.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Cunhada Safadinha e Gostosa.







Comi a cunhada em minha própria casa... Eu estava no meu pequeno escritório elaborando meu plano de viagem semanal, quando repentinamente entra minha cunhada entra aos prantos. Entre surpreso e zangado indaguei o que  havia ocorrido.
Eu sou Alessandro tenho 38 anos sou casado com Márcia uma professora de educação física e vivo bem com meu casamento. Sou representante comercial e viajo durante a semana de terça a sexta.
E isto me ocorreu em uma segunda feira que é o dia que organizo meu plano de viagem que a empresa envia por email.
Minha cunhada é uma jovem de 20 anos que durante minha viagem fica de companhia para minha esposa sua irmã, pago a ela por isto. E ainda sua irmã lhe dá muitos presente,isto ajuda pois ainda é estudante.É um pitéu de gostosa sempre a homenageio em minhas punhetas.Quando em alguma cidade sózinho estou.
Marina entre lagrimas me contou que tinha brigado com namorado, eu pedi que ficasse calma Marina se seu namorado é cego não enxerga a menina linda que você é esquece ele deve ser um babaca, foi o que afirmei.
-Você me acha gostosa Alessandro?Ela me perguntou eu fiquei sem jeito de responder, mas era preciso.
-Claro que sim Marina você é muito bonita e gostosa.
-Quando ela me perguntou se eu sentia tesão por ela, fiquei sem chão,mas tinha que ser sincero.
-Olha Marina sou normal como todo homem e vou-te dizer sinto sim quando chego a casa e te encontro com estes shorts curtos morro de tesão, já bati muita punheta pensando em você.
-Jura? E porque nunca me falou nada?
-Falar o que Marina você é minha cunhada.
-Ah poderia ter dito quem sabe poderíamos zuar um pouco minha irmã só anda fora mesmo.
-Você tem certeza do que está falando Marina?Olha como já estou de cacete duro.
-Claro Alessandro que tenho certeza ou você acha que com 20 anos ainda sou virgem? Pois se acha isto está enganado, pois transo com meu namorado desde os meus 18 anos. E minha irmã sabe disto que eu já falei para ela,só não libera trazer ele para dormir em sua casa.Quer dizer não libera,mas é claro que o meu namorado já ficou aqui as escondidas.
-Ah é?Claro ele entrou pelo portão lateral sem tua esposa saber.
-E esta conversa fui tomando um rumo diferente eu deixei meu trabalho de lado, minha cabeça só pensava em transar com aquela ninfeta safadinha, chamei para sentar no meu colo ela veio.
Fechei a porta do escritório e Marina veio e sentamos no pequeno sofá.
Seu cheiro penetrava em minhas narinas como um afrodisíaco. Minha cunhada novinha ali ao meu lado doidinha para fuder,sem  outro pensamento fui abrindo sua blusa,comecei apalpar seus seios pequenos com biquinhos eriçados. E fiquei louco quando comecei a mamar.
Uma delicia ouvir seus gemidos parecia uma gata ronronando, tirei seu short e quando vi sua calcinha de renda vermelha, pensei que meu cacete iria explodir dentro da bermuda.
 Logo tirei minha bermuda ficando só de cueca a cabeça do meu cacete saia pelo cós. Tirei sua calcinha e comecei a lamber sua xoxota lisinha. A safadinha estava ensopadinha e gemia muito. Deitei no pequeno sofá arrastei-a para que ficasse sentada em meu rosto e comecei uma sessão de sexo oral. Marina veio por cima e começamos um sessenta e nove completo
Mostrei a ela o que uma língua gulosa poderia fazer, lambia sua xoxota, brincava com um dedo em seu buraquinho, que latejava,lambia e salivava deixando-a louquinha de tesão.
A safada rebolava em meu rosto deixando-me todo lambuzado eu socava meu cacete em sua boca até o talo. Eu já não estava aguentando com tanta vontade de gozar,quando a safada viu que eu já não aguentava mais de tesão reprimido começou a lamber meu saco,avisei que já ia gozar ela como uma boa putinha pedia  para eu gozar na boquinha gulosa. Falava assim gemendo goza...Na boquinha da cunhadinha safada goza! Eu quero leitinho... Ai não teve como segurar soquei com força e dei três (3) fortes jatos de leite na goela da cunhadinha safadinha.
Ele bebeu tudo e se vocês pensam que paramos por ai se enganaram. Marina fogosa deu mais uma deliciosa porção de seu mel na minha boca,que eu nunca senti um gozo tão intenso.
Paramos alguns minutos fomos tomar um banho, o tempo passava rápido e enquanto tomava banho eu não aguentei e quando estava a ensaboando minhas mãos percorria seu corpo inteiro. Quando alisava sua bunda dei-lhe um tapa,e sorrindo  falei...Eta  potranca gostosaaaaaa!
Ela toda assanhada respondeu vem galopar em sua potranca vem... E empinou a bunda,.Caracas  eu fiquei louco de tesão e só peguei o primeiro creme que encontrei coloquei na palma da mão e comecei a lacear seu rabo.
E encostei a cabeça do cacete e comecei a forçar, ela rebolava em alguns momentos. Coloquei mais um pouco de creme e segurando-a pela cintura forçava tentando facilitar a penetração ela rebolava ,gemendo,perguntei se queria que parasse,ela respondeu que não então forcei mais um pouco até que ela  soltou um gemido rouco,parei alguns segundos depois que cabeça do cacete entrou . Senti Marina relaxar. Com carinho pelo corpo fui aos poucos aumentando os movimentos e Marina gemia e rebolava com meu cacete encravado.E em poucos minutos metia com vontade,teve momentos que tirava cacete só pra ver o rabo dela todo arregaçado e logo metia novamente até o talo.
Marina minha putinha safada é agora que vou te encher de leitinho... Ai meu cunhadinho tarado come sua putinha foi gostoso...Acelerei com estocadas fortes e gozei como um cavalo nas suas entranhas.Parecia que tinha séculos que eu trepava.Fiquei atracado com ela ali mesmo no banheiro até meu cacete amolecer e sai deixando um rastro de esperma e sangue...
Respiramos aliviados e tomamos nosso banho sem muitas palavras até que Marina com cara de safada falou e agora cunhadinho serei sua putinha nas horas vagas?
Respondi bem é você quem decide o que devemos fazer.
Já está resolvido serei sua putinha quando você quiser, desde quando minha irmã não saiba é claro.
Claro que concordo Marina afinal sexo quanto melhor.
Tomamos um suco e com se nada tivesse acontecido Marina saiu.
-Pensei... Agora estou bem arrumado enquanto minha esposa trabalha me divirto com uma safadinha gostosa,  e vou levando a vida numa boa  até quando puder.Afinal Marina tem seu namorado e precisamos conciliar o tempo.Mas que é uma safadinha não posso negar....Depois volto para contar como foi quando ela transou comigo e depois foi se encontrar com namorado com a xoxota cheia de leite.Ainda falou que ele ia chupar ela para sentir meu gosto....

Docecomomel (hgata)
4ª conto de 2014.
Feira de Santana, 03 de fevereiro de 2014, Bahia Brasil.
Imagem do google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts