Acessos em Êxtase !

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Um EMO safado em meu caminho.





Eu sou o Pablo e namoro uma garota que mora no mesmo bairro que eu que tem 18 aninhos.
Sempre saímos, mas a sua mãe dá maior marcação quando vamos a shows ou praia.
Acha que vou transar com ela em plena praia, coitada não sabendo ela que sua filha antes de namorar comigo já foi namorada de quase todos os garotos do cursinho.
Transar!
 Claro ela mais safada e rodada que muita piriguete, mas fico numa boa, pois gosto dela e sempre nos divertimos quando ela não vai para curso e passa as tarde comigo.
 -Uma garota gostosa e safada que mais posso querer?
Adora rebolar no meu cacete, fazemos de tudo é claro.
Amo ser mamado e adoro deixar as ninfetinhas safadas beber do meu leitinho...
Exporro mesmo ate acabar segurando-as pelos cabelos com cuidado de não se engasgarem, mas tem que beber, meu lema é ajoelhou tem que rezar.
Pois é eu apesar dos meus 19 anos, sempre desde novinho sempre fui safado não rejeito mulher de forma alguma.
Como minha sogrinha tinha medo de que eu comesse o que já foi comido há tempos, quando saiamos para a praia ela sempre dava um jeito de ir junto conosco um primo de minha namorada.
O cara era esquisito parecia um zumbi com suas roupas pretas, alguns os chamam de Emos, eu nem sei definir ao certo, mas de boa era bom de conversar, mas vez ou outra eu o observava, sempre me olhando com os olhos atravessados, aí pensei será que esta coca cola é fanta?
E nos botões pensei se for algum enrustido vai se ferrar comigo porque adoro comer um cú.
Nem quero saber se é de macho ou mulher gosto de sentir as pregas dilatarem enquanto recebem meu cajado que não é pequeno.
Assim no domingo passado, com um sol maravilhoso fomos até uma praia. Eu minha namorada e seu primo que é seu guarda costas.
Estávamos na praia e minha namorada Maiana ficou na areia eu e seu primo fomos para água e ficamos conversando, eu sem querer abaixei a sunga para tirar areia, vi seus olhos se esbugalharem me olhando.
Qual é cara nunca viu um cacete não, e ele gaguejando respondeu já vi sim, mas grosso assim não.
- Deixa disso que você só o viu mole precisa ver ele duro e babando pra saber o que é grosso!
-Uau nem sei o que dizer sobre isto, ele respondeu.
- Ai foi quando eu perguntei se ele era chegado a mamar um cacete?
-Eu gosto das duas coisas, de cacete e xoxota, mas adoro ser fodido por um macho de boa pegada bem dotada e gostosa.
-Respondi ah é?
 -Bom saber disso então abaixamos na água e mandei-o me punhetar.
O gayroto ficou louco de excitação e soube me deixar de cacete duro na hora.
-Alisava a cabeça puxando o prepúcio e em um vai e vem gostoso me deixou louco para foder.
E agora cara você me provocou?
-Bem ele falou ali perto tem um lugar que aluga alguns quartos, poderíamos ir à uma hora voltamos.
-Ah beleza eu falei você sai da água eu fico mais um pouco, pode me esperar lá perto do farol que já vou,tenho que dizer para tua prima que vou pegar uma coisa no carro.
-Beleza cara na minha pochete tem algumas camisinhas...
-Hum...  Eu indaguei quantas?
-Ele respondeu umas quatro (4) será que dá?
-Ele arregalou os olhos sorrindo disse sim ou mais se você quiser. Saiu da água com a bunda empinada parecendo uma putinha.
-Pensei comigo mesmo tu vai ver safado vou te arregaçar e sai para nadar um pouco.
-Dei umas boas braçadas na água de um lado pra outro para meu cacete baixar e quando sair da água chegando perto de Maiana perguntou ué cadê seu primo?
-Ela respondeu deve ter ido atrás de alguma garota.
-Ah legal amorzinho, vou ao carro buscar dinheiro e já volto você me espera?
-Claro amor não demore claro que não, vou ligeiro amor, mas sabe que o carro está longe, e o sol está quente demais.
Está bom amor vou tomar um suco e fico aqui me bronzeando para meu amorzinho.
Calcei os chinelos e sai pela areia procurando a minha presa avistei-o de longe tomando uma água de coco.
Pensei pode tomar água safado que daqui a pouco vai tomar é leite á vontade.
Cumprimentamos-nos como amigos e saímos conversando, ele sabia onde era o lugar e foi na frente. Acertou o preço por uma hora  e entramos rapidamente para não sermos visto.
Era um daqueles quartos pequenos com uma cama Box, um banheiro e duas toalhas cheirando a água sanitária sobre a cama.
O lençol estampado parecia decoração de festa junina.
Entrei já fui tirando a sunga, e fui logo falando toma vem chupar teu picolé que o calor esta demais.
O ventilador do teto parecia uma hélice de um teco-teco da segunda querra mundial, rodava sobre nossas cabeças. Eu em pé  perto da cama ele ficou sentado e logo começou a me chupar,
Ele não parecia ser afeminado, mas tinha jeitinho de gay enrustido estes são os maiores boqueteiros, adoram mamar.
Assim ele fez abocanhou começou a chupar meu cacete, com uma intensidade e gulodice a boca macia, sabia mesmo deixar um homem com mais tesão.
Mostrando-se um verdadeiro mamador de cacete, pois chupava com vontade, como se fosse o ultimo da terra.
Mas eu queria mais segurava sua cabeça e empurrava o cacete ate o talo mesmo, logo ele tirou sua sunga e pude ver um cacete pequeno como se fosse de um menino, até gostei fiquei mais tranquilo, pois sou comedor nato. Não queria confusão caso ele gostasse de um troca troca,meu negocio mesmo é foder,nada de dá minhas pregas de forma alguma.
Empurrei na cama e subi nele que ficou dentre as minhas pernas e soquei fundo meu cacete, pois o safado entalava tossia, mas não deixava de segurar com firmeza.
Ai enfiei um dos meus dedos em seu anel, fazendo uma massagem para lacear e fui forçando como se já estivesse penetrando com meu cacete.
Ele gemia... rebolava como uma potranca safada com meus dedos enfiados,o levantei deixando de costas pra mim  e ele foi logo empinando a bunda e rebolando  esperando o meu cacete.
Fui me encostando-se a ele todo aberto de quatro com as pernas abertas implorando que o comesse e fodesse seu rabo bem gostoso, e foi o que fiz... Meti gostoso dizendo que ele era um via Dinho muito safado, que seu rabo era uma delícia e apertado que eu ia arrombar com ele e ia gozar muito dentro dele...
E o tesão tomou conta eu Fo dia ele sem parar puxando pela sua cintura...
Chamando-o de minha putinha safada, dava tapas na sua bunda mandando-o rebolar mais pra seu macho, ele gemia pedindo que enterrasse fundo que queria gozar gostoso com seu macho atochado...
Aí tirei meu cacete deixando só a cabeça dentro e acelerei fazendo gozar gostoso no cacete de seu homem.
Ufa que delicia sentir as contrações mordiscando meu cacete.
Puta que pariu não aguentei segurei em sua cintura e exporrei como um cavalo, não sei como foi que conseguir gozar como gozei.
Ele ficou radiante e feliz vendo como gozei gostoso.
Aí sussurrei em seus ouvidos agora quero te comer sempre minha putinha safada, só espera você não dá bandeira com tua prima que é mais safada que você, ele riu e falou claro meu gostoso que teremos muitas e muitas outras fodas como esta... Meu cacete saiu de dentro dele tirei a camisinha ele sentou na cama e veio limpar seu macho de boca.
Nem bem tinha acabado de gozar e meu cacete já ficou ereto, aí que ele começou a falar safadezas, quanto mais ele falava, mais tesão eu sentia, Aí não deu outra ele se abriu na cama e eu me joguei por cima dele e comi ele gostoso de frango assado. Eu socava ele se balançava todo com seu corpo,sempre punhetando seu cacete que agora estava rígido,até sentir seu rabo mordiscar meu cacete bem gostoso, eu subia e descia dentro do seu rabo.
Eu já estava sem forças para me controlar, aí senti meu cacete se inflar as veias ficarem dilatadas, tirei e vi o estrago que tinha feito joguei camisinha fora e exporrei forte por sobre seu corpo.
Ele ficou aparando com a boca, se lambuzando como se fosse um bezerrinho faminto.
Tempo era curto, tomamos banho e cada qual saiu de uma vez.
Voltei para praia e minha namorada estava lá na barraca conversando com umas amigas. Quando cheguei ela perguntou se eu tinha visto seu primo respondi negativamente,ela riu dizendo deve está por ai com alguma putinha safada.
-Claro que sim amor, se for assim que saiba aproveitar afinal é solteiro.
-Pois é amor, e nós como vamos fazer hoje, ela na maior cara de pau falei amor ali perto ouvi dizer que tem uns quartos topa ir fazer amor com seu namorado?
-Claro amor sabe que sou toda sua.
Ela apressadamente pegou suas coisas e lá fomos nós transar em um final de tarde de domingo.
Ainda encontramos seu primo no caminho que com sorriso safado, piscou dizendo que estava tudo em ordem, mas ele viu para onde eu estava levando sua prima.
Depois de um rabo nada melhor do que uma xoxota gostosa para sacanear.
Ah como adoro fuder... Depois que comi sempre acontecia de eu está na casa de minha namorada e ela ir tomar um  banho enquanto eu ficava na sala vendo TV seu priminho safado me pagava boquete muito gostoso .Adrenalina do lugar o tempo corrido fazia com que eu gozasse rápido e o safado bebia meu leitinho todo sem deixar desperdiçar. E assim ficou mais de um ano até que ele voltou para casa de seus pais e acabou a farra.
Uma pena, mas quando está de férias ele já sabe quando e como me encontrar.

Docecomomel
Feira de Santana, 28/04/2014.
Bahia Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)