Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)

Acessos em Êxtase !

sábado, 29 de janeiro de 2011

Traição,mas sem pretensão!


Traindo, mas sem pretensão.
Eu nunca havia traído meu marido antes, até por que ele é muito gostoso, um verdadeiro garanhão, mas depois que comecei a encontrar camisinhas em seus pertences fiquei magoada e revoltada.
Mas ele estava me traindo com putinhas de rua e bem mais jovens.
Mulher nenhuma em seu juízo perfeito aceita uma coisa dessas.
Algumas pessoas falam que quando o homem trai é por que algo não está bem em casa, no caso eu sempre tive este defeito.
Nossa relação sexual era cheio de êxtase, mas tinha um porém, apesar de eu ter culpa isto já veio de minha criação interiorana e preconceituosa, já fiz análise, mas não resolvei na hora agá trava e sinto ânsia de vômitos. Eu nunca aceitei, e nem concordei com penetração anal, pois sempre achei que tal ato era somente para puta. (preconceito).
Eu jamais quis engolir sêmen, Chupar, sim, sempre o fiz, mas receber o sêmen de meu negão na boca ou engolir.
Isto jamais.
Acredito que este conceito me traz problemas, mas não consigo mesmo.
Tenho vômitos só de pensar.
No final do ano eu fui fazer uma viagem com um grupo de amigos (as), meu marido não quis ir.
Nosso passeio era misto, íamos conhecer o litoral Sul da Bahia.
Fomos num ônibus contratado através da empresa de turismo.
Nossa viagem transcorria normalmente até que a pessoa que estava do meu lado trocou de lugar com um rapaz. A senhora queria ir conversando com uma amiga.
Logo comecei a observar aquele rapaz.
Era maravilhoso: alto, moreno-claro, olhos pretos, coxas grossas, musculoso. E com sorriso de despedaçar corações de ninfetas, imaginem de coroas, desiludidas por traições.
Era um gato!
Um tesão!
Fiquei feliz observando aquele rapaz maravilhoso, com dotes masculinos sentar-se ao meu lado.
Logo comecei a imaginar coisas e fiquei excitada.
Pensei!
Como seria gostoso transar com um jovem?
Depois de algum tempo começamos a conversar.
Foi quando soube que tinha 19 aninhos.
Um anjo.
Aquilo me deixou excitada.
Começamos a conversar sobre vários assuntos e sobre sexo também.
Ele me indagou meu estado civil e eu como uma doidinha disse separada.
Pronto sinalizei avanço coisa que demorou pouco.
E ele me elogiou dizendo que eu era muito bonita e sex. Como eu estava de saia ele começou a acariciar minhas pernas, logo explodiu um beijo bem gostoso.
Eram beijos de língua.
Como era gostoso beijar a boquinha daquele rapaz sensual e atrevido.
Era demais e com uma pegada forte e ousada.
Minha carência depois que havia brigado com meu marido, me deixou enlouquecida de excitação.
Como não havia ninguém próximo entreguei-me a devassidão e desejos ocultos do meu ser, eu levantei a camisa e fiquei acariciando aquele corpo másculo.
Como se fosse uma moça livre, perdi completamente o pudor e comecei a beijar aquele corpo, e desci mais e beijei por cima do short o volume duríssimo.
Apalpei.
Não contive a surpresa de ver aquele mastro duro e cai de boca.
Não gemendo alto para escandalizar a todos.
Mas com descrição fiz um boquete gostoso.
Nossa!
Que delicia sentir todo seu mastro com envergadura e rigidez adentrar minha garganta.
Raul estocava discretamente seu cacete em minha boca, introduzindo seus dedos entre minhas roupas. Acariciando minha xoxota ávida de desejo.
Eu sentia minha xaninha encharcada, gozei muito e rebolando entre seus dedos, Ele não suportou e gozou também, senti golfadas de seu sêmen em minha boca e com uma gula fora do normal sorvi de seu precioso leite.
Não desperdicei não cuspi.
Literalmente comecei a libertar-me de preconceitos de outrora e entreguei-me a lasciva e desejo de meu corpo.
Sem regurgitar sentindo o maior prazer de provar do meu amante que achei em uma viagem de férias.
Chegando a nosso destino e com descrição eu e Raul fomos à busca de uma pousada e consumamos o maior e melhor relação amorosa de minha vida.
Coisa que jamais tinha feito com meu marido, liberei e fizemos anal e adorei senti em toda a minha plenitude os desejos reprimidos aflorar.
Eu como uma esposa fiel e casta me soltei e comportei-me como uma verdadeira mundana.
Raul muito adorável me convenceu com carinho a deixar-me levar por meus desejos.
E olha que os desejos reprimidos eram muitos, mas me libertei e transei muito,
Agora deixarei para pensar que destino darei a minha vida depois do retorno do passeio, ainda tenho uma noite com Raul e me entregarei à lasciva do meu corpo.
Posições faremos todas possíveis.
Difícil depois de oito anos de casada sentir o verdadeiro prazer carnal em uma traição em um final de semana com um jovem qualquer conhecido a esmo, mas muito gostoso e gentil.
Será que fiquei lesada ou acordei para meus desejos reprimidos?
Aceito opinião ainda tenho tempo de acordar para vida.
Ajude-me.
Please Babys.

Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não confundam o autor com sua obra"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts