Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)

Acessos em Êxtase !

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Sedução Fogo e Paixão !

Eu sai hoje bem cedo de casa para repensar minha vida, estou de saco cheio com meu namorado. Cheguei à conclusão que tenho e preciso mudar o rumo de minha vida.
Chega de cara safado só querendo mandar e não fazer nada por minha pessoa.
Perdida em meus pensamentos vou andando a esmo.
Até que esbarrei em uma pessoa sem querer, quando olhei para o mesmo me assustei dei um grito e desmaiei.
Acredito que o homem que esbarrei me segurou e me levou para sua casa.
Acordei depois de um tempo.
Meus olhos demoraram a habituar-se a penumbra do ambiente
. _Onde estou?
_Ah minha cabeça doe!
Logo avistei do outro lado da sala um homem alto, negro, aparentando uns 36 anos, mas com um olhar triste, mas um belo exemplar de macho.
 Ele aproximou-se cumprimentando-me.
Oi vamos por etapas você está em minha casa e aconteceu de você esbarrar em mim na rua e desmaiar, como não sabia onde morava e quem você é, resolvi trazer você até a minha casa.
Já que estava próximo.
Espero que não se incomode!
Ah... Tudo bem!
Eu que tenho que agradecer por ter me amparado.
_Ah desculpe a falta meu nome é Marcella.
_Não há de que Marcella apenas a amparei senão você teria se machucado, quando desmaiou,mas quando me olhou até parece que tinha visto uma assombração.
_Ou sou tão feio assim que assusto moças bonitas.
_Não de forma alguma eu que estou chateada ou estava, pois o motivo de minha chateação é coisa do passado. Rsrsr
_Hum ainda bem, agora vejo um sorriso neste rosto bonito.
_Ah meu nome é Fabrício e trabalho em Angola, estou aqui em Salvador de férias uma parte de minha família mora aqui, tipo ex-mulher e filho.
_Ah que legal trabalhar fora e ainda por cima em outro país.
_Bem tem suas compensações, mas são outros hábitos e costumes, ainda mais quando se vai para interior do País.
_Entendo Fabrício.
_ Me diga como posso retribuir a gentileza?
Bem retribuir não é necessário, mas gostaria de convidar você para sair, para conversarmos um pouco.
Importa-se?
Bem onde podemos ir?
_ Pediria para irmos lá num barzinho na orla para tomarmos uma cervejinha.
_Lógico que não me importo eu adoraria ir sim, você me dá um tempo só de ir ao WC me pentear? Claro!
_Assim fui rápido e pude observar sua casa bem arrumada com decoração de bom gosto, será que ele tem mulher?
_Se tem deve está longe senão já teria aparecido.
_ Em direção a garagem e pude ver o seu carro de muito bom gosto.
Eu estava me desconhecendo saindo assim com um estranho, mas também se fosse alguém que quisesse se aproveitar de mim teria feito enquanto estava desmaiada.
_Ou quem sabe teria dado um sumiço em mim. kkkk.
  Assim saímos.
_Estávamos no barzinho tomando um chope conversando muito animados, quando Fabrício me deu um beijo na mão.
_Desculpe Marcella, mas é que estou encantado com você e sua presença desperta meu instinto animal de macho.
_Sabe quando a vi desmaiada a mercê, fiquei pensando quem seria esta princesa que caiu do céu ali no meio da rua?
_Agora sinto que você veio para alegrar meu dia, sabe venho de férias para ver meu filhinho e é maior confusão com a ex-esposa mercenária, ela só ver em mim dólares.
Isto me chateia, pois antes de ir morar no exterior sempre tive vida humilde e simples, estudei muito para conseguir esta vaga na embaixada brasileira.
Agora não tenho sossego, foi ela que quis vir embora, agora quer viver como baronesa, sem trabalhar com montes de amantes.
Uma droga isto, mas sua vida nada tem a ver, mas a pensão é do Luan, não para ela sustentar machos.
Você entende?
Claro que entendo, eu também ando tendo problemas com meu ex-namorado, que acha que sou obrigada a sustentar ele.
Caramba vá trabalhar é o que digo, mas vem com carinha de anjo todo mansinho faz um carinho, ai vamos para cama e lá se vai uma boa quantia em dinheiro.
Um safado, mas me deixa não auge do prazer você entende?
Minha vida é uma correria e quando Marcos está por perto me faz muitos mimos e me deixa saciada de sexo, ai acabo cedendo.
No caso ainda temos um caso só que eu pago ,só que ele não entendeu isto ainda.
Acha com direitos.
O que você faria em meu lugar?
Olhando a situação por este anglo só temos mesmo a curtir os momentos e pronto.
 Ele que se vire de querer aceitar ou não. Mas se fosse comigo seria bem diferente!
Seria como?
Faria assim... depois de você ter me provocado muito durante o seu desmaio me deixando ansioso por vê-la acordar.
Eu usaria de muito carinho com você, iria acariciando seus braços,sua boca.
Dava beijos suaves tipo assim.
E Fabrício começou a me beijar, uns beijos suaves, mas com muito gosto, se apossavam de minha boca, sugava minha língua.
Aff... Que fogo hein.
Meu corpo estava mostrando toda a carência de sexo e carinho sentia-me vulnerável na presença de Fabrício.
Minha calcinha enfiadinha na xoxota estava úmida, sentia meu corpo arder de excitação.
Como sempre acontece comigo eu estava ardendo de desejo, estava a ponto de pedir a Fabrício para transar comigo, pois a intensidade dos meus anseios era imensa.
Mas me contive teria que suportar os carinhos esperar a iniciativa dele.
Como se adivinhasse meus pensamentos ele indagou se poderíamos ir a algum lugar sossegado ou até mesmo à sua casa.
As palavras que saíram de minha boca foram afirmativas.
Assim logo eu estava aninhada nos braços do Fabrício indo em direção a sua casa.
Ele muito correto conversava sobre o prazer de está comigo que se eu não quisesse transar com ele saberia respeitar minha vontade.
Eu queria transar e muito com ele.
Eu olhava disfarçadamente seu membro rígido até pensei que iria rasgar a calça de tão imenso que demonstrava o tamanho do cacete.
Daí quando entramos em seu apartamento Fabrício assim que transpassamos a porta começou a me beijar.
Levemente nos lábios depois pela nuca, suas mãos iam descendo pelo pescoço ate chegar a meus seios, que já estavam com os bicos eriçados.
 Meus seios foram sugados e mordiscando com sua língua macia e morna.
Um tesão...
 Logo ...
Fomos tirando nossas roupas.
Peça por peça eram jogadas ao chão.
Logo estávamos pelados.
Um deus negro com seu mastro rígido,que eu achei enorme, cabeçorra vermelha, fazia uma curva em arco, de tanto que estava excitado.
Eu engoli em seco quando comecei acariciar seu cacete sobrava em minhas mãos.
O tamanho era grande mesmo.
Ele me acariciava e aproveitava e dava uma passadinha de mão na bundinha.
Apalpando com firmeza.
Um tesão!
Eu gemia de prazer.
E ele sorria sabendo o que eu estava querendo, depois de uns carinhos,sabíamos que iria brotar um amor gostoso.
Fomos ao banho. Fabrício esfregava meu corpo demorando em alguns lugares mais que o tempo normal.
Êxtase de momentos que perduram uma eternidade.
Quando eu abaixei ali no Box do banheiro e comecei a chupar o seu cacete ,vi lampejos de alegria em seu olhar.levemente Fabrício dava estocadas com seus quadris,sentia seu cacete se apoderar de minha boca.
Chupava com vontade dando leves lambidas na cabeça ate o talo.
Ah que delicia sentir-se possuída pelo desejo de querer amar e ser amada. Fabrício com educação me fez levantar e carregou-me até sua cama enorme, macia forrada com lençóis de cetim.
Tudo ali mostrava requinte e sensualidade.
Quando Fabrício me deitou em sua cama deixando-me com os joelhos levemente dobrados, senti arrepios.
Ele com jeito apossou de minha xoxota, sugava e lambia como se fosse uma fruta madura a espera de ser colhida.
Chupões rápidos e certeiros, meu clitóris entre seus lábios.
Sugava-os com vontade, entreguei-me a lascívia do meu corpo e explodi em um orgasmo intenso, retorcia meu corpo, prendia a cabeça de Fabrício entre as minhas coxas.
Brincava comigo extraindo meu mel.
O néctar dos deuses os fluidos sagrado do corpo da fêmea.
Respiração ofegante, sussurros e gemidos de prazer.
Fui possuída como há muito tempo não me recordava de ter ocorrido assim um efeito tão devastador. Suave respiração.
O clímax total.
Eis que Fabrício como um guerreiro incansável levanta de uma batalha.
Em pé a minha frente com cuidado sem pressa, coloca camisinha e posiciona minhas pernas em seus ombros, e começa um vai vem lento.
Inúmeras vezes, seu corpo colado ao meu.
Os sons de nossos corpos.
Beijos e olhares cúmplices.
Carinhos e desejos.
Estocadas com vigor eu sinto meu macho explodindo em mim, preenchendo com sua virilidade.
O ato consumado. Intensidade do prazer.
Não eu nem ele, mas nosso prazer.
O prazer de um casal que acabava de selar um compromisso de tentar ser feliz.
Esquecendo as desavenças que outros os impuseram, mas não deixaram magoas, mas sim a vontade de amar e ser feliz.
Quiçá eu não desse a chance e tentar de alguma forma amar e para sempre esta junto de você...
Meu amor e inesquecível paixão.



Docecomomel(hgata)
"Não confundam o autor com sua obra"
Vejam meus blogs
http://sensacoescomemocoes.blogspot.com/
http://desejosdeinsanos.blogspot.com/
http://sedentosdesexo.blogspot.com/
http://noisdafeira.blogspot.com/

Imagem do google

Um comentário:

  1. Conto cheio de emoções e sensações literalmente.
    Bom trabalho amiga.
    Meu abraço terno.

    ResponderExcluir

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts