.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Putaria com a novinha.



Tem-se uma coisa que gosto é de novinhas, mesmo que já tenham sido comidas pelos namoradinhos encostado-se a algum muro ou dentro de algum carro. Estas novinhas ficam no vicio querendo fuder quando encontra um macho pegador que lhe ensine na verdade o que é fuder ficam loucas viciadas em seu cacete que não te largam mais.
Pois bem eu tenho 29 anos sou estudante moro com meus pais, tenho namorada que em finais de semana fazemos muito sexo, adoro dominar, mas minha namorada não curte então aproveito durante a semana tenho a babá de minha irmã que fica a semana toda em nossa casa e estou sempre aproveitando e curtindo bons momentos de sexo. Luana tem 18 aninhos é negra, veio do interior para trabalhar na casa de minha irmã tomando conta do meu sobrinho, como minha irmã trabalha em outra cidade a empregada e meu sobrinho fica em minha casa.
Minha mãe fica observando os dois.
 A safadinha tem os seios mais durinhos que já mamei e uma xoxotinha lisinha com os lábios vaginais grandinho que adoro chupar.
Parece cabrita no cio quando aproveito que minha mãe foi fazer compras e chego a casa no meio da tarde só faço fechar a porta e coloco a cabritinha para me servir.
 Na cama é muito gostosa e hoje vou contar como foi a minha primeira vez com ela, depois disso todos os dias já sei que ela me espera em seu quarto aproveito e faço tudo para agradar a ela e a mim também.
 Minha mãe saiu para fazer compras neste dia meu sobrinho foi também, pois iam comprar roupas no shopping, cheguei a casa eram 14 horas, vi que Luana estava no quintal lavando, ai fui direto para lá.
Com baldes ela molhava o quintal e ficava de lá para cá com corpo mingnon rebolando de um lado para outro.
Eu encostado-se à parede da cozinha apenas observava quando eu vi que já tinha terminado seu serviço chamei.
Luana venha até aqui quero que você me faça um favor.
 Ela veio andando até onde eu estava e quando se aproximou perguntou é o que quer que eu faça?
 Só você vendo vamos que te mostro é ali no meu quarto no guarda roupa.
 Ela foi andando com seu jeitinho meigo, eu a acompanhava sentindo tesão só de olhar para sua...Bunda linda que rebolava me provocando.
Assim que entramos fechei a porta ela se virou e disse o que é para fazer?
Eu abri a braguilha botei o cacete para fora e falei, é para você chupar sua puta, que estou louco para te fuder de tanto você me provocar, sua putinha safada!
- O que significa isso?
- Nada apenas cansei de ficar na seca tenho uma safadinha dentro de casa e sem falar mais nada segurei em seu braço fiz com que abaixasse e falei cala boca e chupa que o tempo está passando.
 A gatinha não perdeu tempo, ajoelhou-se segurou no meu cacete e começou um boquete delicioso, porque não dizer o melhor que já recebi.
 Muito gostoso, senti sua boca pequena engolindo meu cacete, lambendo da cabeça até o talo.
Fiquei louco de tesão, minha vontade era de encher a boca dela de leite na hora, mas controlei-me precisava mostrar tudo o que queria dela.
Assim a fiz levantar, beijei sua boca com gosto do meu cacete, fui descendo meus lábios até seu pescoço, os seios pequenos com os bicos arrepiados, tirei sua roupa, ela entregue as sensações e desejos de seu corpo nada dizia, ao contrario me ajudava.
Assim putinha, que gosto levou até a minha cama deitou e puxou-a para que sentasse na minha cara.
 -Hum delicioso sentir o cheiro de fêmea no cio, lambi e suguei seu grelo com muita avidez, a putinha rebolava na minha cara gemendo gostoso até começar a expelir grande quantidade de mel.
Delicia saborear gota por gota de seu mel.
Foi ai que me estirei na cama pedindo que viesse sentar no meu cacete.
 Ela sorriu de modo safadinho e falou que eu mandava.
Ela apenas obedecia a minha ordem. Ela abriu as pernas enganchou e rebolando sentou no meu cacete que ficou atochado deixando só os grãos de fora.
Senti meu cacete latejar, pois a safadinha sentou de vez que e entrou todo de vez deliciosamente, sentir meu cacete ser abraçado por suas carnes quentes.
Estava muito gostoso quase eu não agüento de tanto tesão.
 Ai Luana começou um subir e descer no meu cacete que fui ao delírio, safada sabia muito bem das coisas, provocava abaixava colocava um dos seios na minha boca, minhas mãos apertavam sua bunda, é claro sem deixar de acariciar seu anel, pois seria logo o próximo prato a ser degustado.
Quando percebi a safadinha se contorcendo toda, suspirando e gemendo dizendo que estava muito bom eu não agüentei forcei mais estocando de baixo para cima e explodi em um gozo insano.
Caracas como gozei.
Deixei-a cair na cama tirei o cacete melado de leite e pedi que mamasse, ela sorriu e começou novamente a mamar com muita destreza.
 Ficamos alguns minutos assim até que meu cacete ficou bem duro e ela rindo falou... Pronto acordou para comer.
-Sim delicia ele esta com fome de sexo e você o fezele ficar assim com fome.
 Delicia-a falei eu nunca transei assim em uma cama, são fazia escondido com meu namorado assim uma foda completa nunca fez.
 -Pois bem ainda nem começamos nossa farra, levei até o banheiro e fomos tomar um banho rápido, não podia perder muito tempo.
Lavei sua xoxota, tirei todo excesso de leite que por ali restava e no banheiro chupei mais uma vez a xoxotinha de Luana, linda lisinha com os lábios rosados chegando a parecer um jambo. A fruta dos deuses do Olímpio, vermelhado e adocicado.
 Saboreei por mais alguns minutos e fomos para cama, ela ficou de quatro (4) eu em pé na beirada da cama. Quando segurei em seus quadris puxei ao meu encontro meu cacete lambuzado foi direto na xoxotinha ensopadinha de Luana.
Fiquei por uns dez minutos socando sem parar, até sentir seu gozo em meu cacete.
 Eta delicia tirei a sorte grande de ter uma putinha assim que goza gostoso no meu cacete. Esperei ela acalmar de seu gozo e sem aviso nenhum tirei meu cacete da sua xoxota e forcei em seu anel.
Ai assim vai doer ela reclamou.
 -Calma relaxa que só coloco até onde você agüentar, com cuidado e destreza fui metendo aos poucos em seu rabo apertado, metia e parava até ela se acostumar quando me dei conta já estava com cacete todo dentro.
Ele latejava, eu fazia carinhos em sua bunda alisava dava um tapinha um beijo molhado e logo ela estava bem relaxada eu comeci a socar com muita vontade ouvindo seus gemidos, de prazer soquei muito como há muito tempo eu não comia um rabo tão gostoso e apertado que não demorei muito gozei...
 Gozei como a muito não gozava.
 Luana gemia igual gata no cio rebolando com meu cacete todo atochado em suas entranhas. Foda da zorra que tive, mas precisava ajeitar as coisas terminamos tomamos banho e eu fiquei no quarto para não dá na pista.
 Minha mãe chegou perguntou a Luana por mim ela com cara de sonsa disse que me viu entrar no quarto desde cedo e pronto.
 Ai você já sabem que agora tenho uma escravinha sexual que toda noite vem para meu quarto me visitar e fudemos muito.
Estou ensinando Luana à arte de fazer sexo.
E claro que está sendo muito bom e eu estou aproveitando cada minuto até que... Ela canse do meu cacete e vá procurar outro.
Enquanto isto não acontece Luana passou a ser minha amante, assim. perdemos muitas noites trepando que até minha mãe já perguntou o motivo das olheiras,ela com cara de santa disse que anda sentindo cólicas assim vou levando meus dias de putaria até...Só Deus sabe.
- Hoje conversei com ela sobre DP ela disse que topa, pois então estou procurando algum dotado que se habilite a dividir Luana comigo, mas tem que ser sigiloso, pois todos sabem quem come quieto come duas vezes.
- Vocês conhecem alguém?
Quesito exigido pela Luana tem que ser bem dotado, se ela agüenta meus 21 cm sem reclamar então já podem deduzi como é fogosa a minha potranca novinha que adora trepar.


Docecomomel (hgata)

Feira de Santana 21 de fevereiro de 2015.
Vejam meus blogs
http://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/

http://www.climaxcontoseroticos.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts