.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Transei com um bem dotado...Adorei





Novo Ciclo 1º conto de 2013.

Olá eu sou Marcela moro em Salvador tenho 34 anos estou solteira.
Atualmente moro com um irmão mais novo que faz faculdade e tem muitos amigos;
Maioria homens, a maioria lindos e muito gostosos.
 Posso dizer com firmeza, pois já fiquei com alguns deles.
Claro que não resisto a um jovem bonito cheio de tesão.
E acontece sempre de virem até minha casa à procura de meu irmão ou com qualquer desculpa e algumas vezes rola algo.
Afinal lavou está nova.
Eu adoro sexo.
Tem cada gato que é mais safado que outro.
Se meu irmão sabe ou não que saio com alguns de seus amigos não sei.
Mas sou livre e vivo minha vida do jeito que quero, bem era inicio de semestre e Pablo meu irmão começou a trazer novos amigos.
Mas teve um em especial que chamou minha atenção seu nome era Carlos.
 Mas o que mais me chamou atenção sobre ele foi que ouvi um trecho de uma conversa dele e meu irmão.
Pois bem sabem que os homens adoram contar vantagens.
Eu ia passando para ir até cozinha e ouvi Carlos falar assim.
Pois é cara a safada da nossa colega fez maior charme, mas fodemos bastante, mas não teve jeito de dá mamada no papai aqui. E tu sabes não é cara que um boquete bem gostoso vale mais que uma gozada. Pior anal não teve jeito a safada saiu fora mesmo.Mas também deve  está com xoxota ardendo ainda mandei ver na safada.
Meu irmão riu e disse qual é Carlos  ela ficou com medo de tu arregaçares a boca dela tu parece um jegue com este teu cacete grande.
-Ah cara não exagera é apenas 23 cm bem medidos.
Ouvi risos . Segui ate a cozinha e a conversa que ouvi não saia de minha cabeça.
Pensei homens todos iguais. Estava na cozinha lavando os pratos quando abri uma gaveta e me deparei com um machucador de tempero de madeira, foi quando pensei nas medidas de Carlos e fui medir com uma régua.
 Caramba o machucador era enorme grosso e quando eu o medi tinha apenas 20 cm
 Ai pensei...Poxa quer dizer que o cacete de Carlos é maior ainda?
Senti uma breve excitação ao imaginar um cacete de 23 cm em pleno estado de rigidez. Caramba é pra sentir calor na xoxota mesmo.
E que calor eu sentia... Gente eu transei o ano passado. Isto não é normal, foi quando pensei na primeira oportunidade dou encima de Carlos.
Como sou filha de Deus ele me abençoou logo. Meu irmão viajou e deixou alguns CDs separado que seu amigo Carlos viria buscar.
Na sexta feira de tarde Carlos apareceu em minha casa veio buscar os CDs. Perguntou-me se eu  iria sair no fds.
Respondi que queria descansar um pouco aproveitar que meu irmão estava fora. Carlos riu e falou se eu quisesse poderíamos sair â noite.
-Bem se você não tem compromisso é claro que aceito sim.
Como já era quase de noite falei que poderia tomar um banho ali mesmo e até usar roupas de meu irmão. Como vejo que eles têm este habito de trocarem, não vi nada demais a oferta.
Carlos aceitou e foi tomar banho. Já tinha alguns minutos que eu ouvia o barulho da água, foi quando  eu  lembrei  que não havia dado toalha a ele , ai imediatamente peguei e fuii levar, mas jamais pensei que iria encontrar Carlos se masturbando no banheiro,
Que cena... Um cacete enorme em pleno estado de êxtase.
Cabeçudo e veiúdo.
Sonho de consumo de toda mulher. rsrsrsr.
Coloquei a toalha e sai apressadamente, não que eu não quisesse ver, mas medo de não resistir e entrar no banho com ele e pedir que fizesse de mim sua putinha naquele momento. Imagine a situação eu sozinha com um belo exemplar de macho na mesma casa tomando banho e ainda se masturbando. Carlos me tem todo respeito.
Imagine um moreno queimado do sol, corpo sarado, 1.85 de altura, peito cabeludo, olhos negro, cara de garanhão de macho fudedor mesmo.
Eu tinha sua amizade, mas eu queria era mais, como ele nunca me deu espaço. Vou curtindo olhar apenas e ficar imaginando como seriam nós dois sozinhos em uma cama.
Logo Carlos saiu do banho e apareceu com cabelos molhados vestindo uma calça e camisa de meu irmão que realçava mais ainda seu corpo másculo. Eu me aprontei e logo saímos. Fomos dançar. Adoro contato de pele com pele, odor másculo. Isto me deixa inebriada de tesão.
Dizer logo fico tarada.
Como flagrei meu amigo Carlos se masturbando no banheiro depois disso fiquei com um enorme tesão em dá para ele. Enquanto dançamos eu notava seu estado de excitação. Mas parecia que evitava um toque corporal mais além.
Depois de muito tempo dançando e alguns drinques, só eu bebi. Carlos ficou apenas sorvendo sucos.
Afinal alguém precisava dirigir.
Fui ate o banheiro e tirei minha calcinha. Estava com minha calcinha escondida em uma das mãos enquanto dançava com Carlos entreguei a ele. Que olhou e com sorriso fez uma cara de tarado levou até seu nariz cheirando.
-Hum... Doce como mel.
E em meu ouvido falou.
-É um convite?
-Não; Foi o que respondi, ele me olhou sem entender e eu com um sorriso falei... É uma intimação.
Percebi que ele me olhou de cima a baixo, com uma cara de tarado.
Continuamos a dançar, mas enquanto dançávamos sentia que o seu olhar não saia dos meus seios.
Fomos para casa em nosso trajeto apenas ouvia musica, as palavras fugiram dos meus pensamentos. Assim que o carro parou Carlos abriu a porta da minha casa e fomos entrando. Quando virei para lhe falar algo pude notar um grande volume em sua calça.
Alguém precisava tomar iniciativa, pois assim eu o fiz me abracei a ele, sem um pingo de vergonha. E fui alisando e acariciando seu rosto, seu tronco. Minhas mãos ágeis percorriam pela trilha dos prazeres em busca do êxtase.

Eu beijava sua boca, como se tivesse provando do manjar dos deuses, saboreando cada cm, cada gota de sua saliva misturada a minha.
Carlos abaixou as alças de meu vestido e começou lamber os mamilos dos meus seios, mordiscando um a um.
Um delírio.
Fomos tirando nossas roupas, logo fui descendo, abaixei sua calça e vejo, e aquele cacete enorme e grosso que pulou para fora, e não perdi muito tempo eu me acabei, chupei até as bolas.
Carlos me olhava com maior cara de safado, e seu sorriso de satisfação e prazer só não era maior que seu cacete.
 Logo me pegou pela mão e fomos para o quarto.
Fiquei sentada na beirada de cama, Carlos me inclinou e abaixou a meus pés e começou a mamar sugar meu clitóris com extrema volúpia.
Eu abria bem minhas pernas, para que ele me chupasse, Carlos caiu de boca na minha xoxota com imenso gosto, sentir aquela boca quente era uma delicia, eu me contorcia e gemia de excitação, até que não aguentei mais e gozei em sua boca.
Assim Carlos levantou-se e inclinando seu corpo sobre o meu veio rapidamente com seu cacete e meteu bem gostoso na minha xoxota quente e encharcada, quanto mais ele metia mais gemia pedindo mais. Gozei novamente com seu cacete encravado. Mudamos de posição e logo estava dominando a situação.
Eu fiquei por cima dele, ele me pedia para quicar e cavalgar em seu porrete.
Foi algo extraordinário me sentia por completa.
Fazia um vai e vem, logo estava pulando e fazendo aquela tora entrar e sair toda dentro de mim, minha xoxota já estava ardendo de tanto foder.
Sentia sua respiração ofegante eu percebia que ele estava quase gozando.
Eu saio de cima dele e fui ficando na cama de quatro (4) não aguentava mais ai eu pedi para que ele me enchesse de sua porra.
Carlos ficou em pé ao lado da cama veio com firmeza alisando minha bunda, dando leves tapas e depois de algumas estocadas em ritmo acelerado não aguentou e gozou enchendo minha xoxota que logo começou a escorrer pelas minhas pernas.
Caramba nunca vi tanto leite assim. Carlos ficou atracado a mim fui descendo meu corpo que suado e extenuado sentia todo vigor de um jovem garanhão.
 Logo fomos tomar um banho para nos recompormos.
 Ficamos abraçados entre beijos e caricias e logo Carlos estava novamente de cacete duro.
Carlos disse que adorou nossa noite e lamentou pelo tempo perdido.
Mas não posso ficar de muita conversa não, pois já esta me puxando para uma nova sessão de sexo.
-Ah como para tudo tem jeito estou conseguindo fazer um boquete, pois seu cacete é grande e grosso mesmo.
Agora se for fazer anal ai que serão outras pregas.

Feliz 2013 a todos.
Desejo neste ano editar um livro, mas para isto conto com a força de vocês.
A opinião de vocês é muito importante.
Um beijo de Doce como mel.
Vejam meus blogs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts