.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

segunda-feira, 1 de julho de 2013

A Ninfetinha virgem me presenteou seus cabaços!






O meu nome é Marcos esse é um dos meus contos que mais senti prazer em escrever.
Eu cheguei a casa mais cedo do que minha esposa.
Nosso filho fica com uma babá, que era a filha de nossa vizinha uma moça morena com corpinho de menina, mas bem gostoso.
Era um pitéu, seus olhos tinham um brilho que às vezes expressavam um convite à safadeza.
Eu a observava e sentia um tesão danado por aquele peitinhos pequenininhos que me deixava excitado. Mas fazer o que não é,vizinha e ainda cuidava do meu filhinho só me restava mesmo punhetar em sua intenção.
_Mas Deus ajuda um bom filho e eu sou um abençoado
Então minha esposa precisava ficar dois dias fora na capital fazendo um curso referente a seu novo cargo no trabalho.
E pediu que a filha da vizinha nossa babá ficasse com nosso filho.
Ela concordou e eu vi ali a minha chance de concretizar a minha fantasia que era mamar naqueles pequenos seios.
 No dia seguinte eu sai para trabalhar e avisei que iria voltar um pouco mais tarde do serviço.
Quando cheguei já perto de meia noite eu não vi ninguém em casa ai fui até o banheiro tomar um banho.
Demorei bastante no banheiro e sem me preocupar com nada havia deixado a porta aberta. Eu sentia que alguém me observava.Mas não vi ninguém.
Mas quando eu ia saindo do banheiro enrolado na toalha vou ao quarto do meu filho e lá vejo a cena mais desejada de minha vida.
Larissa (babá) estava recostada na cama e meu filho dormindo em seu berço.
Fiquei estático na porta apreciando a cena maravilhosa que meus olhos ansiavam ver.
Fiquei de cacete duro na hora.
Também não sou de ferro.
Mas ver aquelas coxas nuas toda de fora e seus seio com biquinhos pontudos deixou-me com um tesão que meu cacete começou a latejar de tão rígido.
Eu estava apenas de toalha.
Não aguentei e me aproximei e logo fui acariciando suas coxas, ela se mexeu e ficou com as pernas levemente arqueadas mostrando todo seu montinho de Vênus.
Ah... Que loucura.
Sinceramente foi uma loucura o que fiz...
Arrisquei-me demais, mas a safadinha fez de propósito.
Abaixei e sentei na cama e fui apalpando seu corpo inteiro.
Logo em minutos eu estava mamando seus seios à parte de cima de seu baby durou ela me ajudou a tirar, e com sorriso de safada disse, ai senhor Marcos pensei que o senhor não chegaria!
Chequei minha safadinha e vou te mostrar onde é o paraíso, pois é para lá que vou te levar.
- A... Que tesão !
-Puxou minha toalha e ficou só me punhetando.
-Eu enlouquecido gemia sentindo as suas mãozinhas delicadas segurando meu cacete com carinho mexendo de lá para cá.
_Ai foi impossível de controlar nosso tesão silenciosamente desci sobre seu corpo e cai de boca em sua xoxota ,com pelinhos ralos e me deliciei chupando seu grelinho que me levou a loucura.
Caramba a putinha safada era virgem.
Larissa minha gostosa tu é virgem ainda?
-Sim sou! Apenas tive uns namoradinhos e só brincava nas coxas.
-O meu tesão aumentou chupar uma xoxotinha cabaço era bom demais.
-Caracas era virgem, mas uma mestra  no boquete  que nem todas as putas que já comi já tinha me mamado como a safadinha estava fazendo.
Não estava dando para segurar,quando a putinha começou a gozar na minha boca eu enlouqueci,suguei seu grelinho que ficou tremulando em meus lábios. Sentir seu gozo na minha boca foi o melhor sessenta e nove(69) de minha vida.
Passado alguns segundos a virei de quatro coloquei uma camisinha e fui acariciando suas costas dando leves tapas na sua bunda e sempre com meu cacete rígido apontado para seu anel.
Lambuzei de saliva aquele cuzinho rosa e delirei de prazer, não conseguir resistir mais. Aproximei e esfreguei meu cacete no olho do anel forcei:
Empurrava e parava um pouco, sempre acariciando seus seios e bunda. Ela rebolava timidamente,mas os carinhos a incitavam a gemer.
E como gemeu alto quando finalmente atochei o cacete de vez e parei para se acostumar.
Fui ao delírio sentindo suas carnes latejando em volta do meu cacete.
Caracas que delicia de rabo.
Ai não teve como segurar mais e com ritmo cadenciado estocava com vontade naquele rabo virgem.
Foram mais de 15 minutos de bate-estaca eu sentia seu grelinho nas pontas dos dedos, expelindo seu precioso mel.
Como ela era bem menor que eu e inexperiente ficou fácil de colocar no frango assado sem tirar cacete te dentro.
Coloquei suas pernas em meus ombros e subia e descia ate senti os culhões baterem em sua bunda.
Foi o anal mais maravilhoso, pois além de comer seu cuzinho virgem estava mamando em seu peitinhos de moça que foram por meses meu maior desejo.
Ai não conseguir suportar quando a putinha disse mete meu puto safado goza que quero que você tire meu cabaço.
Fui ao êxtase com poucas estocadas não aguentei de tesão gozei.
Foi como se tivesse em um sonho.
Depois de algum tempo meu cacete foi saindo do seu rabinho e ficamos abraçados ate de madrugada.
Não foi possível comer seu cabaço naquela noite, pois meu filho choramingou.
Mas no dia seguinte eu tive o meu presente.
Minha esposa telefonou avisando que viria pela manhã ai sai do trabalho umas 2 horas de antecedência e levei a minha putinha para minha cama e mostrei a ela como é que um homem de verdade dá prazer a uma mulher. Eu em meus 8 anos de casado nunca tinha transado tantas vezes consecutivas.Fizemos todas posições imagináveis,Larissa adorou e agora minha amante.
Parecíamos duas maquinas de fazer sexo.
Foi uma fora atrás da outra e assim amanhecemos com as pernas bambas, mas felizes.
 A partir desse dia sempre que posso levo minha ninfetinha safadinha ao motel e tiramos o atraso. Larissa aprendeu muito rápido os prazeres carnais e sabe levar um homem a loucura.
E é claro que eu adoro enquanto puder levar adiante esta aventura, vou continuar comendo-a sempre.
Nem gosto de lembrar-se da xoxotinha gulosa que adora sentir meu cacete atochado.




È isso aí leiam meus contos nos meus blogs tbém.
Docecomomel (hgata)
Skype:docecomomel2011@hotmail.com

Um comentário:

  1. Boa tarde poetisa, o seu conteúdo erótico/afetivo esta repleto de todos os elementos que nos levam ao topo da excitações, destes aos teus esfomeados personagens, a libidinagem, que necessitavam para ser protagonistas de uma foda deliciosa, que deixou meu pau marejando aquele liquido lubrificante que diz também quero comer esta bucetinha gostosa, parabéns pelo seu excitante poema, um grande abraço, MJ.

    ResponderExcluir

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts