Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)

Acessos em Êxtase !

domingo, 7 de abril de 2013

Êxtases Delírios e Sacanagens









Ando com passos trôpegos ao encontro de meu amor.
Meu macho que exala sexo e êxtase.
Saulo é meu namorado virtual.
Eu o conheço através da web faz um bom tempo nunca tivemos a oportunidade de um encontro real, mas hoje finalmente estamos indo um ao encontro do outro.
Entrei em seu carro e Saulo me dá um longo beijo.
As palavras eram desnecessárias,
Fomos a um motel muito bonito e elegante.
Saulo tinha bom gosto.
Sua língua morna adentra em minha boca com sofreguidão.
O desejo latente de nossos corpos enaltece o êxtase.
Somos dois corpos duas mentes um só pensamento.
Sexo e prazer.
Saulo é negro tem 1.82 de altura cabelos cortados bem baixos e dono de um sorriso muito cativante.
Seu tronco é um pouco musculoso, não é nenhum senhor universo, mas é forte.
Suas pernas na calça jeans justa demonstram virilidade.
Chegamos e entramos Saulo serviu-se de um vinho e passou uma taça a mim.
Não sou apreciadora de bebidas, mas o momento exigia um brinde.
Nossos olhares eram cúmplices... Saulo sabe que estou carente. Ele apaga a luz do quarto deixando acesa apenas uma lâmpada lateral que dá um clima mágico e sensual.
Segura em uma de minhas mãos e me faz levantar ficamos ambos em pé nos beijando. Minha roupa foi sendo tirada peça por peça deixando-me só de calcinha e tamanco.
Saulo disse-me que isto o excita mais ainda.
Estou entregue a seus desejos. Saulo pega um cobertor e coloca no chão me beijava muito, me fez tirar o tamanco e ficar de costas para a parede em cima do cobertor.
Logo apagou a luz deixando o quarto iluminado pela luz da TV que estava ligada.
Senti um pânico pedi para que acendesse a luz, mas ele não o fez, colocou minhas mãos para cima, começou a beijar minha nuca, a boca, aqueles beijos provocantes, colocava os lábios e tirava, aquele escuro me deu certo temor.
A luxúria foi dando espaço ao prazer antecipado.
Saulo tirou minha calcinha eu tirei sua cueca e ele foi acender a luz do banheiro iluminando um pouco mais o ambiente.
Voltou rápido e continuou as caricias, eu nem me mexia.
Então Saulo me bateu na bunda, gemi alto e as tapas vieram varias vezes, eu pedi que batesse mais forte e mais... Saulo sabia que era adepta ao BDSM.
Ele não apenas tentava me elevar ao prazer máximo.
Aquela situação me deixou louquinha de excitação.
Ele continuou, tirou o cinto e me bateu de leve, mal sabia ele o quanto eu gostei, mas não podia me mexer.
Ele continuou a me torturar.
Fez com que eu me ajoelhasse e me beijou muito.
Seu cacete estava duro e eu desejosa de provar, segurei e acariciei. Saulo pergunta se eu queria provar de seu cacete.
-Respondo com voz de safada e olho em seus olhos.
-Que é o que mais desejo naquele momento é provar de seu membro viril.
Ele me castiga dizendo que não mereço, respondo em sussurros por quê?
Porque não mereço?
Mas eu quero!
Saulo me leva até a cama
Faz-me ficar sentada e ordena que eu coloque meus dedos na minha xoxota e comece a acariciar-me até que eu sinta meus dedos ficarem molhado de meus próprios fluidos.
Ordena que eu coloque meus dedos na boca e sinta meu próprio sabor.
Depois que meus dedos já haviam sido lambidos por mim, ele segura e lentamente suga-os de um a um.
Seus olhos brilhavam de puro prazer.
Saulo me faz deitar e ordena que eu o espere ele sai e volta tomado banho, com cacete mais rígido ainda.
Eu estava enlouquecida de excitação.
O queria meu corpo implorava seu corpo.
Ficamos junto de frente ao espelho. Saulo exclama surpreso.
Nossa Marcela como você é linda desde que eu te conheci que te desejo ardentemente.
Ele me levantou fez que me olhasse no espelho, seu cacete apontado para o seu próprio umbigo denunciava o auge de sua excitação.
Fui lentamente abaixando meu corpo acariciando seu corpo com mus lábios deixando um rastro de saliva.
--Ate chegar a seu cacete
-Eu desci e lambi seu cacete comecei a chupar aquele pedaço de prazer, duro cheio de veias grosso chupei muito mesmo. Estava sedenta de sexo.
Saulo gemia e forçava movimento de encontroa meu corpo seu cacete quase me sufocava de tão profundo que adentrava em minha garganta
Eu nem em reconhecia, deixando mais tarado ainda.
Depois no auge do êxtase e prazer Saulo me coloca de quatro e começa penetrar loucamente.
Em alguns momentos tirava o cacete e ficava massageando o clitóris me deixando alucinada. Soltava urros de prazer.
Parecíamos dois animais no cio. A excitação à flor da pele.
E gozamos muito. Ficamos atracados um bom tempo só com carinhos silenciosos. Um prazer mutua que há muito tempo eu não sentia.
Depois de alguns minutos no banho Saulo me fez gozar novamente em sua boca.
Sua barba por fazer roçava entre as minhas coxas deixando-me com mais desejo e furor de um intenso orgasmo.
Parecia que meu corpo estava em transe com a intensidade do meu gozo.
Ai foi minha vez de deixa-lo enlouquecido de excitação comecei a lamber seu cacete dando lambidas que ia da cabeça ate o saco. Explorando seus pontos sensíveis. Saulo gemia segurava em meus cabelos e forçava seu cacete, fiquei por mais de dez minutos assim até que disse que ia gozar... Tirou cacete e direcionou entre meus seios e despejou vários espasmo de esperma.
Caramba... Parecia que não tinha acabado de gozar.
Deliciei-me com seu leite.
Tomamos outro banho e Saulo levou-me em minha casa.
Não sei quando teremos outra chance de um novo encontro, mas que soube aproveitar cada minuto isto eu tenho certeza.
Um macho safado com todas as características de um dominador que me elevou ao êxtase do prazer.



Docecomomel (hgata)
Visitem meus blogs
Imagem do google
http://extasesedeliriosdedocecomomel.blogspot.com.br/
http://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts