.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Siririca Meu Bel -prazer.


Siririca Meu Bel-prazer


Um belo domingo eu estava naquela inércia total.
Sem ter o que fazer mesmo fui descansar na sacada do meu apartamento, com o notebook no colo me perco em devaneios. Estava tentando escrever algo, mas por ironia do destino estava sem inspiração.
Aí já sabe mente vazia é o ócio do mal.
Fiquei com meu olhar a esmo, até que visualizei duas pessoas na sacada do apartamento do prédio vizinho.
Pelos movimentos pareciam cenas de sexo.
Mas minha curiosidade ficou ativa, adentrei e pegando um binóculo foquei a cena.
Era um domingo frio e a chuva fina dava uma impressão de ser um horário mais cedo. Lá fora todos dormiam.
Afinal domingo poucos acordam cedo.
Eu sou uma exceção!
Olhando fixamente visualizei uma cena que atiçou minha libido.
Claro que não é minha preferência sexual, mas como todo ser humano normal algo mexe com nossa intimidade.
Pois bem meus olhos vidraram na cena que se desenrolava, logo ali no apartamento da frente.
Duas mulheres estavam se beijando, Como uma voyeur optei por ficar ali mesmo, para ver o que iria dar tudo aquilo.
Na rede da sacada assistia de camarote cenas de sexo ao vivo
Do meu apartamento percebi que uma delas era a mais ativa, aquela Louraça, pois arrancava a roupa da outra, enquanto sua boca chupava aqueles enormes seios.
Ela ia percorrendo todo corpo da “amiga” com os lábios sedentos em busca de carinhos e prazer.
A outra morena se contorcia com os carinhos recebidos,
E pelos movimentos dos lábios gemidos iam sendo emitidos.
A mais alta a loira agarrava a outra com tanta volúpia que até em mim me deu um excitação.Fiquei “excitada de verdade”.
As duas foram para a cama, ai pensei agora que a coisa vai melhorar, pois elas antes estavam em uma poltrona bem próxima a janela.
A morena que era a mais passiva das duas, se deita, se abrindo como uma flor para receber as mais infindáveis caricia, para se entregar, sem reservas para sua amada amante.
Pernas abertas deixando a mostra uma xoxotinha desejosa por caricias.
Sua amada enfia-se entre suas pernas, e vai passando a língua em todo o seu púbis.
Em suaves lambidas e chupadas, a morena que era alvo das caricias mal se continha. Contorcia-se muito.
Desejei poder ouvir os uivos das lobas famintas de sexo e por sexo.
As duas se contorciam em uma perfeita sincronia de corpos ardentes.
Enquanto as duas estavam ali bem próxima e ao mesmo tempo longe, eu também logo comecei a me acariciar, e logo eu estava batendo uma siririca também louca pra meu corpo converter os meus carinhos em orgasmo.
A loira e alta mais ativa lambia e chupava a xoxota que parecia uma fruta madura entre seus lábios ávidos de desejos e prazer.
Ahh... E não demorou muito logo estavam fazendo a posição de sessenta e nove (69), e mais gemidos de uivos eram emitidos por ambas.
A mais ativa percebendo que sua companheira estava bem lubrificada, pega um vibrador e começa a meter na sua companheira.
Com movimentos compassados a espera do clímax.
Coisa que não demorou muito para ouvir os gemidos de ambas chegando ao orgasmo.
E mesmo longe e carente é claro que cheguei ao orgasmo.
A cena realmente mexe com a sua libido.
Ambas satisfeitas e realizadas logo após gozo final se deitam, abraçadasunindo seus sexos saciados,E cariciam-se e uma sentindo a respiração ofegante da outra.
Eu? Vou tomar um banho para complementar a minha realização corpórea de uma manhã de domingo sem nada o que fazer, mas que viu e fez muito.
Sentindo um imenso prazer.
Ah delicia.
Até a vista baby.


Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não confundam o autor com sua obra"




Um comentário:

  1. Isto que dá a curiosidade e a mente vazia,rsrs.O diabo vem e ocupa,kkk. Muito bom amiga.Abraço meu.Muita paz a voce.

    ResponderExcluir

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts