Acessos em Êxtase !

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Meu Amante Bem Dotado !



Eu estava sem sono e entrei na internet para ler um pouco. Depois de ler muita coisa resolvi entrar em um chat de bate papo.
Muita gente estava na sala e logo um cara me chamou para teclar, bem o seu Nick era muito sugestivo. ”negro bem dotado”.
Conversamos um pouco depois fomos para o MSN.
Fiquei impressionada com o seu charme e as palavras gentis.
Passei a entrar todos os dias na esperança de vê-lo online.
Ficamos muito íntimos.
Pois ele era tranqüilo, também casado e com problemas similares aos meus com a sua esposa.
Virou rotina conversarmos até altas horas no MSN.
Ficamos grandes amigos e logo falávamos muitas sacanagens que faríamos um com o outro, como era legal tudo aquilo.
Um dia veio a proposta: Por que não nos encontramos pra conversar um pouco?
Fiquei pensando se deveria ir ou não? Rsrsrrsrsrs
Decidi ir, como sou micro-empresária.
Tenho disponibilidade de horários.
Marcamos de nos encontrarmos em um barzinho, que eu conhecia afastado e discreto.
Eu estava gelada!
Estava sedenta de carinhos excitada na verdade.
Euforia tomava conta do meu ser.
Começamos a conversar meio sem jeito.
O lugar era bem calmo e tranqüilo e podíamos conversar a vontade.
Conversamos um monte de futilidades, pois este era um encontro apenas para nos conhecermos.
Mas eu sentia e previa que queríamos mais.
Nossos corpos ansiavam algo mais.
É claro, combinamos outro encontro em outro lugar no outro dia.
Fomos jantar e o ambiente colaborava com a sensualidade que exalava do meu corpo.
Luz de velas musica suave, vinho.
Veio falar algo bem próximo ao meu ouvido e seus lábios passaram roçando nos meus, fiquei completamente molhada nessa hora e então, me vendo sem reação, me deu um beijo na boca, tipo um selinho. Foi o inicio de uma paixão fulminante.
Não resistimos e começamos a nos beijar com muita vontade, ali mesmo.
Depois ele me perguntou; se eu queria sair dali, for para um lugar mais calmo.
Eu disse que sim, levantamos, saímos e fomos direto para um motel conhecido aqui em nossa cidade.
Gelei só de pensar que estava traindo meu marido, mas agora já havia tomado a decisão, agora não tinha mais volta.
Começamos a nos beijar e ali na garagem mesmo começamos a transar.
Ele me encosta contra o carro, me beija, me vira e faz com que eu me abaixe um pouco, suspende a minha saia, abre a minha xoxota com mãos, minha xoxota completamente encharcada.
Ele enfia a língua mais gostosa que eu já havia sentido em minha xoxota, me deixando louca de tesão.
Gozei na hora, só com aquela língua, e ele Lambia minha xoxota que de tanto tesão já escorria pelas pernas um líquido gostoso.
Levantou - se depois de provar de meu mel.
E em pé começou a enterrar aquele belo cacete de 22 cm.
Sentia como se tivesse me dividindo ao meio com aquele mastro todo enterrado na minha xoxota.
Tirava e metia todo de uma vez só, me preenchendo inteira.
Até o talo...
Ele então tira seu mastro e depois mete novamente, com toda força.
Logo não agüento e gozo pela segunda vez.
Ele não me dá trégua e começa um vai e vem que me deixa tonta.
E ele não para, parece uma máquina entrando e saindo de mim e me deixando completamente mole.
Quando ele anuncia que vai gozar e eu o chamo de safado, tarado, ele enlouquece e aumenta o ritmo.
Eu vejo que ele está gozando, sinto todo seu espasmo de gozo na minha xaninha.
Logo fomos tomar um banho.
O banho foi delicioso, vi pela primeira vez o pau dele que agora, estava meio bomba.
Caracas que enorme como agüentei tudo aquilo dentro de mim.
Peguei nele com carinho.
E senti seu pau voltando à vida, não me fiz de rogada e decidi colaborar mais, abaixei-me e o coloquei na boca, ele ainda estava meia-bomba, mas logo ficou completamente duro, não consegui engolir inteiro, era grande, e grosso demais. Chupei, chupei muito.
E ele segurava minha cabeça fazia como quando estava metendo em minha xoxota, metia com força e muita vontade.
Que cacete delicioso ele tinha.
Chupei como uma criança que ganha um delicioso pirulito pela primeira vez na vida, lambia, chupava, mordia e não parava de punhetá-lo.
Ele estava quase gozando quando parei e levantei.
Ele fez uma carinha de desapontado, mas eu queria adiar este momento de sentir seu leitinho na minha boquinha.
Abaixou-se e meteu a língua na minha xoxota que há essa hora, já estava completamente ensopada, molhou seu dedo nela e depois começou a chupá-los alternadamente
Não agüentando mais esperar, pedi pra ele meter logo aquele cacete na minha xoxota.
Queria mais, tinha que aproveitar aquele momento único.
Mas ele tirou-o todo, colocou a cabeça na portinha me causando-me mais um arrepio de prazer.
Sem pressa foi enfiando aquele cacete gostoso todo em um vai e vem com ritmos cadenciados.
Ora lentos ora apressados.
Eu gemia em urros de prazer.
Quando ele viu que gozei novamente e relaxei, voltou a empurrar aquele cacete gostoso dentro de mim me preenchendo novamente com aquele pedaço de prazer.


Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não Confundam o autor com sua obra"

Um comentário:

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)