.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Relato do meu 1º Anal.




Jovem e inexperiente é o perfil ideal para algumas pessoas se aproveitarem da inocência e levar para caminhos jamais percorridos.
Bem o que vou relatar é experiência de vida de um rapaz que hoje já tem seus 25 anos bem vividos, é bi-sexual, mas como ele mesmo afirma tem preferência por homens, mas não dispensa uma xoxotinha.
Um dos motivos que ele afirma que sua opção por homens é por ter um membro pequeno. Que adora um bem dotado e que isto o deixa mais satisfeito do que quando come alguma mulher,segundo ele afirma o orgasmo tem maior intensidade quando está sendo enrabado,palavras dele.
Mas seu gosto é pessoal não cabe a eu recriminar.
Quando Fabiano veio do interior morar na casa de meus pais, achei legal, pois teria um amigo e companhia para ir para o colégio.
No inicio seu jeito calado e tímido, não me incomodou, mas com o tempo isto até me irritava só respondia algo se fosse interpelado.
Mas depois aprendi que era apenas timidez, eu como adoro conversar estava sempre puxando assunto. Algumas vezes eu saia com amigas do colégio e chamava o Fabiano, ele se negava, mas eu não desistia de tentar enturmar ele com outros jovens.
Assim fui observando que quando ia ao cinema com amigas todas as mulheres Fabiano não gostava de ir, mas quando era com turma mista Fabiano ia à maior alegria.
Um dia fomos ver um filme no cinema do shopping éramos cinco (5) amigos três (3) rapazes de duas (2) moças, incluindo eu.
Marcelo um amigo nosso sempre que ia ao cinema dizia que ia sentar bem no fundo do cinema, pois gostava de ver toda platéia e depois relatava as cenas que se sucediam na platéia. Riamos muito,mas ele nunca relatou o que aconteceu com ele e Fabiano que por coincidência neste dia também resolveu sentar lá atrás.
 O filme tinha cenas sensuais, meio picantes e já tinha passado mais da metade do filme quando eu resolvi comprar um refrigerante.
Levantei com descrição e fui à lanchonete.
Quando retornava precisei passar próximo onde estava meu primo Fabiano e colega Marcelo
A cena que entre eles me deixou pasma
Marcelo meio displicente recostado na cadeira e Fabiano lhe pagando o maior boquete.
Caramba o Fabiano se esbaldava de chupar nosso colega.
Que não estava nem aí se estava sendo vistos ou não.
Fiquei estática observando e porque não dizer fiquei excitada afinal toda cena de sexo real e ao vivo desperta a libido de qualquer pessoa normal.
Depois de breves momentos vendo a cena e na penumbra do cinema vi que Marcelo gozou e Fabiano com maior prazer bebeu todo esperma do colega.
Depois de passado algum tempo o vi limpar todo membro que ainda estava meio bamba. E disfarçadamente Fabiano ir até o WC.
Tentei passar despercebida voltando a meu lugar junto às colegas.
Mas a cena mexeu comigo.
Quando no dia seguinte Fabiano me disse que queria falar comigo um assunto muito importante e assim que chegasse a casa.
Fiquei curiosa.
Bem logo que almoçamos demos um tempo de minha mãe ir tirar sua sesta e Fabiano foi até meu quarto.
Diga primo que assunto urgente é este?
_Ah... Marcella desculpe por ter deixado você sem graça no cinema,mas eu gosto muito de sexo,sabe e para mim ,eu chupar um cacete me dá o maior tesão.
Gozo muito e sinto maior prazer de beber o leitinho dos guris.
Já comi umas meninas Marcella lá no interior, mas meu cacete é pequeno e acho que isto não apetece muito as meninas.
Mas eu as deixo saciadas e tenho meu orgasmo.
Mas meu maior prazer é com machos.
Mas tem uma coisa até hoje nenhum homem já me comeu tão bem como meu padrasto.
_Ah eu não sabia deste detalhe!
_Pois é.
Foi ele que me induziu a dá pra ele quando eu tinha ainda meus treze anos e não sabia de nada de sexo.
Paulão era bem alto e sempre que minha mãe saia me chamava para ajudar ele nos trabalhos.
Era todo dia me fazendo segurar seu cacete e punhetar, eu detestava aquilo, ele ameaçava de me bater e largar minha mãe se eu dissesse alguma coisa.
Eu odiava aquilo, mas com o passar dos dias eu fui começando a gostar. E sentia prazer meu cacete ficava durinho ,eu sem saber o motivo nada dizia.
Depois de um tempo  ele começou a colocar o dedo no meu rabo, molhava de saliva e me dedava, eu sentia uma comichão no meu cacete(inho) via uma babinha sujar minha bermuda e nem sabia o que era.
Aí o tempo foi passando e Paulão foi exigindo mais, tinha dias que gozava na minha boca mais de uma vez.
Eu enguiava, engasgava, ele falava bem assim.
_Bebe safado para ficar forte e teu cacete crescer.
_Eu ia gostando disto se passou dias, meses, era dedadas e gozadas na boca.
_Até que minha mãe precisou vir para salvador fazer exames, demoraram dias eu fiquei com Paulão.
_Logo na primeira noite ele foi logo dizendo.
_Fabiano hoje tu vai dormir na cama no lugar de tua mãe viu?
_Mas porque Paulão?
_Ah deixa de pergunta moleque, de noite tu sabe por quê.
Depois da janta fui deitar como estava fazendo muito calor fiquei só de cueca.
Logo adormeci. Depois já bem tarde vi Fabiano entrar no quarto acender a Luz e me chamar.
Fabiano... Fabiano acorda!
Olha que trouxe para tu!
Ainda sonolento abri os olhos e vejo Paulão com uma calcinha nas mãos.
_Jogando em minha direção fala toma veste que hoje tu vai ser minha putinha.
_Faz tempo que espero este dia e é hoje!
_Mas eu sou homem Paulão!
Homem?
Quem é homem aqui sou eu menino veste e cala boca, homem não chupa cacete, homem mete cacete.
Sem saber o que fazer vesti a calcinha vermelha que ele me deu e fiquei sentado na beirada da cama, meio cabisbaixo.
Ele se aproximou tirou a sua cueca, vi seu cacete duro. esfregava na minha cara ,dizendo coisas.
_Fabianinha... Hoje é minha mulherzinha, vou te comer do jeito que quero safado e num adianta gritar senão te arrebento viu?
_Abre a boca vai chupa seu picolé,anda putinho safado.Sei que tu gosta!
Começou e meter sem dó seu cacete e dizia coisas,sim assim putinho,chupa mais gostoso que tua mãe.
Ah delicia.
Ah como é bom uma boquinha nova,aprendendo a chuparrrrrrrrrrrrr.
Depois de um tempo eu estava adorando chupar ,melava de saliva todo cacete.Ele ficava doido com cacete enorme estocando na minha boca.
_Vem sobe na cama ,vai fica ai  em pé,deixa ver se teu cacete tá duro?
Ahh...Está durinhoh ein?
Tu gosta de um cacete não é safado?
Assim ele abaixou a minha calcinha e sentado na cama começou e me chupar.
Ele nunca tinha feito assim,mas foi gostoso,chupava e metia o dedo no meu rabo.
Uma sensação gostosa.
_Depois de um tempo Marcella eu sentia prazer ,via seus lábios sugando meu cacete e seus gemidos me dava prazer.
Quando ele disse ta gostando é putinho?
Pensa que vai ficar só assim é,fica de quatro (4),eu fiquei  como um animal esperando o abate.
Vi quando besuntou o meu rabo colocava ora um dedo depois sentir um ardor e vi que era dois dedos.
Ardeu foi ?
 Putinho.
_Ah vai relaxa que tu vai gostar, do que tenho para tu,porra tua mãe não gosta de me dá o rabo diz que dói nada melhor do que filhinho dela putinho me dá.
Assim vi roçar cabeça de seu cacete no meu rabo,esfregava de lá pra cá,relaxa putinho que vou só encostar viu?
Ah...Está é gostando ,ta piscando pedindo cacete,olha como tá rosadinho o cuzinho do putinho.
Hum... Delicia!
_Deixa dá uma linguadinha neste botão virgem!
_ Abaixou -se...Marcella e começou a chupar meu rabo,mexia a língua ,babava metia dando pinceladas,eu rebolava de tesão.
Ele falava coisas, assim meu putinho, gemia dizendo palavras obscenas,isto me deixava com um tesão danado.
Depois de um tempo assim sentia meu rabo encharcado de sua saliva e do que ele passou para lubrificar.
Está pronto meu putinho?
Hum.. Gostou não foi ,abre a bunda que vou meter a língua toda agora vai...
Assim eu de quatro com a bunda aberta vi o cacete de Paulão entrar,gemi alto quando cabeça passou,ele deu um tempo e parou.
Falando calma que já passa o ardor, assim não demorou muito começou a estocar e parar.
Era sensações de dor e prazer.
Me fodia com prazer eu o via meter e tirar o cacete ,e sentia alivio e prazer.
Depois de um tempo gemia pedindo que metesse mais e com vontade.
Ai...Delicia bota Paulão este cacete gostoso...
Vai fode com teu putinho, sim assim arregaça teu putinho.
Passado alguns minutos senti um liquido quente , esporrar  no meu rabo.
Um prazer intenso.
Adorei dá o rabo assim foi a minha primeira vez Marcella.
Sabe adorei ser enrabado,mas precisava sai de lá se minha mãe descobre .
Iria morrer de desgosto.
Afinal era seu companheiro.
Fiquei uns quatro meses assim,quando minha mãe saia o Paulão exigia que eu desse para ele,quando não era assim só fazia gozar na minha boca.
Pois Marcella só estou te dizendo estas coisas porque  sei que você viu eu pagar um boquete para Marcelo , e quero sua ajuda para dá para ele hoje de tarde.
Quando minha tia sair...
Será que tem condições?
Claro Fabiano te ajudo sim...
Mas precisa ter cuidado usando camisinha viu?
Ah ...Marcella agora eu já sei mais das coisas.
Não se preocupe que tomarei cuidado.
Você é um amor de prima.
Obrigado viu e pode contar comigo para o que der e vier.
*

PS.Meu ultimo conto ...de 2011.Feliz Ano novo a todos
Docecomomel (hgata)
“Não confundam o autor com suas obras”

Vejam meus BLOGS:
http://sensacoescomemocoes.blogspot.com/
http://desejosdeinsanos.blogspot.com/
http://sedentosdesexo.blogspot.com/
http://noisdafeira.blogspot.com/


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts