.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Aventura em alto mar



Olá... Saudades.
Andei um pouco ausente estava de férias, mas voltei com muitas aventuras que vou contar para o deleite de vocês meus caros amigos...
Bem vou relatar uma pequena aventura que eu tive recentemente no mês de fevereiro, foi durante o período de carnaval.
Para quem não sabe sou Marcela, divorciada 36 anos, sem filhos, sou morena, com cabelos de tamanho médios castanhos escuros e meus olhos também são castanhos.
Sou morena clara, não sou afro, que fique bem claro nada contra, mas
desde quando algumas pessoas sabem que sou baiana já me imaginam com cabelos dreads ou Black Power ou com a roupa típica de vendedora de acarajé.
Nada disto pessoal existe algo que é tradicional de cada região.
Vestimos-nos normal como toda mulher de qualquer estado do Brasil com clima quente e gostoso como é na Bahia.
Além do mais somos quentes por Natureza...
Desculpem o excesso de demagogia ou exagero de autoestima, mas meu Rey baianos somos assim alegre por convicção da boa maneira de viver bem... E feliz.
Bem voltando a minha aventura eu fui convidada para um pequeno passeio de barco, pelo litoral sul de nosso estado.
Eu não sou muito fã de passeio agitados com muita gente, mas por incrível que pareça eu aceitei e tive a sorte que devido a chuvas algumas pessoas convidadas desistiram, para alegria dos que foram.
O sossego de ficar em alto mar passeando ouvindo o som das ondas do mar.
O sol ameno e a brisa leve esvoaçavam meus cabelos. Apenas seis pessoas a bordo. Ouvindo uma musica suave,bebericando um campari,  perdida em meus pensamentos fiquei deitada em uma cadeira preguiçosa entregue a leveza do meu ser.
Em paz comigo mesma, mas assustei-me ao ser despertado por uma voz com sotaque estrangeiro.
Demorei a sair da letargia da noite anterior mal dormida, mas logo me dei conta de onde estava abri meus olhos e com uma mão protegendo dos raios que esplendorosamente brilhavam sobre nossas cabeças, pude distinguir de quem era a voz com timbre forte ali ao meu lado que falava!
usted hablas espanhol? Us Ted habla español
No io no hablo espanhol..
Ah si si.
No quieres conhecer a cabine principal? Quieres saber La cabina principal.
Ah si.
Eu no momento que olhei para aquele homem de olhar frio, mas com um semblante de Sheik, parecia que eu estava participando de um filme.
Um filme em alto mar, eu me senti  uma diva.
Entre o sonho fantasia e realidade eu e outro casal nos dirigimos até a cabine principal.
Assim fomos até a cabine daquele imenso barco em companhia do comandante, ou seja, do proprietário do barco.
Enquanto íamos andando em direção à cabine eu pude observar a fisionomia daquele homem simpático com alguns fios de cabelos grisalhos, barba e bigode que adoro, ele era um pouco alto, com músculos definidos com certeza em tempos de outrora fora uma atleta, andava lentamente com seu jeito firme dono da situação sabia para onde ia e com toda certeza sentia-se feliz de poder mostrar seu mais novo brinquedo pessoal seu barco...
Assim o seguimos pelo convés o Sol dava um tom especial com seus reflexos dourados brilhando em nossas cabeças até que descemos as escadas e a luz natural do dia foi substituída por lâmpadas frias, que davam um toque especial na decoração.
Logo que adentrei aquele imenso espaço sentiu uma sensação de paz, o clima suave transbordava como se eu no momento estivesse em outro plano,alem do momento presente.
Estejam à vontade vocês são meus primeiros convidados a conhecer este recinto.
A porta se abriu a nossa frente surgiu uma imensa cama forrada com lençóis de cetim de cor bege sobre ela muitas almofadas de estilo indiano. Realmente estávamos em local digno de um sheik, todos ali presente ficaram admirados da beleza impar do lugar.
Voltamos ate o espaço anterior e ficamos observando por um vidro o lindo por do sol que surgia a nossa frente.
Sem palavras... Logo o casal disse que voltaria até o convés eu fiquei sem ação e sem palavras apenas observando a beleza do por do sol no horizonte.
Até que meus pensamentos foram interrompidos pela voz austera do capitão, eu elevei minha cabeça perante seu olhar notei que ali na minha frente estava um homem de grande poderio financeiro, mas um homem só, sem amor sem família, que se dedicava ao trabalho exaustivo em tempo integral.
Triste contestação, mas é o que ocorre muito corremos por demais em busca de grandes poderes aquisitivos e acabamos atropelando nossos sentimentos que ficam adormecidos a mercê da própria sorte.
Mas eu não sou juíza para julgar ninguém tinha mesmo era que aproveitar os bons momentos que ali poderia usufruir e nosso anfitrião muito gentil se esmerava em exaltar a cordialidade servindo do bem e do melhor.
A noite um belo jantar foi servido que todos degustaram e não faltaram elogios, a musica suave tocava em um aparelho de som e aos poucos os casais começaram a dançar com exceção de minha pessoa e do comandante que também estava desacompanhando.
Mas o momento, à noite a musica suave nos empurrava um contra o outro ele me olhava eu retribuía seu olhar com um sorriso o magnetismo de ambos se atraiam logo estávamos os dois ao centro dançando juntamente com os demais casais. Amo dançar e quando encontro um bom par me deixo levar pela leveza da musica, o tempo vai passando e não apercebo que os outros casais saíram sorrateiramente ficando só eu e o capitão.
Quando noto fico tímida e peço desculpas, ele sorri feliz e dizendo... Parece-me que seus amigos e meus convidado adivinharam que estava querendo ficar a sós com você.
Ah... Não diga assim senão acabo me convencendo que é verdade.
Pois pode se convencer que estou sendo sincero com você e eu fique boquiaberta em meus 1,62 de altura olhando para aquele homem, minha cabeça nem chegava à altura de seus ombros.
 E como um passe de mágica me vi envolvida em um beijo terno a principio, mas logo foi tomando uma proporção descomunal e em instantes mi vi sendo levada pelos braços fortes de Markus, eu estava sendo conduzida a sua cabine particular, claro que não opus resistência era algo que também estava desejando e ao adentrar aquele pequeno mundo paradisíaco eu me sentia como uma... Diva sendo cortejada.
Markus me beijava com intensa paixão logo suas mãos ávidas começaram a tirar minha blusa fina,deixando meus seios expostos e com delicadeza ele os acariciava deixando os bicos eriçados,ai vocês imaginam como o tesão intenso se apossava de ambos,abri sua camisa e também lhe fiz carinhos em seu dorso nu,sua tez morena do sol reluzia dando um sombreamento atípico e sensual.
Senti seus lábios em meus seios e uma corrente elétrica percorreu meu corpo foi um choque sexual e no mesmo instante senti que minha xoxota ficou ensopada.
Meu rosto ficou afogueado de tesão e Markus deliberadamente começou a tirar minha saia e eu sua calça... Ambos de roupas intimas em um abraço, eu sentia seu membro tocar em meu umbigo.  E inclinando a cabeça para baixo em um ângulo de visão eu só conseguia enxergar um cacete duríssimo que saia sobre o cós da cueca.
… Eu bem que tentei fazer de conta que não tinha visto nada, mas os seus movimentos de quadris induziam a uma dança sincronizada e sensual.
sem falarmos nada Markus foi me apoiando entre as almofadas e começou abaixando minha calcinha e sua boca apossou-se de meus lábios vaginais me proporcionando prazeres,
Insanos eu não queria e nem tinha como protestar… Meu primeiro orgasmo foi intenso e demorado, mas quando Markus arqueou um pouco o corpo, se colocando encaixado dentre minhas coxas, soltei um gemido dizendo que seu cacete era muito grande que iria me dividir ao meio, rimos gostosamente, e com zelo minhas coxas foram se abrindo senti seu cacete vibrando e o calor de sua pele em contanto com a minha, cruzei minhas pernas em sua cintura e com golpe forte e certeiro senti a cabeça penetrar e uma sensação de ardor foi dando lugar...
Os belos momentos de tesão , ambos suspiravam entre gemidos e sussurros assim ele me fodia e eu rebolava como doida... Até entrarmos em um êxtase completo.
Ficamos abraçados sem palavras até fomos tomar um banho rápido e voltamos para cama e entre os lençóis macios voltamos a nos amar.
Fizemos uma variação de posições algumas delas até conhecida por mim em teoria, mas que foi muito bom conseguir realizá-las.
Uma delas foi senti o gozo de Markus se aproximar e na hora de gozar tirar cacete e exporrar todo seu leite em meu rosto. Foi algo diferente nunca antes ter feito e não faltaram outras oportunidades.
Acabamos realizando sexo anal e adorei ter Markus atracado como se fosse um garanhão atrelado a uma potranca fogosa sedenta de sexo.
Foi à realização de um sonho amar em alto mar. Desse jeito foi que eu tive minha primeira experiência com um coroa... Educado gentil e carinhoso sem deixar de citar que é muito fogoso...
-Eu o adorei.
- Várias outras fodas se seguiram entre nós, mas isto fica para outras histórias posteriores...
Que depois eu conto, pois agora tenho que aproveitar que meu marinheiro está aqui do meu lado querendo muito transar...
-E eu é claro não sou de fogo negar...




Docecomomel (hgata)
Feira de Santana, 23 de abril de 2014.
Visitem meu blog

Um comentário:

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts