Acessos em Êxtase !

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Corno Sempre Corno, Mais um Corno Feliz.






“Fode comigo amor”... fode tua putinha safada com esse cacete preto grosso...! Eu estanquei na porta imediatamente não tinha noção do que ocorria em meu quarto.
Entre surpreso e assustado abro a porta silenciosamente e me deparo com uma cena que jamais poderei esquecer.
Minha esposa de quatro sendo fodida pelo meu maior amigo e colega de trabalho.
Fiquei estático e nada disse.
Enquanto observava o cacete preto grosso do colega Roberto desaparecendo na xoxota molhada e lizinha da minha amada esposa!
Foram os 20 minutos mais longos de minha vida.
Eu atrás da porta ouvindo os gemidos de minha esposa que escandalizava entre palavras obscenas e gemidos.
Não sei por que eu não tive reação de valentia, ou outra coisa tipo esbravejar xingar ou ate em nome da defesa e da honra. Poderia dá um flagrante assim poderia obter o divorcio com maior liberdade.
Nada fiz.
Mas a partir do momento que vi minha esposa sendo comida pelo meu colega a sensação que meu corpo sentiu foi êxtase.
-Sim fiquei excitado ao ponto de explodir em um gozo solitário longo e intenso.
Descobri o prazer de ser corno.
Depois de algum tempo sai silenciosamente e fui ficar na entrada do nosso condomínio.
Ate que pudesse ter certeza que meu colega havia saído.
Demorou uma hora e vi sair rapidamente, parando apenas para dá uma boa gorjeta ao porteiro.
Entrei chamando por minha esposa que saia do banho toda perfumada com os cabelos molhados.
E veio logo dizendo querido preciso falar com você!
-O que é querida?
-Sabe aquela fantasia minha de transar com outro homem?
-Sim querida... O que tem?
-Já fiz esta fantasia.
-Neste exato momento comecei e me excitar!
Quer saber com quem foi querido?
Não querida... Só quero saber se você gostou e se ele foi carinhoso com você.
Foi sim querido e dizendo isto me beijou e fomos para cama, transamos como nunca. Sua xoxota estava ensopada de seus próprios fluidos.
Chupei e lambi seu grêlo até sentir seu gozo escorrer pelos meus lábios.
-Depois Clara cavalgou em meu cacete ate sentir meu gozo explodir em sua xoxota e escorrer pelo cacete.
-Abraçados depois da intensidade de nosso gozo ouvi.
 -Clara relatar como foi sua primeira traição.
-Nada disse, pois o momento exigia silencio e atenção.
-Clara me beijava e dizia.
Amor foi só prazer carnal.
-È você que eu amo.
-Você toparia que pudéssemos sair com outro casal?
-Podemos pensar querida, mas digo que você já me basta como mulher.
-Estou satisfeito com você e isto me basta!
-Ah e pode sair com seu amante quando quiser que não vou me opor ou então pode trazê-lo aqui em nossa casa que é sua também.
-Clara me abraçou e beijou entre lagrimas e disse.
Meu querido “corno” você é o melhor marido do mundo.
Beijei-lhe e fui tomar banho para que não visse as lagrimas que escorria pela minha face.
Chorei copiosamente no banheiro, mas logo meus pensamentos mudaram o rumo e pensava só no prazer de foder com minha esposa sabendo que poucos momentos antes tinha trepado com outro macho.
E isto aumentava meu tesão:
Ser corno não é devoção é opção aliado ao prazer.
Prefiro sempre tê-la a meu lado do que deixa-la ir.
E separar-me e jogar minha honra na lama, para não perder a mulher que amo e que tanto prazer me dá.
Prefiro ser um corno, mas um corno feliz.


Se agradou comente ou  siga meus blogs.


Docecomomel(hgata)
Imagem do google
28/04/2013

2 comentários:

  1. ummm muito bom este conto, são palavras certas diretas gostei de saber que corno e sempre e será corno, esta mulher e uma esposa inteligente sabia, tem que ser elogiada, seu marido homem sabio, foi um grande presente, abraços

    ResponderExcluir
  2. Eu imagino q deve ser muito bom ser corno p so dagenti imaginar mais a genti sea pega mais amulher a teo sexo fica mais gostoso e verdadi.......

    ResponderExcluir

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)