Acessos em Êxtase !

domingo, 17 de abril de 2011

Traindo Por Pura Safadeza





Sou casada e tenho uma vida pacata e feliz tranqüila com o meu marido. Mas nem tão pacatos são meus desejos e pensamentos.Acredito que se pensar é pecado meu lugar está bem reservado ao lado direito do Demo.
Não posso ver um rapaz bonito que meus pensamentos voam e coloco-me a imaginar transando com o mesmo.
Ah e como eu trabalho em um lugar que a maioria é do sexo masculino ai vocês já sabem, o torvelinho de emoções é minha cabeça.
Em cada olhar meço o tamanho do cacete daqueles machos todos que vejo na empresa.
Mas é ou era só em pensamentos até que...
Há pouco tempo foi admitido um novo contador na empresa e eu como sou também contadora vou trabalhar diretamente com o novo funcionário. Quando soube que iria ter colega de sala novo ...Adorei mas quando eu fui ser apresentada a ele me faltou chão embaixo dos pés e ar para respirar.
A surpresa foi visível para ambos.
O meu mais novo colega de trabalho é nada mais e nada menos que o Edgar meu primeiro e único amor de minha vida.
Mas por circunstancias da vida foi algo que acabou e me deixou marcas, dor e magoa. Afinal ser trocada por sua melhor amiga e confidente,na época foi difícil,mas passou como tudo na vida é transitório.restando nada mais que lembranças.
Boas e más.
Eu tinha muitas lembranças boas... aqueles arroubos de paixão ,meu primeiro beijo,meu primeiro homem.
Em questão de sexo foi meu professor em tudo. Oral,anal e como eu adorava mamar eu cajado negro que a meia luz reluzia.
Foi meu maior castigo foi amá-lo demais, mas acabou. Ou não sei lá quando eu o vi fiquei excitada e creio que esteja casado com minha ex-amiga Mariana que tomou ele de mim.Se assim eu posso dizer.
No inicio o nosso trabalho era efetuado com poucas palavras estritamente o essencial. Mas com o passar do tempo fui sabendo que o Edgar separou-se de sua esposa não suportou o peso alem do normal na cabeça. Achei bem pouco ele a endeusava achando que era uma santinha.Só se fosse santa da família machado .Sabe aquela família que dizem popularmente que não pode ver um pau em pé logo quer derrubar. Rsrsrsr
Mas no decorrer do tempo começamos a nos falar, e até pelo MSN. Sempre pela net algumas vezes nos relembramos dos bons momentos que passamos juntos.
Para começar com conversas mais picantes foi um pulo, afinal ele foi meu primeiro namorado, e eu a dele. Nossa experiências juntos foram por demais marcantes.Então sexualmente falando fomos aprendizes e professores na arte de amar.Descobrimos o mundo dos prazeres e da safadeza juntos.Riamos demais lembrando de casos passados.O Edgar parecia outro homem.exigente e estilo garanhão.
Uma noite ficamos horas conversando e as palavras cada vez mais excitantes.
Isto me tirava o sossego.
Causando-me insônia.
Porque ficar relembrando deixava acesa a chama do desejo e luxuria sempre pairando entre nossas cabeças.
Mas era uma coisa perigosa e excitante.
Eu gostava de sua companhia. Mas algo mexeu comigo na ultima semana fizemos hora extra e o Edgar propôs de levar-me em casa.
Após terminar o serviço sai com Edgar que não parava de olhar minhas pernas. Fiquei imparcial evitei conversa pessoais,mas o safado pegou uma rua diferente a que levava a minha casa e já bastante distante estacionou o carro segurando abruptamente pelos meus ombros beijando-me.
Que beijo me tirou o fôlego. Suas mãos percorriam meu corpo em extensa caricia.
Fiquei até onde agüentei sem corresponder, mas eu não sou feita de barro, comecei a sugar seus lábios com uma breve caricia.
Poxa eu não queria trair meu marido, mas as coisas iam por caminhos desconhecidos, e nem sempre as coisas em casa estão "funcionando" bem... Desavenças bebidas,jogo,estas coisas que esfriam e complicam uma relação.Eu cumpria minha parte mas Marcos...Era fogo um bonachão
Edgar perguntou-mse se topava sair com ele para um motel? E
Ele queria ficar comigo. E eu aceitei, mas seria no dia seguinte afinal já era tarde.
Mas começamos um sarro gostoso.
Carro com vidros fumê, no escuro bem na frente de uma empresa.
Edgar me beijava ardentemente, que estava doido para matar as saudades, desde o dia que me viu na empresa que só pensa em mim.
Pois havia muito tempo longe um do outro e as circunstancias da separação não foram muito boas para mim. Mas eu perdoei.
Eu já estava sem forças, estava literalmente entregue aos desejos dele. E meus também.
Sua língua percorria a minha boca, sugando-a.
Seu beijo quente sufocava, seu bigode fazia cócegas.
Eu adoroo bigode faz cócegas e vocês sabem não é?
Onde e como!
Ele baixou o zíper da calça colocando para fora seu cacete e logo pude ver e sentir a sua virilidade.
Seu cacete enorme e fenomenal.
Não resisti estava louca de vontade de sentir ele.
E bem depressa caí de boca!
Senti seu mastro latejante e viril na minha boca, era uma delicia.
Já loucos de excitação fomos rapidamente para o banco de trás. Edgar levantou meu vestido,tirou minha calcinha aspirou meu odor de fêmea no cio e sentiu com as pontas dos dedos,como estava encharcada.
Nossa seu beijos e carinho me levavam a loucura, tive que conter os urros e gemidos para não chamar atenção.
Logo ele me fez gozar, e eu implorava para ser possuída.
Queria vibrar rebolando em seu cacete.
A excitação era demais o suor escorria em forma de desejo.
Edgar fazendo uma manobra se encaixou no meu colo.
Já estava sentindo seu membro me tocando a vagina, o calor o furor da paixão o desejo insano de ser possuída sem pudores. O vai e vem cadenciado de seus quadris foi aumentando.
Já estava louca e alucinada pronta para outro orgasmo, quando ele me segura com firmeza me penetra profundamente e com força!
Meu segundo orgasmo foi inevitável. Edgar complementando com seu gozo,intenso prazeroso,os gemidos de tesão.
Entoavam uma canção angelical em nossos ouvidos.
O cheiro do sexo, cheiro do proibido estavam no ar...
A luxuria o desejo a traição eram complementos, para momentos de total êxtase.
E no vai e vem incrivelmente delicioso pude sentir e vibrar todo seu desejo por mim e assim complementar com força e carinho e paixão.
Adormecida que ambos sentiam, mas que estava esquecida no tempo da saudade.
Finalizando com um terceiro orgasmo e ele gozando dentro de mim...
O meu celular tocando, mostrava que era à hora, de voltar à realidade de minha vida de mulher casada, mas o gostinho de quero mais continuava em nós. E amanhã será o dia D,saciar esta fome de sexo que transpira em meu corpo.
Rapidamente no recompomos e saímos pelas ruas desertas indo cada qual para seu mundo. Mas saciados e felizes.
O sorriso em nossos lábios não deixava disfarçar.
A alegria que ambos sentimos em nossos momentos de prazer e loucura.
Em um carro parado a esmo em uma rua escura. Igual a tantas vezes em nosso tempo de namoro.No dia seguinte quando acordei vi uma mensagem no celular.E com um sorriso sai para trabalhar
"Espero-te hoje, no mesmo horário, mas não será no mesmo lugar"...
E assim hoje foi o dia mais longo e demorado de minha vida, mas para compensar a noite tive as horas mais excitantes de toda a minha vida!
Sem falar da quantidade de orgasmos que tivemos.
È um amor para recordar e continuar a vivenciar.

Docecomomel(hgata)
http://sensaçoescomemoções.com
http://desejosdeInsanos.com
Obra de Ficção
Imagem do google

Um comentário:

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)