.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

domingo, 6 de maio de 2012

Ménage com duas "Safadas e Gostosas"



Continuação mas sem presença do corno:
Comendo a Safada o marido "Corno" Vendo e gostando de ver a esposa rebolar no meu cacete.
Olá meu nome é Marcos tenho 34 anos sou solteiro por opção, sou um cara simpático.
Sou hetero adoro mulher, e se for safada, ai que me amarro mesmo.
Depois que narrei aqui que comi uma mulher casada muito da gostosa e safada, as coisas melhoraram muito.
Pois a safada gostou tanto de gemer no meu cacete que já ficou freguesa.
E o seu marido “Corno” concorda que ela me dê sempre.
Só impõe a condição de ele ficar a vendo gemer no meu cacete enquanto se masturba.
Bem tem corno que adora ser corno.
Fazer o que não é?
Há gosto para tudo e não serei eu que vou deixar de satisfazer, uma mulher só porque tem alguém vendo eu foder muito gostoso com ela.
Adoro. Até parece que dá mais prazer.
Sua mulherzinha é uma potranca.
É uma putinha safadinha, mas muito da gostosa quanto mais eu meto mais ela quer.
Na última vez que eu fui à casa de Elza ela me confidenciou que uma colega sua de trabalho soube que estávamos curtindo e também se interessou. Seu nome é Regina uma viúva há dois anos.E depois que ficou viúva nunca mais transou.
-Hum... Pensei deve está com um fogo!
Só que Elza me disse que quer participar do encontro sem o marido saber.
Eu perguntei por quê?
Ela respondeu que a amiga Regina é bissexual e seu marido corno não sabe.
Aí vocês imaginam o que Elza estava tramando.
Eu teria que comer as duas e Regina ainda dá um trato na Elza que andava cheia de fantasias.
_Bem eu nem me importei, pelo contrário já comecei a fantasiar como vai ser gostoso comer Regina a vendo gemendo na frente da minha vara atochada em sua xoxota e ainda chupando a xoxota de Elza gulosa.
Hum... Só de pensar já fico de cacete teso.
_Ah claro que vou adorar foder a Elza e sua amiga Regina, mas e o marido?
Como sempre acontece algo!
As duas mulheres planejaram que iríamos à casa de Regina.
Sem que o marido corno de Elza souber.
Coitado vai ficar pensando que sua mulherzinha safada está no salão se arrumando e vai está e tomando leitinho nos quartos.
Logo na quinta-feira Elza confirmou nosso encontro.
Com endereço em mãos fui de encontro às duas.
Quando cheguei quem abriu a porta foi Elza, estava muito bonita com um vestido preto tomara que caia.
Fui logo dando um beijo de língua e senti seus seios se arrepiarem de encontro a meu tórax.
Como eu já sabia o que ia acontecer já veio preparado, com estoque de camisinhas.
_Luiza já me perguntou e ai Gostoso está preparado para saciar duas mulheres carentes e safadas?
-Hum... É claro que serei escravo de vocês. De repente!
Quando me surge na sala uma mulher de aproximadamente um 40 anos de cor negra, cabelos presos estilo afro.
Com um sorriso lindo.
Cacete ficou em estado de ereção na hora.
Minha fantasia.
Foder uma negra.
Apresentei-me e lhe beijei a face.
Ela riu notando meu cacete se avolumando na calça e com maior cara de pau alisou dando uma sonora gargalhada dizendo.
Hum... Já vi que meu garanhão esta com fogo ein?
_Sim estou com fogo para vocês apagarem...
_Elza o cara é safado mesmo ein?
_Poe safado nisto!
Então Regina segurou em minha mão e levou-me guiando até seus aposentos e foi dizendo Elza fecha a casa e liga o som.
Não quero que meus vizinhos estranhem os gemidos que vou dá recebendo cacete, pois bem sabes que estou a perigo.
Regina já foi tirando a roupa e quando chegamos até seu quarto estava só de calcinha e soutien.
Uma visão extraordinária.
Sua calcinha branca mostrava a umidade que saia da calcinha dela.
Seu clitóris estava... eriçado de tesão.
Regina ajoelhou-se a meus pés e começou acariciar meu cacete, abrindo a braguilha logo minha calça veio ao chão. Estava eu de cacete duro só de meias com uma mulher a meus pés abocanhando cabeçorra do meu cacete ,como se fosse um pirulito.Regina metia meu cacete garganta a dentro que eu sentia todo calor de sua garganta.
Uma delicia um boquete guloso, seus lábios percorria meu cacete da cabeça aos culhões, uma sensação prazerosa. Estocava levemente puxando-a com delicadeza sua cabeça de encontro a meus quadris.
-Ah Regina que boca santa minha putinha safada tem, para senão eu gozo na tua boca!
_ah é isto mesmo que quero faz tempo que não provo de leitinho direto na boca.
-Humm... Que delicia!Que cacete gostoso você tem em?
-Tem razão de a Elza fazer tanta propaganda dos prazeres que sente com você.
-Ah meu safado goza na boquinha da tua Elzinha dá leitinho pra ela dá!
_ Com um pedido feito assim, meu cacete atochado entre seus lábios. Aí gente quem aguenta?Segurei com força pelos cabelos e com firmeza dei uma estocada que foi no fundo da garganta e soltei leite pra dentro.
A puta parecia que ia arrancar meu cacete de tanta gulodice, chega balbuciava palavras de êxtase, enquanto continuava lambendo meu leite.
Parecia uma bezerrinha faminta.
_Sorveu todo sem deixar desperdiçar nada.
_Retirei meu cacete ainda meia bomba e puxando-a pela cintura de encontro a mim comecei a meter gostoso na xoxota de Regina.
-Rebolava e gemia tanto que aumentava minha excitação parecia que estava pisando em brasa.
-Aiii... Delicia mete gostoso fode com tua viuvinha carente vai porra meteeeee!
-Ah ai que delicia eu vou GO ...GO...zarrrrrrrrrrrrrr.
Dei mais umas estocadas com força e segurei em sua cintura sentindo a intensidade do seu orgasmo.
Caramba parecia que era uma fonte seu fluidos encharcavam, que escorria pelas pernas.
Bem que Elza com carinha de puta falou quando íamos até o quarto que era pra está preparado, pois a viúva estava seca.
Mas eu adorei deixar ela molhadinha. Depois que gozou muito Regina...Ficou com seus olhos vidrados, respiração ofegante amparei-a levando em meus braços para cama e coloquei-se de bruços.
Dei-lhe uns dois tapinhas na bunda falando.
-Papai quer agora este rabinho gostoso e apertado, dá pro papai dá.
Com um sorriso safado nos lábios acenou com a cabeça afirmando
-. Dou sim meu gostoso mas tenha cuidado tá bom este seu cacete é muito grosso!
Mas trás Elza pra ficar aqui disse apontando cabeceira da cama, hum queria que Elza ficasse sentada em sua frente.
Elza que já tinha batido uma siririca, enquanto olhava eu comendo sua amiga veio mais que depressa.
Era mais uma xoxota para meu cacete.
Elza aproximou com cara de safada foi dizendo ah deixa eu dá uma chupadela antes de você comer Regina. Claro meu amor meu mastro é todo seu!
Estava com cacete bem duro que parecia um porrete Elza se abaixou e começou a me chupar.
Chupava-me e olhava para mim e para Regina que já veio de mansinho acariciar a xoxota da colega.
Uauu...
Que cena deliciosa!
Regina batendo siririca em Elza enquanto ela me fazia um gostoso boquete.
A visão era maravilhosa dando mais intensidade ao prazer.
Meu gozo veio me segure i tirei o cacete da boca de Elza, que reclamou ,falou-me que nunca mais tinha tomado um leitinho.
E queria muito o meu naquele exato momento, mas como não poderia negar um pedido tão extremo, comecei a despejar em sua garganta toda minha seiva. O leitinho quente e espesso.
Com uma gulodice Elza não deixava perder uma gota sequer. Entre gemidos e suspiros gozei montes,mas ainda tinha muito tesão para acabar como o fogo das duas safadas.
Sai rapidamente fui ao banheiro deixando as duas mulheres se lambendo. Regina provava de minha porra através da boca de Elza.Que safada as duas ein.
Voltei logo tomado banho e me deparei com uma cena digna de subir qualquer cacete.
Elza na cabeceira da cama de pernas abertas com a cabeça de Regina entre elas com o rabo pra cima, nem falei nada e me juntei à dupla.
Meu cacete cada vez mais duro.
Encostei-me à portinha da xoxota de Regina e dando umas tapinhas em sua bunda comecei a meter.
A puta gemia muito. Meu cacete saia molhado de sua xoxota.Depois de bem lubrificado.
Coloquei camisinha e encostei-me a seu anel.
O gemido que ouvi foi como se fosse um pedido.
_Ah que delicia de cuzinho Regina.
-Vai amor castiga esta sua putinha, sem mais palavras comecei a forçar meu cacete em seu rabo.
-A puta rebolava vindo de encontro a mim.
Estoquei mais duas vezes até que a cabeça entrou arregaçando suas pregas.
Dei um tempo. Até ela se acostumar.
-Só ouvia o som de seus lábios segurando o clitóris de Elza que gemia muito, falando putaria.
-Ah que delicia esta boquinha Regina ai chupa minha putinha safada.
-Ah que gostoso desejava isto há tanto tempo... Meu fetiche uma mulher me chupar.Oh delicia.
Regina com boca na xoxota de Elza fazia movimentos circulares rebolando intensamente com meu cacete atochado em seu rabo.
Ai já sabe.
Elza puxava seus cabelos, gemia apertava sua cabeça de encontro a sua xoxota quente e cheirosa.
Comecei com um galope frenético e não demorou muito explodi em um gozo alucinado sentia seu cuzinho mordiscando meu cacete.
Metia com mais vontade ainda batendo na bunda da minha potranca safada.
Aí quando mais ela gemia mais eu a empurrava cacete pra dentro, foi um gozo atrás do outro. Elza se debatia de tesão, mas não soltava a cabeça de Regina que lambia e chupava seu grelo. Eu gozei muito no rabo de Regina uma viúva insaciável,safada e gostosa.
Acabei meu gozo tirei meu cacete do rabo de Regina, joguei camisinha no canto da cama e fiquei junto a Elza...
Que sem palavras entendeu meu pedido.
Começou lamber meu cacete deixando limpinho.
Assim que meti a cabeça em sua boca ela deu um gemido alto e Regina saciada de seu gozo, entre suas pernas, falou com um sorriso.
Cuidado com minha cadelinha... Ainda falta ela provar do meu sabor!
Pensei. Hum delicia agora vou comer a Elza enquanto ela chupa a xoxota de sua colega.
Mas vou inverter a posição quero olhar bem para as duas safadas enquanto fodo com Elza.
Regina safadinha já estava com as pernas abertas esperando Elza se encaixar.
Êta viúva fogosa! Quente e apertada muito boa de levar cacete.
Elza nem se fale com um marido ainda achava que é pouco cacete para abaixar seu fogo.
_Bendita minha amiga que me deu este canal de pura safadeza e muito prazer.
Eu como sempre sou macho para satisfazer as duas e quem mais aparecer.
Alguém se habilita?

Docecomomel(hgata)
“Não confundam o autor com sua obra”

Imagem do google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts