.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Negro e bem dotado...Alguém resiste?



Olá.
Eu sou a Marcela tenho 36 anos sou morena clara peso 62 kg e minha altura é 1,69. Eu estudo pedagogia e trabalho em um escritório meio turno.
Sou uma pessoa de bem com a vida.
Amores... São como ondas do mar. Vem e voltam... Moro em um pequeno condomínio composto por 10 casas.Um lugar aconchegante e simples,mas muito bem cuidado.Bom,eu tenho um vizinho que mora sozinho ele é  um negão,alto e forte meio bombeado e muito gostoso.Eu já o vi varias vezes quando vou saindo de casa e ele chega de seu Cooper matinal.Seu corpo negro suado do exercício físico brilha ao sol.Um tesão com suas pernas musculosas. Ele é policial do batalhão de choque,poucos sabem disto,mas minha faxineira e amiga da empregada dele  e ouvi as duas conversando...Bem assim.
-E não é mulher,já viu que coisa um macho daquele se desperdiçando sozinho... Ele não tem mulher não?
-Olha mulher certa não, mas sei que trás mulheres para casa em finais de semana, pois quando chego é bagunça de todo quanto é jeito.
-Ai... Minha faxineira diz bem assim e tu querias que a mulher arrumasse é?
 -Com um homem daqueles eu não consigo nem respirar imagine arrumar nada. (risos) .Ouvindo as duas proseando até eu sorri.
Um dia estava voltando da escola e como era um dia chuvoso não havia ninguém na rua. Estava andando distraída quando ouvi alguém chamar, vizinha ou vizinha... Quando olhei era o meu vizinho o nome dele é Paulo:
-Olá vizinho tudo bem? Interpelei...
-Sim vizinha hoje estive em sua casa e sua faxineira disse-me que só voltaria à noite, então resolvi prestar atenção a sua chegada.
-Entendo alguma novidade?
-Não eu apenas vou fazer aniversario no próximo sábado e decidir chamar meus vizinhos para uma pequena reunião.
-Hum desde já meus parabéns. Ele respondeu obrigado,mas poderia ser com um beijo de felicitação?
-Claro desculpe-me e fui a sua direção dar-lhe um beijo de cumprimento na face, mas quando eu me aproximei ele apenas enlaçou uma de suas mãos em minha cintura e beijou-me na boca. Fiquei petrificada com a ousadia,não abri os lábios e o beijo ficou em um selo de lábios.
-Ele sorriu e soltou.
-E já foi saindo dizendo te espero ansiosamente no sábado.
-Aff que petulante quem ele pensa que é? Foram meus pensamentos, mas eu bem sabia que ele pensava que era um cara gostoso cheio de energia. E tinha toda razão pois esbanjava virilidade.
Assim a semana transcorreu normalmente, na sexta feira outra vizinha e amiga me perguntou se eu iria pra o aniversario do Deus Negro?
-Deus Negro! Sim Marcela não se faça de inocente, não me diga que você nunca pensou naquele homem como macho? Se não pensou é a única do condomínio que nunca notou a força que emana daquele corpo. Ai ai ainda bem que Mauricio está em casa senão me deixaria ser seduzida por ele para uma comemoração mais intima (risos) pós-festa. (risos)
-Droga ainda mais esta desde o dia que Paulo me fez o convite e deu-me um leve beijo que não sai dos meus pensamentos, ainda mais que estou solteira já há (4) meses.
Problemas a vista foi que pensei... Mas no sábado logo cedo fui ao salão,fiz minha unhas dei uma geral em meu corpo  em termos de depilação. As 20hs comecei a me arrumar, vesti um vestido preto tomara que caia e um sapato preto. Me esmerei no perfume e a maquiagem foi leve nada que chamasse muito á atenção.
Quando cheguei à casa do meu vizinho por lá já havia alguns amigos do condomínio mesmo, entre uma conversa e outra eu observava o Paulo que estava muito elegante e bonito. Notei também que não tinha nenhuma mulher de companhia com ele.Depois dos cumprimentos formais eu fiquei de conversa com a minha vizinha Vera e seu marido Mauricio.
E ela como sempre me alfinetava e ai Marcela, veja como está bonito nosso Deus negro e sorria.
-Ah Vera para de provocar!
-Ah deixa de ser boba ele não tira os olhos de você menina!
-Hum ...Nada respondi ,mas eu bem sabia a atração que estava sentindo pelo Paulo.
Já perto de meia noite as pessoas iam saindo e eu decidir ir embora e quando fui me despedi do Paulo ele pediu que ficasse mais um pouco que me levaria em casa. Sem jeito de negar-me fiquei,mas sentia que algo estaria por vir.
Logo todos foram saindo para suas casas. Eu já me dirigia até a porta quando Paulo segurou-me pelos ombros e com uma das mãos apalpou minha bunda.
Fiquei com a respiração já ofegante, ele sempre sorrindo foi beijando meu pescoço. Apertava-me de encontro a seu corpo másculo e forte, me deixando vulnerável e com muito tesão. Fechou a porta e fomos até o meio da sala onde havia um tapete,discretamente abaixou as alças do meu vestido que caiu e Paulo foi beijando meu corpo,me elevando ao clímax.Meus pensamento ficaram entregue ao torpor do prazer.
Entreguei-me de corpo e alma e fui tirando sua calça acariciei seu cacete sobre a cueca sentindo toda rigidez de seu membro. Salivei e beijei sua virilha. E abaixei a cueca de onde me saiu um belo membro negro de aproximadamente 21 cm com a cabeça vermelha,a impressão de uma tocha acesa,já ia abocanha-lo quando Paulo com sorriso falou.Calma ainda não é a hora apressadinha. Quero brincar com você primeiro minha gostosa. Ansiei este momento.
Paulo e eu deitamos no tapete ele beijava-me, mordia meu pescoço, minha barriga, minha xoxota por cima da calcinha, mas sem tirar, afastava de um lado e outro e metia sua língua tocando meu grêlo deixando-me cheia de excitação.
 Depois ele se deitou e pediu que eu me levantasse e sentasse em seu rosto.
-Isto não era um pedido, era uma ordem.
-Mas eu ainda sentia um pouco de vergonha, relutei um pouco até que Paulo segurou em minha cintura e me conduziu ate seu corpo;
_ Tira calcinha minha safada gostosa. Fiquei mais excitada ainda vendo seu olhar de suplica. Resolvi entrar no clima e entreguei-me de vez na sacanagem.
Paulo acariciava meus seios, ia com uma mão até minha bunda e apertava,dava tapas e acabei me virando e lentamente fui deitando sobre seu corpo. Minha boca tocava sua virilha.Eu lambi e acariciei seu cacete deixando úmido de minha saliva,até abocanhar de vez e mamar como a uma bezerrinha . Mordia meu grêlo, lambia e sugava todo meu mel,mas eu estava muito excitada, adorando aqueles momentos.
 A estas alturas já estava todo molhado seu rosto todo lambuzado de meus fluidos e eu alucinada pra ser comida e... Bem comida.
Ele ficou em pé e eu de joelhos e Paulo junto a mim chamou-me segurando o cacete apontando para minha boca.
-Vem me chupar, vem putinha...Vem tomar leitinho.
Nossa o mastro estava tão  duro que chegava fazer um arco apontando para o umbigo. Cheguei bem juntinho, dei uma lambida por toda cabeça, e  abocanhei bem firme.
Segurando na base virando minha cabeça de um lado a outro.
Paulo safado segurava-me pelos cabelos e batia com cacete em meu rosto
 Depois de um bom tempo engolindo ele inteiro, descia e chupava seu saco. Ouvia seus gemidos,que pareciam urros.
-Isso vagaba, chupa gostoso vai, ah delícia puta safada boqueteira ,papai vai da leitinho bebezinho quer?
Segurava em meus cabelos, metendo em minha boca como se ela fosse uma xoxota, e eu não conseguia nem parar depois de um tempo senti seu cacete se avolumar e jatadas de leite exporrar garganta adentro.
 Foram momentos únicos Paulo gemia de prazer...Eu é claro também sorvi de seu leite sem deixar perder uma gota se quer.Nos beijamos e ele sentiu ainda o sabor de seu esperma em minha boca.Fiquei no tapete de quatro e Paulo coloca uma camisinha e nossos desejos unidos em êxtase em segundos nossos corpos acoplados em um frenesi galope e extenuados gozamos juntos.Elevando-nos ao prazer máximo de um intenso e surreal orgasmos simultâneos.
Digo surreal pela intensidade do orgasmo.Foi a minha primeira vez com Paulo um negro lindo,bem dotado safado que sabe chegar e tomar conta da situação.
Bem depois eu conto como foi o nosso primeiro anal...Porque foi difícil de aguentar seu mastro de 21 cm e com a intensidade que Paulo gosta é preciso saber e querer ter muito prazer.



Aguardo comentário.
Docecomomel(hgata)
Vejam meus blogs: Imagem do google
http://desejosdeinsanos.blogspot.com.br/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts