Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)

Acessos em Êxtase !

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Seduzida pelo Meio-Irmão.


Depois de alguns anos estudando em outro estado finalmente retorno para casa, férias merecidas.
Afinal já retorno a correria da cidade grande, passei em um concurso e irei morar bem distante dos parentes.
Para minha surpresa encontrei o enteado de minha mãe um rapaz muito bonito.
Que se chama Felipe.
Fiquei sabendo que mora definitivamente com minha mãe e seu pai.
É um bom moço gosta de estudar e trabalha. Só tem um problema,se isto pode se denominar problema,é um galinha.
Como minha mãe afirmou.
Ah Marcela estou feliz com sua volta, eu só tenho o Felipe aqui comigo isto é quando as namoradas o deixam em paz.
Aff... Nunca vi um rapaz tão cotado na cidade como ele. As moças dão em cima mesmo ele afinal não e viado pega mesmo.
E acontece sempre eu ver alguma saindo de fininho de seu quarto de madrugada.
Jovens...
Você sabe como é, sem juízo mesmo, converso com ele cuidado use camisinha e gravidez indesejada é problema.
Ele com seu jeito de meninão apenas rir, elas que se cuidem deu mole meto cacete dentro. rrrssrrssr
Minha mãe falava sobre Felipe com olhos radiantes notava o grande apreço e afeto que nutria pelo rapaz, afinal veio morar com ela ainda com sete anos de idade.
Mãe me diga quantos anos o Felipe tem?
Ele completou agora 19 anos, foi no mês passado quando o Diogo lhe deu uma moto de presente.
Hum uma bela idade quando eu fui morar em Brasília tinha esta idade mãe. E tive que me cuidar sozinha em terras estranhas morando em pensionato.Comi o pão que o diabo amassou.
Eu sei filha, sei que você correu atrás de seu sonho.
E conseguiu agora é uma funcionaria do governo e de cargo de chefia.
*Pois é... Mãe... Pois é, mas só não tive tempo para amar.
- Pois é!
Dormi cedo e quando acabei de acordar encontrei o Felipe na mesa do café da manhã.
_E Ai Marcela como vai às coisas lá pelas terras de Brasília?
_Bem Felipe tudo em paz sem contar que ralei muito estes últimos anos ausentes da minha terra.
_ É... Ainda não tivemos tempo para conversarmos só nos dois.
Mas sábado tem uma festa em uma cidade aqui perto você quer ir comigo?
Bem vou pensar!
Esta bom de noite você me dá resposta iremos de motocicleta, eu ando devagar e você sabe que não bebo só como as gatas assanhadas que se oferecem.
- É.. Eu que tenho algo para te dizer, aproveita o momento diz logo.
E já veio se insinuando olhando para os meus seios, com o olhar lascivo de desejo.
- Muitas coisas, principalmente como você tá diferente.
Tá linda e muito gostosa
Quando ouvi estas palavras senti minha xoxota ficar excitada. Meu clitóris deu até um certo tremer...
_Você como sempre me provocando!
Mentindo ein?
_Para que mentir estou dizendo a verdade. Você está muito dá gostosa.
_ Caramba até parece que eu queria isto um cantada de um fedelho garanhão.
Fui para a festa com O Felipe para azar das moças da cidade, que me fuzilavam com olhares de ciúmes.
Ele foi muito gentil e ficou a noite toda como bom anfitrião dançou muito.
A festa foi ótima voltamos bem tarde.
Eu agarrada a sua cintura na garupa de sua motocicleta.
Adorei...
Eu sentia que ele acelerava mais só para eu me agarrar mais a ele. Sentia que estávamos excitados com aproximação de nossos corpos.
Quando paramos a porta de casa, Felipe perguntou senão merecia um beijo?
Claro que sim, fui dá um beijo em sua face, mas ele me segurou e deu um bom beijo de língua, gostoso e sensual que me tirou o fôlego.
Fiquei louca sentindo aquele corpo, arfando de desejo.
Marcela... Quer dormi comigo esta noite?
Quando eu ouvi aquilo.
Fiquei sem palavras para resposta.
Vem cá para o meu quarto então que eu te deixo saciada de amor e sexo
Sem palavras eu apenas acenei com a cabeça fiz sinal com o polegar de silencio, afinal minha mãe poderia acordar já era 4 h da manhã.
Quando eu fiz isso Felipe se aproximou.
Pegou-me no colo e levo-me ate seu quarto.
Sentia seu hálito quente sua boca a procura da minha.
Naquele momento meus pensamentos martelavam o meu desejo contido por tempos.
Eu queria aquele homem, queria ser dele o mais breve, queria dar pra ele e matar aquele desejo.
Fomos para a cama, Felipe foi logo me agarrando.
Sentia suas mãos correndo pelo meu corpo, acariciando meus seios e quando senti aquela mão penetrar na minha calcinha.
- Nossa que delicia já tá toda meladinha. Disse passando os dedos dentro da minha xoxotinha
- Vem minha gostosa dá pra mim, sei que está doidinha querendo sentir a ferramenta do Felipe afundando em tuas carnes.
Sinto que seu desejo e igual ao que sinto por você.
.Vem c á, chupa meu cacete, que eu vou te amar a noite toda.
Quando tiramos a roupa foi que eu pude ver melhor o tamanho do cacete, era enorme.
Nossa era muito grande e grossa. Cai de boca naquele cacete e mamei como louca.
Aquele pau era tão grande que ia à minha garganta me fazendo engasgar.
Lambia, sugava com força, chupava cheia de excitação, enquanto Felipe mordia os meus lábios e gemendo me chamando de cachorra. Ai que delicia sentir sua língua morna na minha xoxota encharcada de tesão
- Que xoxota gostosa do caralho!
Asiiiiiiiiiinhhhhhhh delicia vai goza pra seu Felipinho provar de seu melzinho, safadinha
Sentia os lábios dele sugando todo meu melzinho que saia da minha xoxota.
Pedi por favor, delirando de excitação... Felipe me come vem foi com tua cadelinha safada vem...`Por favor!
Vem mete com vontade na minha xaninha.
Senti aquela vara entrando na minha xoxota até chegar ao fundo... Nossa que delicia.
Felipe colocou minhas pernas em sue cintura e começou a meter.
- Um... Que delicia de xoxota.
Nós gemíamos bem baixinhos, mas a vontade era de gritar de tanto excitação.
Felipe deu umas estocadas tão forte que pensei que ia ter uma convulsão da intensidade de prazer que meu corpo correspondia.
Explodindo de prazer tivemos um orgasmo intenso.
Foi uma delicia e gozamos novamente nas mais variadas posições.
E conversando com o enteado de minha mãe soube que desde que retornei de viagem que ele andava sondando como me possuir.
Queria ver a sua meia irmã chorar no pau dele. E chorei mesmo, mas de muito prazer. Safadinho gostoso.
E pedir muito mais. Apesar de ser muito vaidoso.
O bem da verdade apesar de sua pouca idade era um verdadeiro garanhão. Já avisou ao pai dele quando eu for embora que vai comigo tentar a sorte em outro lugar, cidade de interior nada a oferecer e ele quer muito mais que ficar de safadeza com as ninfetinhas desocupadas da cidade.
Seu pai concordou, mas sem saber que o seu maior motivo de ir morar comigo é para ficar na safadeza com sua meia irmã, mas deixa o tempo passar, quem sabe possamos ficar juntos e nossos pais ficaram sabendo de verdade.
Dá tempo ao tempo e viver intensamente esta aventura.
Bem na minha bagagem posso levar muita coisa, porque não um parceiro e companheiro, saber que falta de sexo não sentirei nas minhas noites vazia longe de casa.


Docecomomel(hgata)
Imagem do google
http://sensaçoescomemoções.com
http://desejosdeInsanos.com
"Não Confundam o autor com sua obra"

Um comentário:

  1. Ah Felipe danadinho.Belo amiga com toda sensualidade e temperatura excessiva.Um abraço de paz e muita saude.Bju de luz nos seus dias.Bom fim de semana.

    ResponderExcluir

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts