.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Um Pedreiro Comedor







Olá eu sou Pedro tenho 30 anos trabalho como mestre de obras. O negocio é o seguinte pego casas para reformar tenho uma equipe faço orçamento de acordo com proprietário entrego a casa pronta já para mudanças.
Tenho confiança em minha equipe e trabalhamos juntos já há (6) anos, neste meio tempo já houve alguns fatos ocorridos que dariam boas estórias algumas divertidas e outras nem tanto como exemplo vou citar uma delas.
Meu ajudante Lucas é um negro alto musculoso, com 1,84 de alt. e 85 kg, além de trabalhar no pesado, faz academia.
Os colegas da equipe vivem zoando com ele que não pode ver um gay que fica logo doido para comer... Eu apenas fico ouvindo as brincadeiras da turma,mas é verdade  mesmo ele já confirmou que gosta de foder machos passivos.
Um dia conversando com ele indaguei por quê?Ele me respondeu que: Gosta muito de sexo anal e as mulheres fazem muito biquinho, ainda mais quando vêem o tamanho do meu cacete, e os passivos adoro então eu quero mesmo é foder e chupam que é uma beleza.
-Eu apenas respondi rapaz é tão grande assim?
-Claro 23 cm de puro tesão... Eu achei que era brincadeira dele comecei a ri,Lucas não gostou perguntou se eu estava duvidando?
Claro não Lucas, mas 23 cm também é demais.
-Então como estava na minha casa e estava eu e ele só o cara abaixou a bermuda e colocou o cacete para fora.
-Putz parecia mesmo um bom pedaço de rolo de fumo.
-Caracas Lucas não podia apenas ter segurado por dentro da bermuda?
-Claro que podia, mas você duvidou então mostrei ora... E começamos a ri.
Fato esquecido até que começamos a reforma de uma casa enorme em um bairro nobre de Salvador.
Este pessoal que tem dinheiro sempre tem amigos que trabalham com decorações, eventos aí como sabem a maioria são homossexuais ou algum passivo encubado.
Coisas do socialite brasileiras.
Nada contra.
A reforma ia de vento em popa ate que chegou ao estado de pintura, foi quando começou a freqüentar a obra um decorador de ambientes.
A turma logo começou a zoar com Lucas.
Eu calado estava calado fiquei, não queria perder o respeito com os colegas, mas notei como Lucas ficava quando o tal decorador chegava.
Seus olhos vidravam olhando o decorador andando de um lado para outro com seus trejeitos femininos e sua bunda empinada.
Claro que os outros colegas nada diziam, mas assim que o decorador saia começava as brincadeiras típicas de colegas de trabalho.
Um dia Lucas sem saber que o decorador estava no andar de cima respondeu ao colega em tom de brincadeira.
E aí Lucas encara a mocinha decoradora?
-Claro que encaro, só não sei se ela *aquenta os 23 cm de puro nervo no rabo e riu de sua própria resposta.
Só que os outros tinham visto o decorador entrar, com exceção de Lucas que estava de costa em um andaime.
-O decorador ouviu e saiu sem dá uma palavra.
Todos se fecharam em um mutismo geral.
Os dias se passaram as obras acabando só restando mais limpeza e ai só ficava eu e Pedro que sempre foi o mais responsável da obra.
Naquela sexta-feira finalmente entregaria o meu serviço pronto e em dias.
Já perto das 16 h o decorado r chegou e vistoriou a obra toda só salientando que precisaria de um operário para trabalhar no sábado.
Eu perguntei de imediato se Lucas poderia, já que é o único que não tem família no interior e com toda certeza iria está livre.
Lucas concordou e ficou acertado que receberia um extra além de ser sábado a obra da reforma já estava entregue.
Entreguei a chave da casa ao decorador e fui embora, com a certeza que meu trabalho havia terminado.
No dia seguinte era um dia de sábado, dia de descansar par começar outro serviço na semana que se iniciava.
Estava em casa quando o celular toca era o patrão dizendo que precisava urgente da chave da casa, pois iria levar uns moveis no final de semana, poxa que coisa eu deixei com o decorador e agora. Disse ao patrão que iria providenciar e levaria na sua empresa logo após o meio dia peguei minha moto e me dirigi até a obra...
Silencio total e para minha surpresa o portão estava apenas encostado entrei sem fazer barulho e fui até a sala,
Surpreso e curioso ouvia vozes, mas não compreendia o que falavam fui entrando silenciosamente até a porta da sala.
Uma que susto levou quando vejo o decorador pelado com seu mini cacete duro sem comido por Lucas o meu ajudante o que falei que adoro comer machos.
Entre surpreso eu fiquei quieto só observando o decorador que se chamava Luan estava de quatro (4) e Lucas em sua garupa metendo sem dó nem piedade, a estrovenga preta entrava e saia deixando um rombo só os tapas na bunda que estalavam em sua pele branquinha, agora mostrava as manchas avermelhadas, mete meu negão...
Come tua putinha gostoso arromba com teu puto vai... safado tesudo.
Ai delicia que puto gostoso, estas palavras eram ditas pelo Luan Lucas suado com as pernas abertas segurava nos quadris dele e com tapas e entre uma metida e outra falava palavras obscenas.
Caracas eu sempre gostei de mulher,mas digo com toda sinceridade eu fiquei excitado de ver a cena o boyzinho sendo empalado pelo negão só gemendo, sendo literalmente arrombado. Fiquei de cacete duração,pensei em ir embora e para minha surpresa ouvi quando Lucas chamou falando assim.
Pedro oh Pedro pode parecer venha ver como esta putinha goza com negão atochado no rabo dele. Fiquei cabisbaixo,perante a surpresa e sai andando em direção aos dois quando cheguei perto deles ,sentia cheiro de sexo o rosto de Luan estava todo lambuzado, só depois foi que soube que antes de ser empalado tinham já feito um boque te e que Lucas tinha gozado na boca do Lua.Caracas meu cacete esta duraço eu não tinha como esconder ,quando Lucas disse anda cara deixa de ser besta bota teu cacete para fora que o putinho quer mamar.Fiquei meio ajoelhado botei o cacete para fora ao alcance do Luan e com as calças arreadas comecei a socar na boca dele.Parecia um bezerro desmamado chupava ,tirava e botava da boca com intenso gosto e prazer os movimentos de Lucas estavam aos poucos facilitando  sua boca que vinha quase toda  na extensão do  meu cacete.
Foi assim que em instantes o ritmo começou acelerar e Lucas começou gemendo mais alto Luan chupava mais ainda meu cacete e  em instante eu não agüentei e comecei a gozar despejando jatos de leite na boca do safado de Luan que é claro estava adorando chupando um e sendo enrabado por outro.Eu acho que é o desejo de todo passivo .Quando eu me dei conta estava já meio desfalecido,mas o Luan não soltava meu cacete.Ai foi a vês de ver Lucas começar a socar sem dó no Luan,era tapas gemidos e urros até que começou a gozar e em determinado momento tirou o cacete de dentro jogando a camisinha longe despejou jatos de esperma  nas costas e bunda de Luan, que parecia um animal gemendo e com espasmo também gozou .O filho da puta chegou a sujar meus sapatos.eu e Lucas olhava para ele com cumplicidade e com um sorriso na cara Lucas me perguntou e Aí Pedro tenho ou não tenho razão de gostar de um passivo?
Apenas assenti com a cabeça respondendo... É o cara sabe fazer um boquete que te digo com toda certeza nunca fui mamado como fui hoje.
E levantando fomos em busca de um banheiro porque ainda tinha mais safadeza.
Tomamos banho e entre uma esfregada aqui e acolá eu soube levar a melhor e  logo eu já o estava traçando no chão do Box do banheiro com golpes certeiros gozei gostoso no rabo de Luan,senti  uma pequena diferença afinal Lucas é um verdadeiro mão de pilão deixa qualquer um folozado.
Pois é amigos e foi a partir deste dia que comecei a tomar gosto por comer passivos e quando Lucas tem carne nova no pedaço estou no esquema para participar da farra.Não deixando de lado é claro a mulherada que sou fã e quem come da fruta não esquece.
Eu quero é mais afinal a vida é curta precisa ser curtida.

Beijos...
Docecomomel
Feira de Santana,22 de outubro de 2014.
Bahia Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts