.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Uma viúva carente e gostosa.



Depois do período Natalino é quando quem trabalha no comercio tem uma folga.
Abençoado convite o gerente da loja de móveis que trabalho me fez. Passar o final de semana em sua chácara dentre sua família e mais duas funcionárias.
Ambas evangélicas um pouco mais velha que eu.
 Eu me sentia à vontade.
Célia era viúva já faziam 4 anos e a outra moça era noiva, seu noivo mora no estado de São Paulo.
Como eu sou solteiro as colegas tinham um pouco de intimidade comigo. Só que evitávamos brincadeiras de teor elevado. Que falasse de sexo nem pensar era tabu, eu respeitava e nossa amizade só aumentava. O respeito era mutuo.
Mas naquela tarde enquanto andávamos pelo pomar eu elogiei Célia falando que apesar de seus 45 anos ela estava em forma e que deveria casar novamente.
 Tanto eu como ela rimos, e mais ainda quando ela perguntou se eu queria casar com ela. Bem Célia até que poderia casar sim, mas antes teríamos que fazer teste drive na cama.
 -A risada dada por Célia foi tão alta que ecoou pelo pomar, sem dizer mais nada saímos andando em direção da casa.
 Após o jantar que tinha convidados fomos para varanda do casarão e ficamos conversando até mais tarde. -Célia estava em uma rede, quando eu fui até ela e perguntei se tinha vaga a seu lado.
 Ela afastou-se um pouco as pernas e ficamos semideitados um de frente para o outro a conversa era animada aos poucos as pessoas se retiravam.
 Já quase meia noite na varanda só estava eu e Célia deitados na rede.
O calor de seu corpo me deixava excitado. Observei que o fundo de sua bermuda estava levemente úmido.
Pensei é agora ou nunca!
-Fiz um sinal de silencio com o dedo na frente dos lábios e me inclinei beijando Célia que entre surpresa começou a corresponder.
-Sua boca macia me deixou louco de tesão.
-Eu queria sexo precisava que ela me deixasse conduzir...Quando ela com respiração ofegante disse Ah Marcos pensei que você não iria ter coragem de chegar até mim.
-Ah Célia tem dias que te observo estou louco por você vamos viver estes momentos.
-Sim Marcos vamos viver uma aventura, mas lá no quarto eu estou sozinha. Mas bem sabes que sou bem mais velha que você e tanto você como eu só queremos aproveitar os momentos!
Eu sei Célia que você é mais velha eu não me importo eu gosto de você e quem sabe podemos levar esta atração adiante.
E sem responder nada ela me abraçou forte e.
 -Deu-me outro beijo disse onde era seu quarto e mandou aguardar alguns minutos e logo fosse até lá que estaria à minha espera.
Entrei dei boa noite aos poucos que se encontravam na sala vendo TV e fui em direção a meu quarto. Depois olhei de um lado a outro do corredor não avistei ninguém fui até o quarto de Célia
Empurrei a porta o quarto estava a meia Luz, Célia estava sentada na cama com os olhos cintilantes, eu compreendia afinal era uma aventura e fazia tempos que ela não tinha contato íntimo com ninguém. -Parei de frente para ela onde dava para perceber a respiração ofegante, sua camisola mostrava um pouco o colo de seus seios.
 Beijei-a em seus lábios e pedi que deitasse pois queria observar seu corpo inteiro.
Ela assim o fez, ela deitou me inclinei sobre seu corpo com cuidado abaixei a alça da camisola e fui tirando beijando seu corpo inteiro.
Logo seus seios estavam  com bicos eriçados ,isto me deixou mais ainda com tesão, inclinei sobre ela e comecei a mamar, isto me deixou louco de tesão mamei e suguei com bastante delicadeza, ouvia seus gemidos baixinhos, ela segurava em minha cabeça acariciava meus cabelos.
Minha boca passeava por seu corpo inteiro, lambia igual a um gato...Ouvia apenas seus gemidos e suspiros até quando cheguei  em sua calcinha senti um aroma adocicado, parecia que estava no cio, o fundo da calcinha meladinho ai pedi que ficasse bem tranquila.
Tirei sua calcinha e comecei a lamber sua xoxota, de leve até que virei e começamos um sessenta e nove.
Quando encostei minha língua na sua xana ela soltou um gemido alto que eu tive a sensação de estar provando daquilo como se fosse uma primeira vez. Aos poucos fui lambendo aquela xaninha quente, minha língua subia e descia bem rápido e então comecei a sugar seu grelinho fazendo Célia se contorcer sobre o peso do meu corpo até que sentir suas unhas cravarem em minhas pernas, mesmo doendo, não a soltei e em segundos sentia sua gozada forte invadir meus lábios. Delicia parecia que estava fazendo xixi.
Mel delicioso, pensei que ela ia cair desfalecida, mas não continuou chupando meu cacete até que eu a virei de bruços e colocando de costas me encaixei em seu reguinho e fui forçando até meu cacete esta encostada a sua vulva meladinha.
Depois falei...Relaxa minha gostosa, Célia excitada foi se abrindo eu apalpava sua bunda, dava beijos e já completamente encaixado dentre suas coxas grossas fui forçando ,meu cacete duro babando de tesão, abrindo passagem até que percebi que sua bunda estava arrebitada.
Ali na minha frente estava uma potranca sedenta e carente de sexo.
Aos poucos levantei da cama fiquei em pé na beirada da cama e fui tentando penetra-la e fui fazendo força até consegui penetra-la por completo, ela gemia e choramingava dizendo que doía um pouco, pois fazia tempo que não transava, eu segurava em sua cintura até sentir que estava todo atochado na xoxota da coroa fogosa, apenas adormecida mais muito fogosa. E comecei a socar incansavelmente sem parar até senti meu gozo se aproximar e dentro mesmo de sua xoxota sem camisinha nem nada explodi em gozo.Foi uma da minha melhor transa, sentir minha fêmea tremendo em espasmos é tudo que um homem gosta. Dá prazer imenso sentir o mesmo em sua parceira.
Caramba que delicia, fizemos quase todas posições gozei na sua xoxota, entre seus seios e para finalizar a noite Célia me pagou um boquete enquanto estávamos no banho que não aguentei segurar e enchi a boca dela de leitinho, pedi desculpas por não ter avisado e ela com cara de safada falou que estava esperando mesmo uma boa vitamina direto do produtor. Acabamos o banho e já ficou acertado para de noite nos encontrarmos de novo.
Ao final daquela noite eu já havia transado três vezes. Célia soube me seduzir com muito carinho, claro que me deixei levar isto não posso negar, Sexo é tudo de bom e feito com uma pessoa que gostamos e respeitamos melhora o astral e no final da conta ficamos um pouco apaixonados. Passei o dia ansioso esperando a noite chegar
É claro que a noite já irei preparado com um bom lubrificante que com toda certeza vou foder bem gostoso seu rabo já fiz carinhos com as pontas dos dedos e percebi que foram bem aceitos. Celia minha gostosa me fazendo correr o risco de um desemprego, mas a putinha é tão safadinha e gostosa que vale apena correr este risco, o prazer sentido supera qualquer obstáculo
Para finalizar passamos o dia quase todo juntos, mas tivemos apenas uma relação de colegas de trabalho. Eu acho quer dependendo da noite de hoje, vou encarar sim e vou conviver com ela só espero que nosso patrão não se oponha e não coloque os dois pra fora.
Mas eu acredito que o que tiver que ser será.


Docecomomel(hgata)
30 de dezembro de 2014.Meu último conto.
Feira de Santana,30 de dezembro de 2014.
Bahia Brasil.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts