.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Tornei-me amante de meu cunhado.






Vou relatar a minha estória, mas, por favor, não me venham com comentários de baixo nível... que possam me denegrir.Isto é sério.
O que eu quero é ajuda em como deixar de trair minha irmã que adoro.
Se alguém pude me ajudar ficarei eternamente grata.
Minha irmã é mais velha que eu quatro (4) anos é casada com Jorge que tem 28 anos é um cara muito safado e violento, ele é personal trainner e trabalha em uma academia. Eu não conhecia este lado de sua personalidade,pois sempre o via com minha irmã no maior Love.
Minha irmã nem sabe como ele é diferente com as outras pessoas o oposto do que é com ela, que felizmente é muito gentil e carinhoso.
Mas na ausência dela ele é mesquinho pretensioso e nojento.
Eu fui passar uns dias na casa de minha irmã que moram na capital.
 Minha irmã trabalha fora e seu marido tem horários opostos ao da esposa então sempre ocorria de Jorge está em casa durante a tarde enquanto sua esposa só chegava à noite.
Bem foi em uma destas tarde que eu Milena tinha acabado de chegar da praia estava tirando a areia do chinelo para entrar em casa, estava com uma saída de praia com biquíni por baixo.
Eu não sabia que meu cunhado estava em casa.
Eu nunca pensei em ter nada com meu cunhado! Aconteceu, não fiz nada proposital para provocá-lo.
Sempre nos demos bem, mas era aquela relação de cunhados mesmo.
Acontece que neste dia eu decidi tomar banho no chuveirão do quintal eu pensava que estava só em casa.
Comecei a tomar meu banho depois de biquíni depois tirei para lavar, toda serelepe acreditando que estava sozinha, depois de um bom tempo embaixo do chuveiro.
Quando vou entrando em casa dou de cara com meu cunhado na porta da cozinha, perdi meu chão. Apenas o cumprimentei  e ia entrando em casa quando ele segurou em meu braço e falou.
-Hum cunhadinha gostei do que vi, agora deixa ver mais de perto esta xoxota lisa e cheirosa.
-Segurava com força meu braço.
Esta brincando Jorge você ficou me olhando eu tomar banho?
-Claro que sim e segurou minha mão botando em cima do seu cacete duro latejando e falou pega ai ver se isto é brincadeira!
-Não estou achando graça Jorge!
Nem eu Milena vamos lá ao seu quarto que você verá o que tenho guardado para você sua safada, pensa que fácil resistir a uma xoxota novinha é?
E sem me deixar escapatória me empurrou em direção ao quarto com certa violência. Entramo-lo fechou a porta puxou minha toalha que me cobria o corpo deixando-me nua e indefesa. Segurou no meu braço e fez com que eu me deitasse na cama.
Em instantes caiu de boca na minha xoxota, ainda não tinha tirado sua bermuda, me chupou como se estivesse saboreando uma fruta madura.
Sua boca suave me tirou suspiros e gemidos, senti prazer com ele naqueles momentos e sentia sensações que eu jamais soube que seria capaz. Tive orgasmo múltiplos,foi delicioso  gozar duas vezes seguidas em seus lábios,que me despertou para prazeres que jamais soube que tinha a capacidade de obter. Foi um maravilhoso gozo.
-Quando eu já estava mole de tanto gozar meu cunhado falou...
-Sabia que minha cunhada era uma puta em potencial.
- Delicia três gozadas seguidas isto sim que é saber foder gostoso.
E sem dizer mais nada falou fica de quatro minha puta safada quero comer teu rabo gostoso o tempo é curto depois como esta xoxota gostosa com tempo quero ver quantas gozada tu dá no meu cacete, eu percebi em sua voz como ele estava me tratando de uma forma diferente, mais delicado, mais calmo.
Fiquei de quatro, ele abriu a bermuda abaixou-se atrás de mim me lambeu e chupou meu rabo, deixando todo lambuzado com sua saliva até se esquivar e ficar apoiado em meus quadris.
-Delicia de fêmea, queria era-te foder toda agora, mas o tempo é curto vou só comer estas pregas gostosa depois te levo em um motel para aproveitar cada minuto com você.
-Eu quieto, mas sentia o cacete encostado na minha bunda latejar
Sabia que ia ser gostoso ser comida pelo Jorge, mas eu achava que estava maluca afinal ele era marido d eminha irmã, eu estava na casa deles. Sentia o calor do  cacete encostado na minha bunda ,mas como era  doida mesmo o  medo, deu vazão ao tesão. Que naquele momento era tão grande que estava mentalmente preparada para ser comida pelo meu cunhado.
Que abriu minhas nádegas e forçou o cacete e foi empurrando cada cm e aos poucos metia e parava até poder sentir seu saco encostada a minha bunda.
Foi assim que Jorge me segurou pelos meus quadris e começou um vai e vem, sem parar dava tapas em minha bunda alisava meu grelo, com as pontas dos dedos, tirava cacete e logo forçava até senti que estava atochado todo dentro do meu rabo.
Estava muito bom, ainda bem que seu cacete não era muito grosso, pois conseguir recebê-lo sem sentir dor nenhuma.
Quando finalmente seu gozo foi a se aproximando Jorge segurou em meus cabelos e com uma das mãos forçava meus quadris para frente e para trás até que sentir seu cacete se avolumar e espasmos de gozo se apossar de seu corpo. Foram jatos que inundaram a camisinha.
Jorge gozou como um animal, até pensei que camisinha ia estourar.
E no ápice do tesão Jorge me beijava acariciava meus seios com delicadeza.
Ficamos alguns segundos quietos logo ele disse vá se lavar minha putinha gostosa que daqui para o final de semana teremos uma tarde só nossa.
Depois fiquei dias sem chance de ficamos sozinhos em casa. (meu cunhado e eu). Durante a noite ouvia gemidos dele com minha irmã e batia siririca na solidão do meu quarto.
 Seria uma longa história de amor e sexo para contar.
Se não fosse o grau de parentesco meu com sua esposa.
Foram dias de ansiedade esperando o tal dia que íamos para um motel, mas devido a todos os detalhes e situações, que envolviam, eu teria que saber curtir o momento e também dá um basta naquela situação. Eu sofria vendo ele com sua esposa até então minha irmã.
Ele soube me provocar me deixando prisioneira dos meus desejos. Mandava emails com fotos de seu corpo nu.Mandava fotos de seu cacete.
Mensagens infinitas para meu celular, Jorge estava minando minha resistência.
Eu nem sequer imaginava como ele era safado ao ponto de querer que eu me tornasse sua amante para sempre... Sendo apenas sua amante permanente,sempre disposta a seus caprichos de macho agressivo e obsesso.
-E claro que no inicio eu achei maravilhoso curtir com ele. Adrenalina me deixava louca de tesão ,mas daí a ser para sempre seria outra estória.Quando fomos ao motel pela primeira vez, foi a minha primeira transa completa.
Fizemos uma infinidade de posições que sequer eu imaginava, Jorge parecia que estava possuído. Me comeu de lado, de quatro,fez anal cavalguei e pulei muito em seu cacete que parecia um porrete de tão duro.
Não posso negar e bem devo que foi uma das trepadas mais gostosa que já tive na minha vida.
E desde esse dia ficamos mantendo uma relação escondida.
Mas eu precisava de companhia, não podia ter amigos, não podia sair com colegas de trabalho que Jorge fechava o tempo me esculhambando dizendo que eu o traia. Tenho consciência que  eu estou errada...pois jamais deveria ter me envolvido com um homem casado ainda mais  sendo marido de minha irmã.Estou gostando dele ,mas vou dá um basta não quero ser pivô da separação dele com a esposa ainda mais que jamais poderei me perdoar.
Mas quando penso como sinto prazer com ele todas as minhas alternativas de fugir caem por terra.
Ajudem-me o que posso fazer?
Não posso ficar assim presa a um homem que só pode me oferecer sexo, fortuito às escondidas.
Agora de um tempo para cá está me pressionando... Dizendo que vai mostrar as fotos que tiramos no motel para sua esposa que só assim terá certeza que seu casamento acaba.
Estou louca de medo o que faço?
Droga não sabe por que deixei tirar foto nossa com seu celular. Sei que tem fotos bem comprometedoras afinal todos sabem que o tesão tira a razão e assim foi o que aconteceu.Ajudem-me, por favor...



Docecomomel(hgata)

Desde já agradecendo as leituras e comentários.Obrigado.
Feira de Santana 17 de fevereiro de 2015.
Bahia Brasil
http://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/
Imagem do google

Um comentário:

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts