.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Com uma Bi-Sexual II


Com Uma bi-Sexual II
Continuando aventura...


Bem depois da primeira vez com Regina, eu fiquei alguns dias sem vê-la.
Final de ano se aproximando, férias e a Regina iam retornar para a sua cidade.
Sentirei sua falta sempre foi minha amiga, muito antes da experiência que tivemos.
Quando Regina veio falar comigo foi como se despedíssemos.
Ela me pediu algo.
Eu não vou dizer que não neguei por pena ou por amizade, mas eu queria também.
Regina falou se poderíamos nos despedir em intimidades.
Mas... Regina não sei se é certo
Será só nos duas algo para ficar na lembrança.
Depois cada qual segue seu caminho.
Eu só de conversar sobre isto me deixava excitada, pois digo que adorei a 1ª experiência e era algo novo desconhecido.
Aceitei.
Está bom marcela na sexta feira nós vamos a um motel.
Minha mãe vai mandar dinheiro para mim eu te levo ta certa?
Esta certa Regina, mas sem forçar nada só vamos ate onde achamos que podemos está bom?
Claro! Seremos eu e você.
Aliado aos prazeres de nossos corpos.
Passados os dias na sexta-feira peguei minha motocicleta vesti um casaco para tornar impessoal e fui buscar Regina.
Parei em sua casa ela veio sorridente com ar de felicidade.
Seguimos de motocicleta em direção onde tinha vários motéis a Regina que escolheu. No trajeto safadinha ia acariciando minha xoxota mesmo por cima da roupa deixava-nos excitada.
Assim que entramos.
Eu tímida.
Mas a Regina muito boa de conversa, Ou boa de língua, disse-me Marcela se solte já nós conhecemos intimamente.
Só faremos o que você aceitar e quiser.
Dizendo isto se aproximou tirando minha blusa olhava-me fixamente para meus seios. Começando acariciar suas mãos macias bolinava os mamilos um a um.
Senti ficarem eriçados.
Apalpava-os com delicadeza, sugando-os mordiscando sentia minha chuta ardendo de excitada, com tantos carinhos.
Sentia minha xoxota umedecendo, ficava excitada com o toque de suas mãos.
Regina não era tipo masculinizado.
Era sensual carinhosa e meiga.
Só sentia mais prazer com mulheres, Mas tinha seus cachos como ela afirmava para furar quando ela quisesse.
Já ambas sem roupas deitadas em caricias.
Atrevi-me tocar-lhe sua xoxota com os dedos.
Super lubrificada seu clitóris maior que o meu, estava túrgido.
O calor que emanava de nossos corpos. Incitávamos a caricias.
Passei meus dedos entre seus lábios, afundei em sua gruta tirei gemidos.
-Regina contorcia de prazer.
-Dizia vá até onde desejar e quiser.
Ela sentia e sabia eu não estava preparada para chupar sua xoxota.
Ela compreendia.
Não exigia troca.
Regina levantou ficando em pé a minha frente eu sentada na cama.
Passeava com meus lábios pelos seus seios, sua barriga seus pelos pubianos.
Com minhas mãos acariciando sua xoxota que parecia um vulcão de quente.
Meus dedos masturbavam-na ela contorcia-se de prazer acariciando meus seio e tudo que conseguia segurar.
As convulsões de seu corpo elevaram a um gozo explosivo.
-Regina me abraçou e com leve toque de lábios sussurrou. Eu te amo Marcela.
Mas você não se entrega como eu a paixão de nossos corpos.
-Eu respeito por te amar demais.
Dizendo isto me induziu a ficar deitada e pegou algo na sua bolsa.
Vindo até mim dizendo.
Abra suas pernas meu amor que hoje teremos os prazeres mais profundos para ficar na lembrança de duas pessoas que se amam.
Suas palavras eram caricias cheias de emoção.

Fui induzida a abrir-me, seus lábios, saboreava meus seios, meu ventre, e quando Regina despejou chantilly na minha xoxota.
Foi o ápice do prazer.
Aquele friozinho, seus lábios mornos sugando-me, sua língua brincava com meus lábios meu clitóris era agraciado com caricias de dedos e lábios.
Mais chantilly e ondas de êxtase percorriam meu sexo e corpo.
Senti-me neutralizada entre a terra e o céu.
A paixão sentida em cada ato de Regina não estava fazendo sexo, estava me elevando a caminhos outrora desconhecidos.
Ondas de prazer apossavam-se de nós duas.
Regina com delicadeza explorava meu corpo tirando prazer e sentia também, pois via que eu estava gostando.
Isto a deixava feliz.
Mas o prazer era mutuo.
Sentia-me bem dando e recebendo carinhos.
Já exaurida de orgasmos simultâneos.
Eis que Regina me pede algo que eu sentasse em seu rosto queria que eu gozasse direto nela.
Mas Regina...
Nem mais nem menos.
Quero sentir seu néctar escorrendo pelas paredes de sua gruta indo direto para minha boca, quero sorver de seu mel Marcela não me negue isto.
Por favor, depois quando sairmos daqui passará uma borracha no passado e começaremos de zero!
Procurando ser feliz da melhor forma!
Com tanta gentileza a querendo mais que tudo eu escancarei no rosto de marcela que me sugava chupava e falava coisas que me incitavam ao prazer.
Para colaborar despejava chantilly na xoxota que Marcela sugava com mais vontade ainda.
Senti prazeres desconhecidos
perdi a conta de quantos orgasmos tive.
Regina varias gozou entre meus dedos, encharcava meus dedos de seu liquido viscoso com cheiro adocicado.
Não tive a vontade de chupar, mas dedilhei e massageei seu grelo como nunca e orgasmos sentimos.
Abraçadas ficamos um bom tempo olhando o infinito.
Sabíamos que ali terminaria uma relação de amizade e cumplicidade.
Regado a prazeres sentidos e jamais repetidos.
Amo-te Regina amiga e companheira!
Minha adorada amiga que me mostrou os caminhos do prazer sem distinção de sexo.

Docecomomel(hgata)

Docecomomel(hgata)


Imagem do google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts