.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Perdendo a Vergonha







Ola:
O meu nome é Rafaela hoje eu vou contar o que aconteceu outro dia entre eu e dois amigos de cursinho.
Marcamos de fazer um trabalho em equipe, mas o grupo não foi completo.
Só eu e minha colega Renata que fomos até a casa do nosso colega o Ricardo. Somos muito ligados que a turma até nos chamam dos três Rs.
Todos nós o chamávamos de Ricardinho, mas depois do ocorrido acredito que possamos chama-lo mesmo é de Ricardão.
Pense em um cara bem dotado e safado.
Pois é vou contar para vocês o que aconteceu no dia mais inesquecível da minha vida.
Ricardinho estava só em sua casa.
Eu e Renata nos dispusemos a fazer o trabalho, sem poucas conversas.
Assim que acabamos fomos fazer um lanche e Ricardinho nos convidou a ver filmes.
Só que o safado já estava de má intenção, mas que na verdade eram boas, pois nos divertimos muito.
Estávamos vendo um filme comendo pipoca com refrigerante, depois de um dado momento Ricardinho levantou e falou meninas, que tal um filmezinho mais safado pra alegrar o ambiente?
Claro eu e Renata concordamos.
Assim ficamos os três na sala de TV.
O filme era erótico tinha cenas de sexo.
Claro que como todo mortal ver cenas de sexo mexe com a libido.
Logo avisto Ricardinho super excitado.
Caracas o rapaz sequinho e magrelo parecia que tinha um rolo compressor dentro da bermuda.
E logo ele começou acariciar o cacete sobre a bermuda.
Renata é bem safadinha e com tom de brincadeira falou.
Ricardinho deste jeito você vai estourar a bermuda!
Pois é gata vem acalmar aqui as coisas!
Fiquei estática quando Renata dirigiu-se até ele e foi logo abrindo o éclair da bermuda de lá me saiu de dentro um cacete branco, com cabeça vermelho liso.
Um bom exemplar de cacete. Eu ainda era virgem, mas claro que já tinha visto membros, acontecia de masturbar meu namoradinho às escondidas encostada-se a algum muro em nossos encontros as escondidas.
No meu bairro, mesmo, mas permanecia ainda virgem.
Mas Renata não era andava com os colegas e contava a todas nós a suas peripécias.
Nada contra cada qual faz o que acha melhor pra si.
Em minutos Renata estava pagando maior boquete no rapaz que gemia de prazer.
Ah que delicia que boca gostosa... Renatinha vem senta aqui no cajado do teu macho vem...
Eu fiz intenção de sair dali, mas os dois falaram logo vem Rafaela vem brincar um pouquinho. Vem...
Fiquei indecisa, mas a cena mexeu comigo.
A porta estava fechada minha mãe só chega de noite.
Temos a tarde toda para zoar!
Foi isto que Ricardinho disse!
Ricardinho de cacete duro sentada no sofá e Renata ajoelhada a seus pés parecia uma bezerrinha faminta mamando copiosamente.
Fiquei sem reação vendo tudo assim, mas quando vi Ricardinho levantar e vim em minha direção.
Fiquei com receio, mas ele apenas falou... Venha Rafaela prometo ir até onde você permitir.
Minha timidez e inexperiência.
Deixou-me sem fala, assim me deixei guiar por Ricardinho e voltei a sentar no sofá.
O safado magrelo já tinha tirado a bermuda e camiseta e estava pelado com cacete de fora Renata nem parecia àquela menina com carinha de anjo que eu conhecia do colégio. Eu estava excitada afinal sou normal.
E aquela coisa de você querer uma coisa e seu corpo pedir outra.
Pois foi assim, eu queria ir embora, mas ver meus colegas daquele jeito.
Minha libido pedia para ficar.
Assim falei com voz grave, este certo vou ficar, mas me reservo o direito de não transar apenas brincar um pouquinho.
Claros responderam.
Renata riu e disse fica aqui junto Rafaela deixa o Ricardinho brincar com você que o resto eu dou conta.
Ricardinho no sofá com as pernas estiradas até o chão, e minha colega veio e começou cavalgar no mastro dele, ele com uma mão me bolinava os seios.
Deixando-me com tesão.
Claro que a cena era excitante.
Renata parecia uma amazonas sentada no cacete do Ricardinho com movimentos de subindo e descendo, gemia e falava coisas que deixava o ambiente, com ar de orgia.
Já se ouvia os gemidos dos dois, quando Ricardinho deitou no sofá e pediu que eu o deixasse me chupar. Fiquei meio balançada,mas fui me inclinando e sentei no braço do sofá bem ai alcance de Ricardinho que caiu de boca em minha xoxota afastando minha calcinha de um lado para outro.Seus lábios soltavam gemidos que pareciam mais grunhidos de um animal felino.
Sua língua fundava entre meus lábios vaginais deixando-me cheia de tesão.
Com o olhar fixo em Renata que rebolava com cacete de Ricardinho encravado, explodi e gozei na boca de Ricardinho,ai foi sacanagem pura.
Ricardinho acelerou os movimentos e gozou abundantemente em Renata que no embalo gozou também.
Eu me senti acanhada e fui até o banheiro me limpei e sai.
Naquele momento fiquei sem coragem para falar sobre o que ocorreu com eles. No dia seguinte ainda meio envergonhada perante os amigos, nada falei, mas Renata me disse que Ricardinho ainda transou com ela, mas duas vezes.
Fiquei dias evitando Ricardinho, mas de longe sentia que me observava com a maior cara de safado.
Depois ainda começou a enviar SMS, tipo assim.
*Rafinha vc é gostosa d+
*Rafinha quando vai me dá cabacinho?
*Rafinha vc gozou muito na minha boca.
*Rafinha decida-se te quero todinha pra mim.
Depois daquele ultimo dia que nós encontramos eu nunca mais tive a sós com Ricardinho, mas sexta-feira é meu aniversário e estou decidida e me entregar a ele.
Afinal ele já me conhece intimamente.
Depois volto aqui para dizer como foi que perdi minha virgindade com meu amigo cacetudo e bom de foda.




Docecomomel(hgata)
Vejam meus blogs
"Não confundam o autor com sua obra"
http://sensaçõescomemoçoes.blogspot.com.br
http://nóisdafeira.blogspot.com.br
http://desejosdeinsanos.blogspot.com.br/
http://sedentosdesexo.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts