Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)

Acessos em Êxtase !

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Um Encontro Casual


Olá vou relatar algo que aconteceu nesta ultima semana. Bem estou resolvendo umas pendências em um escritório de advocacia.
Coisas de venda e compra de imóveis.
São tantos documentos exigidos que acabassem indo ao escritório inúmeras vezes. e isto formou um vinculo de amizade entre eu e os funcionários,em especial um rapaz que achei lindo com seu sorriso cativante e seu jeito despojado de ser macho.Sabe dizer as coisas certas e na hora certa.
Como eu gosto de falar com todos fui logo me tornando amiga do Nassys, aquele rapaz afro-descendente muito bonito e simpático. Com seu 1.85 e bem musculoso,onde chegava chamava atenção .
Assim quando o Nassys convidou-me para um chope na ultima sexta feira, não relutei e aceite de imediato. Seria bom para aliviar as tensões d a semana.
Mas eu não esperava cair na armadilha da sedução. Entre conversas corriqueiras entramos por caminhos que nos levava ao prazer.
Sentados bem próximos naquele choperia em um lugar bem afastados do grande movimento, sentia seu leve toque de coxas.
Sentia um leve prazer.
Nassys com grande desenvoltura me cativava cada vez mais.
E conversa vai e vem Nassys colocou uma de sua mão na minha coxa, alisando levemente, senti um arrepio de excitação.
Olhei com um brilho no olhar, ele apenas riu.
Acredito que foi só para ver minha intenção.
Mas a minha reação foi simplesmente de aceitar aquele jogo de sedução.
Sabia que estava fazendo.
Depois Nassys simplesmente retirou sua mão.
Claro que não goste!
E para surpresa de ambos eu tomei a iniciativa e coloquei minha mão bem próxima a seu cacete que estava em estado de ereção.
E com um suspiro ele afirmou.
Ah Marcella! Assim deste jeito eu não agüento!
Retribuindo o seu sorriso afirmei agüenta sim meu amoreco, e apertei levemente o seu cacete rígido.
Claro que ele ficou mais ainda excitado, mas controlou-se, ainda estávamos em um lugar publico.
Ficamos um tempo conversando até apaziguar a situação
Até que afirmei que precisava ir embora, pois meu noivo iria a minha casa naquele dia.
Então fomos até seu carro.
Que me levaria até em casa. No percurso Nassys com um sorriso afirmou e ai gata o que você quer eu também quero,me diz o que tem demais alguns momentos de prazer.
Bem você tem razão Nassys.
O que tem demais e dizendo isto comecei apalpar seu cacete.
Que em instantes já estava fora da calça.
Alisava apalpava seu cacete que babava como nunca.
Entre beijo e carinhos, sem suportar mais o desejo de sentir o sabor daquele mastro negro com a cabeça vermelha, como eu disse ai delicia Nassys minha tocha acesa me aqueça de prazer. Quando Nassys parou em uma rua semi deserta,sabia que o desejo que consumia nossos corpos .
Estava incontrolável.
Quando Nas começou acariciar minha xoxota, sentia convulsões de prazer.
Meu corpo tremia e ficava arrepiada.
Sua mão acariciava gostoso e num ímpeto de desejo rasgou minha meia e com os dedos afastou minha calcinha, enfiando seus dedos que me deixava encharcada do meu gozo.
Suavemente brincava com seus dedos na minha xaninha molhada e faminta.
Começou com um dedo indo e vindo entre os lábios vaginais, mas o tesão era tanto que em poucos segundos.
Nassys estava brincando com três dedos enfiados na minha xoxota gulosa, sedenta de sexo.
E como loucos entramos em um torpor de prazer do sexo sem compromisso, o vai e vem de seu cacete em minha boca me deixava alucinada de prazer.
Quando Nassys explodiu em um gozo intenso, sentindo seu leitinho aos borbotões em meu rosto, boca e entre os seios.
Foi algo fenomenal.
Gostoso!
Explodi em um gozo em seus dedos, os gemidos e urros de ambos eram como uivos de animais em cio.
Nassys lambeu seus dedos melados do meu gozo e u deixei seu cacete limpinho, que parecia que não ia ficar mole de tanto excitação que estávamos sentindo.
Despedimos-nos e marcamos de sair um dia para uma transa gostosa em um local mais apropriado.Mas as coisas acontecem.
E nunca mais tive contato com ele coisa que lamento, pois gostaria muito de poder sentir todo prazer que aquele cacete negro pudesse me dá.
Um verdadeiro turbo negro cheio de prazer e tesão.
Mas valeu Nassys!
Eu o senti na minha boquinha e provei de seu leite saboroso.
Quem sabe possamos ainda nos encontrar nas quebradas da vida.

Docecomomel (hgata)
http://sensaçoescomemoções.com
http://desejosdeInsanos.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts