passear pelo meu corpo, em alguns locais sua língua morna demorava um pouco mais.
O safado sabia provocar uma mulher e quando Carlos abriu minhas coxas colocando-se entre ela, eu urrei de tesão sua boca apossava-se de minha xoxota com imensa sofreguidão sua língua subia descia entrava e saia de minha xoxota como se fosse algo habitual.
Minha pele arrepiada, eu já nem conseguia raciocinar direito. Quando Carlos começou a sugar meu grelo com maior intensidade eu não suportei soltei um grito que parecia mais um urro e tive meu primeiro orgasmo, Carlos parecia que estava possuído,não parava de me chupar quando percebeu que eu já estava extenuada entregue a seus desejos,elevou minhas coxas enlaçou em sua cintura arqueou seu corpo e começou a  me penetrar.
Caracas parecia um touro seu cacete rígido dilacerava minhas carnes, em um entre e sai sem parar sentia seu membro latejando dentro de minha xoxota.
Eu delirava de tesão, pois foi algo que sempre ansiei desde o primeiro momento que vi Carlos no colégio. Quando Carlos acelerou um pouco mais os movimentos percebi que seu gozo se aproximava ,eu rebolava arranhava suas costas,o prendia completamente com movimentos sincronizados de nossos corpos, Logo em total torpor entramos em êxtase...Ambos alcançamos o total limite do nosso prazer.Carlos me beijava dizia que eu era muito gostosa que era a mulher se seus sonhos.Eu ronronava aconchegada em seus braços, ate que aos poucos ele foi se afastando seu cacete foi saindo de dentro ,ainda meia bamba ele segurava e olhava para meu rosto como um pedido caldo.Eu simplesmente fiquei de joelhos no sofá a sua frente e comecei  a chupa-lo.Carlos segurava meus cabelos fazia movimentos leves dizia ai que putinha safadinha.Chupa minha safada chupa teu macho.
E claro que aqueles momentos foram inesquecíveis. Eu jamais havia feito oral com meu ex-namorado,quando percebi que Carlos estava ficando cada vez mais excitado ,ele falou.
Camila vamos tomar um banho que temos mais alguns momentos para aproveitar desta tarde maravilhosa.
Eu e ele fomos para o banheiro de seu quarto logo tomamos um banho, ele esfregava meu corpo todo eu fazia o mesmo com ele. Assim fomos para sua cama que era de casal,pensei em deitar,mais Carlos disse que eu ficasse de quatro que queria me ver como  realmente sou uma potranca, muito gostosa.
E Claro que toda mulher fica feliz de saber que seu macho a acha gostosa, eu não seria uma exceção.
E eu fiquei de quatro (4) na cama quando Carlos ficou ajoelhado atrás dos meus quadris eu sentia seu cacete roçar em minha bunda, melando soltando seu pré-gozo. Quando ele disse que relaxasse que ia colocar camisinha.Perguntei como ele ia fazer,ele soltou uma sonora risada e disse vou te foder do jeito que todo homem deseja quando ver uma mulher com um rabo como o seu.
Ah Carlos eu falei mais tenha cuidado é a primeira vez.
-Sei amor terei muito cuidado com você quem ama cuida!
Ouvi-o dizer assim me deixou muito feliz, mais eu bem sabia que nem sempre as coisas são assim. Mas decidi aproveitar os momentos.
Carlos colocou camisinha, untou seu cacete com um creme umedecedor e deu uma lambida no meu anel,fez um cunete gostoso,alisava minha bunda,dava leves tapas preparando-me deixando muito a vontade.Depois foi colocando um pouquinho de cada vez empurrava e parava,mais quando estava na metade do cacete todo atochado em meu rabo.Carlos fez um movimento de quadris e com força ele enfiou todo de uma vez.É claro que gritei alto e forte que pareceu mais um urro,Carlos continuou como os movimentos de corpo e eu como uma puta rebolava e continuava gemendo.Pedindo que não parasse de me foder.
Ele louco dizia que era meu macho, que daquele dia em diante eu seria só dele.
 Fizemos promessas de amor... Juras de amor eterno prometemos que nunca iríamos nos separar que ninguém da escola teria que saber, até podermos oficializar nosso caso de amor.
E foi assim que eu perdi minha virgindade anal e oral...
E continuo até hoje com Carlos e já se passaram seis (6) meses de muito amor sexo carinho e sacanagem.
O que eu não sabia de sexo.
Agora sei e muito bem.

Docecomomel(hgata)
Feira de Santana, 28 de julho de 2015.
Bahia Brasil.
Este e outros contos meus você encontra em.
www.climaxcontoseroticos.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts