Acessos em Êxtase !

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Fantasias! Uma DP na praia de “Nudismo”




Para comemorar cinco (5) anos de casada eu e meu marido Marcos resolvemos realizar nossa fantasia.
Depois de muita conversa entre nós chegamos a denominador comum.
Achei muito bom Marcos ter concordado, para que a 3ª pessoa que iria participar de nossa fantasia fosse escolhida ao acaso.
Se aparecesse o momento não poderia desperdiçar.
Assim de malas e cuia fomos para um Resort onde tem uma praia de Nudismo.
Era um belo e ensolarado final de semana.
Eu particularmente estava ansiosa.
Afinal depois de casada nunca tinha transando com outro homem.
Mas sabia que logo isto iria acontecer eu transar com outro e ainda Marcos meu marido vendo.
Hum... Que delicia tenho certeza que vou gozar muito.
Eu e Marcos meu marido já estávamos até nos acostumando com a ideia.
Quando chegamos à portaria do resort que tem a praia de nudismo veio um senhor nos atender.
Estava completamente pelado.
Mas não demos muita atenção a este fato, pois já sabíamos que é assim mesmo.
Com poucas palavras indicou nosso chalé e passou um manual com menu de comportamento.
Em  primeiro lugar assim que saíssemos de nosso chalé às dependências do resorte já teríamos que entrar no clima do ambiente, ou seja, ficar do jeito que nascemos.
Pelados!
Achei adequado...  Mas senti um pouco de timidez.
Tomei um banho e passando um creme hidratante sai do banheiro apenas com sandálias e um chapéu
Marcos que me aguardava na sala assoviou e com um sorriso foi dizendo...
Minha mulher gostosa vai matar este pessoal de tesão.
_ Ah Marcos deixa de zoar que você bem sabe que precisamos seguir as normas, se por acaso tivermos atração por alguém precisamos ser discretos.
Você bem sabe que uma praia de nudismo não é um local de praticar swing.
Sei meu amor, mas tenho certeza que se você se sentir atraída por alguém terei maior prazer de participar de nossa fantasia.
Afinal é seu presente de casamento, ou seja, nosso presente.
Logo saímos em direção ao open bar, de inicio me reservei ao direito de ficar em uma mesa um pouco afastada.
Assim fiquei discretamente bebericando um suco conversando com Marcos que não parava de olhar as mulheres que por ali passavam.
Muitas pessoas de todas as idades.
Eu nunca tinha visto tantas pessoas nuas juntas nem tão pouco havia sido vista por tantos ao mesmo tempo.
Com o passar do tempo eu e Marcos já estávamos ambientados e conversávamos com duas mulheres que estavam ali próximas a nossa mesa.
Duas coroas muito simpáticas e notei que Marcos estava se insinuando para uma delas.
Silvia que disse ser viúva.
A outra amiga dela estava acompanhada com o marido que estava ausente no momento, mas estava no quarto descansando.
Olhava a todos que por ali passavam com naturalidade até que passou próxima à nossa mesa.  Um rapaz alto, aproximadamente 1,85 de altura, negro, corpo bem definido, e com um cacete enorme daquele bem cabeçudo, que a gente só vê em revistas GG e LS, disfarcei e olhei para o rapaz.
Meus olhos não desgrudavam daquele membro volumoso, minha xoxotinha encharcou na hora, os bicos de meus seios ficaram duros. Nossa aquele cacete cabeçudo realmente me deixou muito excitada.
Fiz o que pude para tentar disfarçar minha excitação, mas meu marido percebeu minha situação.
E me perguntou se eu tinha notado algo diferente que fosse ideal para nossa fantasia.
Eu não me contive mordi meus lábios e fiz um gesto com a cabeça afirmando.
Ele apenas deu sinal verde dizendo que fosse atrás do que me chamou tanta à atenção.
Mostrei com sinal no olhar o que havia me tirado do serio.
Ele olhando em direção ao rapaz sorriu você ein... Gostou do cacetão do cara ein?
 Não aguentei e sorri e falei já que vou transar com outro macho que seja com um membro diferente.
Que seja com um cara afro, bem dotado e ainda por cima bem mais jovem que meu marido. 
 Eu comentei com meu marido sobre o tamanho do pênis do rapaz.
Meu marido sorriu e muito safado perguntou se eu teria coragem de dar para ao rapaz cacetudo?
Claro meu querido!
Eu estava com muito tesão, pois nunca tinha visto um membro tão grande de perto.
Marcos sorriu novamente fez um gesto em direção ao rapaz dizendo que iria lhe falar.
Assim levantou-se indo em direção a ele.
Sem deixar de comentar antes comigo... Quero ver minha mulherzinha gemer muito com cacete deste cara atochado
 E eu é claro vou participar desta farra. Rsrsr
Assenti com a cabeça concordando com a proposta dele.
Com certeza meu querido que vou adorar!
Marcos logo retornou a nossa mesa e com um sorriso me falou, pronto amor ele vai jantar conosco em nosso chalé.
-Mas logo falou que negocio dele é com mulher.
-Sabe como é? E me disse que você não se arrependerá e que nossa noite será só prazer.
_Hum ... Marcos você é maravilhoso
Por isto te amo cada vez mais.
Dizendo isto lhe dei um beijo de leve nos lábios.
Esperei ansiosa a hora do jantar e quando nosso amigo veio até nós, fiquei super excitada com a aproximação de seu corpo másculo reluzente como uma noite sem luar.
O brilho de seus olhos me deixava confusa e excitada, sentia-me sendo analizada.
Marcos foi o primeiro a começar a falar.
E aí Diego que achou de minha mulher?
Como te falei antes queremos realizar nossa fantasia.
O que acha?
Sem responder com palavras Diego aproximou me segurando pela cintura e me beijou.
Um beijo suave com um efeito devastador foi pego de surpresa, mas correspondi a seu beijo sua língua morna penetrava em minha boca deixando-me com falta de ar.
Meu corpo começou uma reação que em poucos minutos estava super excitada Diego muito preciso em me deixar bem à vontade.
Ele nem se importava com a presença de Marcos.
Logo em minutos me segurou no colo e como impulsionado pelo extinto me levou em direção ao quarto.
Mas antes falou com o meu marido Marcos... dei-me alguns minutos a sós com ela você entra no segundo ato,mas se quiser pode assistir.
Está bom assim meu querido?
_Marcos nem bem respondeu Diego já saiu em direção ao quarto.
Com muito carinho colocou-me deitada na cama afastando-se um pouco eu olhava com olhos arregalados o cacete dele negro, imenso latejante de tão excitado fazia um arco em direção a seu próprio umbigo.
Soltava uma babinha, Diego veio em minha direção e com as mãos abriu as minhas pernas, sem palavras já sabia seu desejo e sua boca ávida começou e me chupar, sentia seus lábios ásperos, sua barba por fazer roçando em minhas coxas.
Sugava meu grelinho me deixando alucinada de tesão.
Dizia palavras desconexas incitando meu lado puta, eu gemia puxava seus cabelos empurrando.
Sua cabeça de encontro a minha xoxota encharcada me deixava doida de tesão a vontade imensa explodiu em um orgasmo.
Diogo sentia meu desejo me provocava apertava minhas coxas ficando preso saboreando do meu néctar, cada chupada um gemido de prazer.
Rapidamente Diogo levantou e segurando minhas pernas colocando em sua cintura começou a penetrar-me.
A rigidez do seu cacete abria minhas carnes alargando-me, preechendo-me com a exuberância de seu mastro rígido.
Em um galope desenfreado Diogo me penetrava com força e vigor, com mais alguns minutos me colocou de quatro e puxando de encontro a seu cacete atochava seu cacete em minha xoxota.
Dava tapas em minha bunda dizia palavras obcenas, era o auge de minha fantasia ser comida por outro homem.
Eis que meu marido entra a pedido de Diogo e fica na minha frente com cacete duro, comecei a chupar seu membro Marcos extasiado de prazer, uma dupla perfeita uma fantasia executada sendo fodida por dois machos, meu marido ainda com receio metia com leveza em minha boca... Mas o anseio o desejo o prazer o fez  exporrar  muito em minha boca.
Servir de seu leite abundante deixando seu cacete encher minha garganta.
Seu esperma eu sempre apreciava, sabia que Marcos não aguentava muito uma boa chupada.
Logo tirou seu membro de minha boca limpinho, ainda meio bamba.
Diogo continuava estocando seu cacete em minha xoxota logo senti sua respiração ofegante seu membro avolumou-se senti seu liquido quente encher minha xoxota, escorrendo pelas minhas coxas.
Uma delicia sentir um macho lhe foder gostoso enquanto outro goza em sua boca.
Uma fantasia maravilhosa que me deixou extasiada da intensidade do prazer.
Mas não acabou nossa farra,meu marido deitou e eu fui por cima dele ,ficando encravada em seu cacete.
Diogo olhava-nos achando a cena linda e ficou se encostando por cima de mim.
Com seu mastro duro e ereto querendo comer meu rabinho.
Aí quando eu disse a ele que não ia aguentar, ele sorriu e com um beijo no pescoço ia dizendo...
-Aguenta sim minha putinha.
-Vem abra esta bunda gostosa prá teu macho te foder...
-Vem safada não é assim que você quer?
-Dois machos te fodendo ...
-Aí que delicia vou arregaçar tuas pregas minha putinha gostosa...
-Pode gemer a vontade que é assim que gosto .
-Safada quanto mais você geme e grita mais atocho meu cacete em seu rabo minha safada.
Ainda  mais que teu marido tá em baixo de você metendo cacete nesta xoxota gulosa que arregacei com meu porrete.
-Ah que delicia.
-Assim Diogo colocou uma camisinha e untou o cacete com Ky e começou a pressionar de encontro a meu anel,empurrava lentamente sentia sendo alargada até cabeça passar soltei um gemido de dor ,que deu maior vazão a fantasia.
Diogo ficou algum minuto parado só acariciando minha bunda, com palavras suaves falava que relaxasse que o pior já tinha passado.
Depois de alguns minutos começou a empurrar seu cacete e com movimentos do corpo sentia seus colchões encostarem-se à minha bunda.
Marcos mexia seu corpo me elevando de encontro a Diogo.
Dois machos com seus cacete atochado em mim sentiam-me completamente preenchida.
Um tesão louco e alucinado apossou do meu corpo.
Eu Marcella sanduiche de dois machos super bem dotado me comprimindo um de encontro ao outro.
Me senti uma verdadeira puta ,das mais safadas.
Enquanto eu recebia um delicioso cacete que me levava as nuvens,O Diogo aquele  negro lindo e bem dotado intensificou os movimentos no meu rabo me arrancando delírios de prazer.
 Meu marido Marcos acompanhou o ritmo eu virando uma verdadeira  puta com aquele cacetão no cuzinho, eu  gemia enlouquecida e gozamos demoradamente.
Sentia o leite sendo despejado nas minhas entranhas.
Diogo me segurava com força mesmo ate sair sua ultima gota de esperma.
Depois retirou seu membro do meu rabo e dando um tapa de leve na minha bunda sorriu...
Ah potranca gostosa e safada , gozei montes em você,tirou camisinha e meteu cacete na minha boca,e com um sorriso de sarcasmos assentiu ...Anda safada  quero serviço completo chupa meu cacete deixa ele limpinho que já quero te foder  novamente.
E com um sorriso em direção a Marcos falou ,você é um cara de sorte tem uma mulher gostosa e muito safada ,já sabe quando quiser pode me ligar que estarei pronto pra saciar suas fantasias quem sabe,você num resolve também querer provar do negão aqui.
Marcos que atinha acabado  de gozar junto com  nós apenas sorriu e afirmou.É quem sabe!
Diogo sorriu foi ao banheiro e já saiu de lá vestido e foi embora.
Eu e meu marido ficamos abraçados nos beijando muito.
Fomos tomar um bom banho e Marcos me disse que me amava muito e agradeceu pela noite maravilhosa.
Pelos prazeres que nós proporcionamos.
 Eu lhe disse que estava satisfeita por poder realizar nossa fantasia. Ele concordou e disse que adorou me ver excitada rebolando  muito com o cacete daquele negão bem dotado
Que se eu quisesse repetir era só dizer que ele estaria pronto a participar novamente.E   que  independente de tudo que acontecesse me amava muito.
Eu apenas o beijei e repeti!
Eu também...Marcos meu querido.



Docecomomel (hgata)
“Não confundam o autor com sua obra”
Vejam meus blogs
Imagem do google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)