.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Eu e meu padrasto.

.




Olá.
Hoje venho relatar como foi minha primeira vez com o meu padrasto.
Depois que meu pai faleceu minha mãe sempre me aparecia com algum namorado novo, mas eu sabia que era namorados ,mas por respeito ela dizia que eram colegas de trabalho.
Sempre em finais de semana ela estava com um colega novo e saiam para dançar e voltava bem tarde:
Eu nada dizia afinal ela era nova e ainda com seu  45 anos  precisava  divertir-se e ter um novo amor.
Mas o ultimo namorado dela quando me foi apresentado fiquei surpresa,pois era um rapaz bem mais jovem que ela .Era negro,alto forte um belo exemplar de homem...Bem diferente dos coroas que eu estava  habituada a ver em companhia de minha mãe.
Fiquei realmente surpresa!
Nada demais em ser negro  mas quando vi que era bem mais jovem que minha mãe fiquei realmente preocupada.
Assim o tempo foi passando e minha mãe com maior love com o rapaz que tinha o nome de  Lucas,na verdade eu não ia muito com cara dele.
Mas nada dizia ate pensei que era ciúme infantil,e o tempo foi passando.
E o amor deles cada vez mais forte muitas vezes quando chegava à casa do cursinho minha mãe já estava no quarto e eu sabia que o Lucas estava com ela, me trancava no quarto e ia tentar dormir... Tentar porque os sons de gemidos eram perturbadores.
Com mais raiva eu ficava do tal Lucas...Achava  que era um explorador de mulheres indefesas e carentes.
Mas por respeito a minha mãe nada dizia.
Eu já estava com 18 anos e estava com um namorado colega do cursinho.
Depois  de uns três (3) meses,minha mãe muito séria disse-me que tinha algo muito importante a falar comigo.
Eu de boa fiquei em silencio ouvindo minha mãe exaltar seu namorado e depois a noticia bombástica que ele viria morar em nossa casa.Me faltou chão.
Caracas que surprêsa , adeus privacidade um homem dentro de casa que não era meu pai não seria nada bom,mas minha mãe estava feliz eu tinha que concordar para o bem dela.
Apenas assenti tudo bem minha mãe se é para seu bem estou de pleno acordo.
Mas eu bem sabia que seria um martírio para eu poder conviver a partir daquele dia em diante.
Na sexta feira Lucas veio com suas tralhas e logo estava agindo como se fosse o dono da casa, ai eu ficava toda tímida e  incomodada quando via os dois se agarrando no sofá quando eu chegava mais cedo do meu curso,os cumprimentava e ia direto para meu quarto,passei a sair mais a conviver com minhas amigas ,só para não ver o casal em lua de mel.
Não foi uma vez só que eu notava que Lucas estava super excitado entre beijos e abraços com minha mãe.
Poxa minha tortura era intensa.
Era um sufoco e algumas vezes me sentia tão perturbada com os gemidos do casal que era obrigada a bater uma siririca e pensava em Lucas. Imaginava com era seu cacete.Assim o tempo foi passando e saia com meu namorado íamos a motel mas na hora que estava transando em meus pensamento só existia Lucas.
O meu Deus negro o Deus do ébano, e com pensamentos em outro que não era o que estava transando comigo naquele momento tinha orgasmos maravilhosos.
E o tempo foi passando e cada dia eu ficava mais apaixonada pelo meu padrasto,mas o tratava com indiferença e algumas vezes ate ignorava-o tentando me proteger .
Como minha mãe é professora precisou ir até a capital participar de um simpósio.
Era apenas um final de semana, mas o Lucas iria ficar.
Até gostei pelo menos não ficaria sozinha em casa mesmo que não tínhamos dialogo já era bom saber que tinha outra pessoa em casa para eu não dormir sozinha.
Minha mãe viajou  com o grupo de professores do município,na manha de sexta –feira.
Eu fui para meu curso e voltei era umas 22.30,abri a porta  e vi o Lucas deitado no sofá vendo TV tomando cerveja.
O cumprimentei e fui para meu quarto.
Depois de alguns minutos tomei um banho e fui fazer um lanche.
Estava vestida com um robe, nada de sex todinho composto para evitar problemas de assédio desde que o Lucas veio morar em nossa casa a 3 meses trás modifiquei meu estilo de vida.Evitar problemas sempre foi minha meta.
Quando eu me abaixei em frente à geladeira para pegar uma fruta sou encochada com força.
Dou um grito de surpresa e olho para trás.
É o Lucas que segurando em minha cintura sorri e foi dizendo.
-Ah até que fim a  sós com minha putinha,estou esperando esta oportunidade faz meses , se for fogosa como a tua mãe vou me dá é bem esta noite.
-Exclamei ...Me larga!
Calma que seu padrasto só quer se divertir um pouco.
-E com suas mãos enormes iam me segurando e palpando meu corpo.
Fiquei de frente para ele que lentamente tirou minha roupa e afastando-se para me olhar exclamou.
-Uauuuu que gatinha gostosa!
E Lucas me encostou contra a parede da cozinha segurando pelos meus braços  foi chupando meus peitinhos, enfiou a mão por baixo da minha calcinha,foi acariciando minha xoxota até enfiar dois dedos entre meus lábios vaginais e ficar brincando me deixando mole de tesão.
Por mais que meus pensamentos  quisessem dizer que eu não estava gostando meu corpo me traia. Eu tentei escapar da situação, mas estava presa na armadilha de minha libido.
Lucas calmo seguro do efeito que exercia sobre mim ia a cada momento me subjugando aos prazeres carnais.
-Ai que putinha gostosa toda meladinha , se esfregou co namoradinho foi?
-Ou é tesão pelo padrasto mesmo ein , responde putinha.
Sabe que só estamos nós dois e não vou te obrigar a foder comigo ,sei que você quer tanto quanto eu...Responde quer ou não quer que o  Lucas te faça ser uma mulher verdadeira...
-Sei que fica acordada ouvindo  eu trepar com tua mãe...Agora é sua vez safada!
E Lucas foi sugando e mamando em meus seios e foi com sua boca morna  foi descendo pelo meu corpo.Parecia um rastilho de pólvora seguindo uma trilha em direção a minha xoxota.
Caracas quando Lucas com sua boca ávida se aproximou de minha xoxota , meu corpo tremulava de excitação.e ele com u jeito afastou minha calcinha de um lado para outro e com linguadas tocou em meu grelo que estava durinho de tesão.
E em um rompante levantou me segurando no colo e foi em direção a meu quarto.
- hum ... Que delicia!
Vou fazer destes momentos breves serem inesquecíveis para você vou te dá a melhor prova de carinho que eu possa te oferecer.
Colocou-me na cama e foi abrindo minhas pernas com carinho e caiu de boca na minha xoxota.
Gemi alto ahhhhhh delicia.
-Estava toda lisinha,Lucas brincava com sua língua circulando de um lado para outro fazendo de meus lábios vaginais seu brinquedo.
Lambia e sugava depois afundava sua língua gulosa me fazendo estremecer de prazer.
Comecei a gozar profundamente sentindo meu mel escorrer pela língua gulosa do Lucas meu padrasto safado e muito gostoso.
Foram momentos de intenso prazer.
Ah a putinha gostosa hoje você é meu brinquedinho,vou te mostrar como é uma foda de verdade.
Vou te comer de todo jeito como faço com tua mãe hoje serei seu dominador.
Levantou seu corpo e abrindo minhas pernas começou a meter o cacete lentamente ate que a cabeça entrasse,depois foi forçando aos poucos me fazendo gemer gostoso.
Seu cacete negro que mais parecia um porrete estava todinho dentro de minha xoxota,sentia-o latejar.
Lucas forçava dando estocadas fortes, comecei a gemer ..
Aahhhhh...aaahhhh...
Vai mete mais ...
Ahhh...Uuuuuuuuuuuu.
Ahhhh vai mete gostoso na tua putinha.
Ai Lucas que delicia de macho tu é.
Eu gozei também com seu porrete encravado,parecia uma mundana, pois pedia,mais e mais cacete e rebolava muito que Lucas ficou alucinado e despejou litros de porra por sobre minha barriga.
Ah que delicia de foda foi o que ele me disse entre beijos.
Fomos tomar um banho e no banheiro paguei um boquete bem gostoso so tive  um pouco de dificuldade pois seu cacete negro era bem grosso quase não conseguia chupar direito.
Uma delicia.
Lucas super carinhoso me disse que sempre sentiu  atração por mim e quer continuar sendo meu amante.
Mas deixaremos para pensar isto depois afinal ainda temos tres (3) dias de muita trepação.
Logo os dois banhados fomos para o quarto.
Aí que vi a xiripoca piar quando Lucas todo safado veio apalpando e dando beijos em minha bunda.
Fomos para cama e com jeitinho todo carinhoso Lucas me colocou dequatro ( 4) e com pequenos tapas na bunda e mordidinhas de leve foi induzindo ao êxtase.
Quando o vi pegar um pode de creme já senti umas mordiscadas no meu rego.
Lucas foi me laceando e entre beijoa e lambidas logo Lucas brincava com dois dedos enfiado no meu anel.
Eu estava gostando,  pois o safado sabia fazer você sentir prazer ,suas palavras carinhosas seu jeito meigo,bem diferente do Lucas que eu conhecia.
Assim quando Lucas começou a forçar. Segurei na cama empinando mais minha bunda e Lucas foi forçando sem dó nem piedade ate que cabeça entrou eu gritei Lucas parou e com carinhos e palvras doce fui me deixando ser levada aos prazeres do sexo anal.
Seguranddo pela cintura me puxando de encontro a seus quadreis
Lucas metia em um vai e vem constante logo eu gozei.
E com as contrações de meu ânus Lucas acelerou mais as metidas  eu senti seu cacete se avolumar dentro do meu rabo e em minutos Lucas encheu a camisinha de porra.
O cara parecia um animal no cio .Ficou umbomtempo atracado em minha cintura e o cacete demorando a ficar mole.
Quando com um sorriso ele falou...Pronto minha putinha agora só falta você galopar em seu amorzinho.
Respirei fundo e fomos tomar um novo banho para recomeçar uma nova sessão de sacanagem.
Ps.Agora eu conseguir entender porque minha mãe andava tão feliz,pudera com um macho daquele tudo tem que ser só felicidade.
Concluindo depois do final de semana com muito sexo eu e Lucas decidimos ficar como está,apenas umas fugidas rápidas para saciar o desejo carnal.
Muito sexo e é muito mesmo o safado parece uma maquina de trepar.

Docecomomel(hgata)
Se gostar comente
.As critica se fazem  necessárias
Imagem do google


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts