Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)

Acessos em Êxtase !

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Traindo com um garoto de programa





Pablo é um cara simples e trabalhador,mas tem um tesão tão intenso que sua namorada não consegue acalmar.
Para saciar sua vontade de sexo faz programas, não pelos valores recebidos em agrados e mimos que as mulheres com quem sai fazem questão de oferecer, mas pelo fator de dá e receber muito prazer.
Sexo é sempre sexo esta mola motriz que edifica nos deixando sempre muito felizes e saciados.
Bem vou relatar como foi que eu conheci o Pablo.
Fui à procura de um amigo em um escritório de advocacia, assim que entrei dirigi-me a um dos escriturários, que muito prestativo me informou que Diogo meu amigo não havia vindo ao trabalho naquele dia.
Pablo o rapaz que me atendeu muito simpático e elegante estava trajando uma calça jeans apertada e uma camisa baby look.
Seus olhos eram cor de mel, sorriso brejeiro com um ar de menino.
Encantei-me com sua pessoa.
Ficamos alguns minutos conversando amenidades e falei assim de repente que seu perfume era muito gostoso.
Apenas sorriu e com um jeito brejeiro respondeu que o meu aroma de mulher deveria ser uma delicia.
Fiquei sem jeito, pois bem sei que aroma ele se referiu.
Passado alguns minutos eu o convidei a ir ao shopping tomar um chope.
Ficamos conversando um bom tempo na praça de alimentação.
Foi quando seu celular tocou e ele não atendeu, apenas perguntei por que não atendeu o telefonema de sua namorada.
-Ah não era minha namorada foi o que Pablo me respondeu.
-Ah um rapaz tão bonito e não tem namorada?
-Ah se eu fosse solteira com certeza iria me candidatar a ser sua amada!
-Bem na verdade eu não tenho namorada porque tenho varias mulheres que dou meu amor e isto complicaria minha realização.
-Ah não entendi o que você quis dizer em varias mulheres.
-Ah bem eu sou de todas, sou um garoto de programa, e sinto o maior prazer de deixa-las satisfeitas sexualmente.
Você compreende?
-Hum que delicia não sabia disto, mais um motivo para gostar mais de você.
-Bem adoraria poder saciar esta sua vontade que sinto que você é uma mulher carente.
_Ah carente mesmo só de sexo, mas nem tanto, pois sou casada e você bem sabe como são as coisas falta aquele a arroubo de paixão, que só um jovem como você poderia me oferecer.
-Bem se quiser sentir estes arroubos de paixão estou aqui as suas ordens, Marcella.
_Bem sei que você é solteiro e não posso te levar em minha casa, pois meu marido acontece de voltar do trabalho nas horas mais improváveis.
-Que faremos então?
-Podemos ir a um bom motel!
Claro!
Entramos em meu carro e fomos rumo na Avenida: Paralela onde tem vários motéis.
Pablo escolheu um e entrei, para dizer a verdade, eu estava nervosa insegura, mas como dizem quem está na chuva é pra se molhar.
-Se optei por está ali com ele, agora só poderia desfrutar dos bons momentos e pronto.
Ele conduzia tudo, sugeriu que tomássemos algo leve para ficarmos mais relax, começou a acariciar mais o meu corpo.
Meus seios ficaram arrepiados enquanto ele me acariciava com suas mãos eu ficava observando seu cacete que a cada momento ficava mais rígido, comparado a do meu marido era enorme acho que tinha bem uns 23 cm ou mais.
Fazia uma curva apontando para seu umbigo.
Pablo extasiado.
Apenas despertava minha libido a cada momento.
Depois com um movimento rápido me segurou em seu colo, fiquei escancarada com minha xoxota a altura de seu cacete, de repente senti seu cacete entrando fortemente em minha xoxota, começou a socar bem forte causando até um pouco de dor, mas o meu tesão falou mais alto e não pedi para parar.
Gemia cada vez mais alto adorando seu cacete encravado em mim.
Pablo estocava com vontade depois tirava o cacete deixando só cabeçorra dentro e metia com tudo.
Eu gemia como uma alucinada de tesão.
Explodi em um orgasmo intenso e Pablo estocava cada vez mais dizendo palavras que me deixavam mais excitada ainda.
O Pablo dizia que eu era muito gostosa que era muito apertada e fogosa, eu gemia cada vez mais ele me Fodia com mais força ainda.
Então Pablo me disse que gostava de ver mulher ter relações sexuais em cima de seu cacete, que ele iria deitar, para eu ficar quicando sem seu colo.
_Ah que delicia senti como se tivesse trepada em uma tora grossa e quente.
Sentei naquele cacete gostoso e pude controlar melhor os movimentos.
Rebolava, me esfregava muito nele.
Olhava para o Pablo, enquanto sentia seu cacete entrar e sair da minha xoxota.
Que delicia senti seu membro latejando dentro de mim.
Pablo me apertava e dava uns tapas em minha bunda e me chamava de vadia gostosa, putinha safada.
Eu apenas delirava de tanto prazer...
Confesso que gozei rapidamente.
Só quem sente os delírios pode saber a dimensão do meu êxtase.
Eu... Marcella sentada naquele cacete gostoso que me comia com muita vontade.
Causava-me tanto excitação que eu nem lembrava que estava em um motel com um garoto de programa experiente e muito amoroso.
Além do mais que este dia foi a primeira vez que nos encontramos e estava consumando uma traição.
Sentia que ele também estava com muita excitação, pois quando o cacete dele saía de dentro de mim, ele rapidamente estocava com mais força e vigor.
Socava tão gostoso que até hoje bato uma siririca se lembrando dele.
Depois de um tempo brincando nas mais variadas posições.
Pablo me colocou de quatro (4) na beirada da cama, e em pé...
Começou a meter gostoso sempre apertando meus quadris de encontro a seu cacete e dava tapinhas carinhosos na minha bunda.
Estocava com muita vontade até parecia que ia me dividir ao meio com tanto vigor.
Depois de um tempo senti sua respiração estava bem ofegante, assim como a minha,ele socava o cacete cada vez mais gostoso e batia em minha bunda.
Assim senti Pablo tirar seu cacete jogando a camisinha longe e encostar seu membro na minha costa e explodi em um gozo intenso e prolongado
Eu olhava para ele pelo reflexo do espelho e via sua cara de satisfação.
Minhas costas e bunda estavam tão molhadas de seu leite quente e viscoso que eu sentia escorrer e molhar o lençol.
Gozamos novamente...
E eu ali feito uma vadia, com outro homem me comendo sentia um imenso prazer.
Que nem se lembrava do meu marido que provavelmente estava em casa assistindo TV à minha espera.
Mas fazer o que não é quem sabe ele poderia algum dia participar, aí sim poderia fazer minha primeira DP.
Que tanto desejo!
Se acontecer quem sabe em breve poderei contar como foi.


Docecomomel(hgata)
Vejam meus blogs
“Não confundam o autor com sua obra”
Imagem do google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts