.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

domingo, 19 de junho de 2011

Minha 1ª Vez foi com um Gay !


Bem este relato foi quando eu transei a 1ª vez,e ainda foi com um amigo de colegio que era gay.
Durante muito tempo, eu sempre tive uma grande duvida sobre minha sexualidade.
Agora comecei a estudar e aconteceu algo na ultima vez que um grupo de amigos foram fazer um trabalho juntos na minha casa.
Assim que meus amigos iam acabando sua parte de montagem da Makett ia indo embora.
Só restando eu e Marcos éramos os lideres da equipe.
Assim eu e Marcos em fase de montagem íamos de lado para outro e nossos corpos se encostavam intencional, mas pude observar que Marcos alguns momentos fazia proposital e passava lentamente roçando seu cacete em mim.
Senti que a cada momento estava ficando excitado.
Eu sentia prazer daquele contato.
Mas procurei disfarçar. Depois de um bom tempo no roça-roça estávamos fazendo um lanche e com suspiro de alivio falei.
Ufa ate que fim acabou nossa tarefa, me sinto realizado.
_Marcos disse só faltou algo para complementar a minha realização!
O que?
Ele com a cara de safado disseram ,falou isto e chegando bem pertinho de mim segurou no cacete e afirmou,faltou uma boa foda!
Mas Marcos porque diz assim?
Ora Pedro não sabe se você sabe, mas sou bissexual e desde que comecei a fazer o trabalho estou doido de tesão por você, sua bunda me atiça sinto vontade de te chupar e sentir teu cacete em mim e vice versa.
Mas cara eu nunca fiz sexo de forma alguma!
Marcos assentiu, mais um motivo para me deixar enlouquecido de tesão.
Tudo tem a primeira vez.
Vamos Pedro provar quem sabe você gosta, não será obrigado a me dá o rabo, mas poderá deixar eu me satisfazer, você tem direito de escolher, a opção é sua de prosseguir ou parar.
Pedi um tempo para pensar e fui para o meu quarto tomar um bom banho.
Marcos na sala acabava o trabalho.
Eu fiquei matutando enquanto tomava banho. E pensando em Marcos com aquela boca gulosa no meu cacete deixou-me em total estado de excitação.Senti meu cacete ficar cada vez mais rígido fazendo uma curva apontando para o umbigo.
Aff... Jamais senti assim tanto tesão nas minhas horas de solidão,batendo minhas punhetas diárias.
Da porta do quarto chamei...
Mascoss... Vem aqui no 1º andar ver uma coisa!
Pode subir a porta está fechada só estamos nós dois.
Marcos veio acelerado e chegando a porta do quarto vendo-me só de toalha e notava volume sob a toalha.
_Bem pensei e cheguei à conclusão, mas precisamos de sigilo, entendido?
_Claro! Pedro você já ouviu dizer que já fiz algo com alguém ou citei nomes?
Apenas digo que me dei bem, quem ouve que imagine como e com quem.
Assim tirei a toalha e as coisas começaram a fluir mais quente, bem mais quente mesmo, perdi minha vergonha.
Marcos se aproximou e ajoelhado a meus pés começou a mamar.
Chupava como um bezerro desmamado.
Eu segurava sua cabeça e com leves estocados metia o cacete em sua boca.
Delírios e prazeres Marcos adorando ter meu cacete as seu dispor, gemia e depois de alguns minutos, tirou a roupa.
Vi que estava excitado, mas seu cacete era minúsculo.
Tudo que é carinho e bem aceito, e depois de minutos de puro prazer.
Marcos segurou minha nuca e beijou-me suculentamente com a língua.
Estranhei de inicio, mas comecei a entrar no clima de pura excitação, mordiscou, lambeu, cheirou-me outra vez agora bem ofegante, ele estava tarado.
Então eu disse...
Marcos eu não estou agüentando vou gozar!
Calma!
Desse jeito vou estourar de tesão... Marcos
Abraçou-me forte, segurou meus cabelos, passou a língua em minha nuca, fiquei todo arrepiado, desceu as mãos agarrando minha bunda, apertando com carinho.
E com um suspiro disse.
Ah delicia de bunda e ainda virgem.
Eu já estava com as pernas trêmulas, afoito para gozar.
Ele acariciou minhas costas suavemente, eu queria pedir pra ele parar, mas estava totalmente entregue e aquela sensação de êxtase e prazer, E melando tudo, pois estava saindo em grande quantidade do pré-gozo.
Aquela babinha que sai do cacete quando estamos próximos ao orgasmo.
Ahh... Não aquento mais vou gozar.
Não espere!
E agachando a meus pés fixando seu olhar no meu cacete rígido com a respiração ofegante.
Começou a mamar pedindo e exigindo meu leite. Suas mãos apalpavam minha bunda e com delicadeza corria um dedo até meu ânus que piscava de excitação.
Foi a primeira vez que senti prazer de alguém me acariciar o meu ânus e para ser sincero naquele momento o prazer sentido complementou as sensações e como uma explosão de gemidos.
Explodi em um orgasmo intenso e duradouro.
Marcos com as mãos fixas no meu cacete recebia todo meu leite, não deixando desperdiçar uma gota sequer.
Foi um intenso e forte orgasmo, sua boca em meu cacete me deixou ansioso e cheio de prazer.
O calor de sua boca, sua respiração ofegante.
Gemidos e urros e até parecia que eu não havia gozado.
O cacete continuava em riste duro feito uma barra de ferro.
Foi quando vi quando Marcos se inclinando sobre o chão, acariciei sua bunda lentamente, e enfiando dois dedos no seu ânus que estava piscando querendo receber meu cacete,untei o cacete com Ky e comecei a lacear seu ânus.
Já super lubrificado pronto para receber meu mastro rígido.
Sem que eu pudesse mais adiar a imensidão do prazer fui introduzindo o meu mastro à medida que a cabeça foi abrindo espaço e entrando, o prazer crescente conforme meu pau escorregava para dentro sentia Marcos ofegante gemendo implorando que estocasse cada vez mais forte.
Acho que nunca senti tanto prazer.
O cacete latejando o rabinho piscando prendia e soltava meu membro.
Ele começou o vai e vem mais acelerado ainda queria mais eu enterrava com força, Marcos gemia. Metia sem dó queria ver e sentir a explosão do prazer. Conforme eu enfiava não sei ao certo quantos centímetros de cacete. Sentia cada vez mais o prazer imenso de Marcos de estar sendo esfolado arregaçado com meu cacete.gemia muito,mas de prazer queria mais.
Eu bumbava forte, acariciava seu membro o punhetava, ele rebolava, me falava mal de safado, de Pitt Bull gostoso, dizia que ele era meu e que ia ser minha putinha para sempre de mais ninguém... E ficando quase de quatro sobre ele, mandei ver com estocadas fortes senti meu membro se inchar e com espasmos enchi a camisinha outra vez de um intenso e gostoso gozo
Ele gemendo gritou vai ser agora, entre gemidos o sentiu gozar em minhas mãos, seu cacete vibrou e soltou uma densa quantidade de esperma. Gemeu alto e dizendo palavras aquietou-se.
Ah que delicia Pedro jamais tive um bofe assim que me desse tanto prazer.
Foi a foda mais completa de minha vida.Ainda guardo na mente as boas lembranças.
Senti o meu cacete escorregar do seu Rêgo. Assim ficamos um tempo juntos com a respiração ofegante, mas saciados de prazer. Assim eu e Pedro continuamos amigos e eu pude ter a certeza que minha opção sexual é... Mulher mas por vias de fato de vez enquando um rabinho não faz mal.
Marcos ainda tentou me convencer de trocar de mudar de idéia e dá pra ele, mas fiquei de resolver esta parada em outro momento.
Mas deixa quieto que bem melhor...

Docecomomel(hgata)
"Se copiar coloque nome de autoria"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts