Acessos em Êxtase !

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Sexo...Amei comer um rabo guloso.






Final de semana...Nada programado.
Sai do expediente, fui direto ao shopping.
Iria encontrar com uma amiga e seu namorado se tivesse sorte ela poderia levar uma outra colega
Caso não acontecesse isto teria que sair a caça.
Estou louco para trepar.
Encontrei meus amigos e para minha angustia o casal veio só. Ficamos conversando comemos e bebemos e já estávamos de saída quando falei de ir ao banheiro.
O namorado de minha amiga também disse que iria , eu nunca havia tido contato com ele mas estranhei alguns gestos seus enquanto conversávamos, até parecia uma mocinha inocente. Sempre dá para perceber.
Foi quando pensei será que esta Coca é Fanta?
Hum veremos no banheiro. Deixamos minha amiga nos esperando e fomos até o banheiro.
Tinha pouca gente, mas a vontade de
Mijar era muito foi quando entrei no banheiro de deficientes, logo o namorado da minha amiga também entrou.
Fiquei surpreso mas nada falei, abri a braguilha botei cacete para mijar. O cara não tirava os olhos do meu cacete, eu como sou safado assim que acabei de mijar balancei o cacete e segurando falei.
Quer chupar é? Você não para de olhar para meu cacete cara.
Quero sim, e olhos por gosto e acho lindo um cacete.
-Está falando sério? Você é chegado a um cacete no rabo.
-Digo serio sim sou bi e adoro um cacete no rabo.
-Então tu é gay?
-Não, não sou gay como mulher e gosto de ser comido.
-Hum e tua namorada sabe?
-Não mas acho que desconfia pois quando transamos adoro que ela introduza os dedos no meu anus.
Gozo demais assim enquanto como ela gostoso.
-Hum interessante, mas é melhor sair daqui pois é um lugar público.
Esperei ele mijar e quando me virei para abrir a porta ele me segurou e me deu um beijo.
Fiquei teso pois ainda não estava refeito da surpresa.
Caracas e agora?
Eu e ele e extávamos acima de qualquer suspeita, pelo menos eu achava.
Fomos ao encontro de sua namorada e conversamos mais um pouco sobre vários assuntos.
Finalmente falei de ir embora, minha amiga me abraçou e beijou dizendo que ficou feliz de podermos conversar eu já estava levantando quando o namorado de minha amiga. Falou pedindo número do meu celular. Dei, mas com coração apertado.
Sai entrei no carro e fui circular por algumas casas noturnas, afinal era sexta-feira.
Era mais de meia noite estava em uma boate, quando meu celular toca, atendi de imediato eu ouvi uma voz masculina.
Marcos aqui é Lucas o namorado de tua amiga lembra lanchamos mais cedo no shopping.
-Claro que lembro o que você manda?
-Nada só queria me encontrar com você!
-Bem estou indo embora, e diga onde você está que vou até ai, quer ir tomar um uísque lá em meu apartamento? -Claro quero uísque leite tudo que você me dá quero.
Peguei localização de onde ele estava e sai da boate, já pensando o que ia rolar.
Claro que já comi outro homem, mas eram efeminados e estava cheio de tesão para trepar.
Acelerei o carro e logo o avistei.
Parado em frente a um edifício.
Fiz sinal de luz ele se aproximou e entrou no carro todo feliz. Fui logo taxativo perguntando o que ele queria comigo àquela hora, ele sorriu dizendo o óbvio não meu caro Marcos. Quero sexo muito sexo. Desde a hora que vi você no banheiro que não paro de sentir vontade de ter você todo atochado no meu rabo.
Mas Lucas que coisa sou heterose.
Não sou destas coisas.
-Está mentindo se não estivesse com tesão seu cacete não estava meia bamba e você não teria vindo se encontrar comigo.
Bem não posso negar que sexo é sempre sexo e me atrai de verdade comer um macho, se for safado melhor ainda.
-sem esperar de terminar a frase Lucas começa alisar meu cacete.
Parei o carro em um semáforo e botei meu cacete de fora.
Além de ser tarde o carro era protegido por película sem perigo de ser visto uma hora daquela.
-Bem só temos uma opção é ir para um motel.
-E o que estou desejando Marcos, falou Lucas e sem pedir licença já foi começando a chupar meu cacete.
O tesão veio a mil adrenalina 100%, acelerei o carro e só parei na entrada de um motel a beira da estrada entrei desci do carro fechei a garagem. E fui para o lado do carona e já fui falando.
Segurando meu cacete disse tu quer leitinho meu bezerrinho então mama gostoso aqui em teu touro.
Lucas virou deixando as pernas de fora do carro e segurou meu cacete com as duas mãos e começou a pagar um boquete, com as mãos firmes descendo pela minha bunda.
Eu comecei a socar sem dó, fodia mesmo sua boca gulosa, estava me controlando para não começar a ejacular em sua boca.
Parecia que eu estava pisando em brasa pois ficava só nas pontas dos pés.
Foi quando segurei em sua cabeça e forcei mais, eu sentia que meu cacete ia fundo na sua garganta ...Aí não aguentei comecei a jorrar leite denso em grande quantidade em sua boca.
Chegou a escorrer pelos cantos doa lábios e cair no pescoço.
Esperei alguns minutos até voltar ao normal entramos e fomos tomar banho e..Terminar a farra com o namorado de minha amiga um bissexual não assumido.
Safado demais foi tomar banho e antes de terminar já me chamava no banheiro perguntando se não queria que esfregasse minhas costas.
-Hum esfregar pode, mas devagar que eu gosto é de dá.
E começou uma sessão de esfrega dali e dacolá logo meu cacete já enconchava em Lucas que parecendo uma putinha me alisava todo rebolando igual vadia na frente do meu cacete. Ai o tesão foi aumentando quando me dei conta já estava com Lucas de quatro no chão do banheiro e eu em sua garupa com cacete encravado até o talo, fodi aquele rabo guloso até não aguentar mais.
Quando eu tirava o cacete de dentro o safado pedia implorava que metesse com força, eu segurava em suas ancas e forçava até sentir todo cacete atochado em minutos recomeçava uma sequência de estocadas que faziam ele gemer alto.
Sem deixar de falar dos tapas que dei em sua bunda que ficou avermelhada.
Ai meus querido gozei litros em seu rabo gostoso. E a noite apenas estava começando, acabamos o banho e fomos para cama, aí eu o comi de frango assado de ladinho até em pé com as mãos apoiadas na parede.
Que posição gostosa pois além de meter muito ainda mordia seu pescoço fazendo sentir mais tesão ainda.
E quando o macho se sente o senhor da situação pois o putinho apenas sente ser arrombado  pelo seu comedor e implora que o foda gostoso até  explodir em gozo.
O safado também gozou só percebi quando senti meu cacete ser apertado pelas pregas de seu rabo guloso.
Agora além de ser um comedor nato de mulheres solitárias, tenho um bissexual que já viciou no cacete do papai aqui.
Que mais posso desejar além de fartura de sexo???

Docecomomel(hgata)
Feira de Santana,17 de dezembro de 2014
Bahia Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)