.

.

Acessos em Êxtase !

.Contos Eróticos de Docecomomel

.Contos Eróticos de Docecomomel

sábado, 4 de setembro de 2010

Menina Mulher




Bem iniciação sexual algumas vezes é opcional, mas o caso que vou relatar não foi assim. Marly tinha nove anos de idade e seus pais moravam interior e foi mandada pra casa da madrinha pra estudar. Menina parecia um sabugo de milho com nove anos criança ainda.
Sem bunda nem seios.
Mas o filho da madrinha dela um homem enorme de tamanho e peso não souberam respeitar os direitos da criança.
Quando a madrinha de Marly saia para fazer compras, ou até ir médico o Fabio com seu jeito de ser permissivo usava e abusava da pobre criatura, por medo como era ameaçada até de morte não contava.
As crianças antigamente por ingenuidade e por educação dos pais não tinham o pensamento e o saber como agora.
Assim só bastava a madrinha sair que Marly era condicionada a fazer sexo oral com Fabio.
Ela me confidenciou que não bebia aquele negocio, pois tinha medo de engravidar. Pode isto?
Mas que o Fabio chupava tanto a xoxotinha dela que assava com sua barba por fazer.
Assim a menina ficou anos sendo condicionada a ser objeto de prazer do tal Fabio.
Mas ele não a penetrava sempre dizia que estava esperando ela dar sinal vermelho ,e com onze anos a menina começou menstruar.
Foi que Fabio soube por que queria chupar e ela negou-se dizendo que estava doente.
Ele ficou radiante, pois andava doido comer cabacinho da pobre criança.
Na primeira oportunidade que ficaram a sós a Marly foi levada pro quarto do Fabio que lhe disse com sorriso maldoso nos lábios.
É hoje que você vai receber um cacete sua putinha.
A Marly tremia sem poder reagir já sabendo do tamanho e da espessura do cacete do Fabio que parecia um jegue comparado ao físico franzino da menina.
Assim Fabio se prontificou a acariciar a Marly que já sabendo da artimanha estava se preparando fisicamente para virar mulher.
Fabio com toda sandice era até carinhoso dava espaço para extrair o Maximo de prazer.
Depois de chupar e sentir aquele néctar da flor da Marly, que também chupou o Fabio fazendo-o gozar, mas na hora tirava da boca não sorvia do leite viscoso e quente do Fabio que se deliciava em exporrar seu esperma na cara de Marly.
Que pela fisionomia já estava habituada e sentia prazer também.
Quando poucos momentos após o primeiro orgasmo o Fabio pede à Marly sentar no colo dele.
Ela acanhada vem com toda meiguice.
Assim Fabio já se recompondo com sua excitação senta Marly no colo que encosta sua gruta a cabeça do cacete de Fabio com calor e desejo já estava excitado.
Os carinhos com seu membro deixava a menina afoita já se sentindo excitada que até insinuava um leve rebolado.
Minutos foram gastos em caricias e Marly já com fisionomia mudada aceitando os carinhos ficou entregue ao prazer e luxuria.
Fabio com movimentos cadenciados mexia seu membro de encontro à gruta de Marly que discretamente forçava a passagem da cabeça latejante daquele cacete.
E com movimentos rápidos e certeiros sucumbiram à penetração.
Marly sentiu dor, mas depois de tanto tempo sua vontade era mesmo de ser penetrada.
E os dois foram ao extremo de prazer.
Marly entregou-se aos seus desejos e participou ativamente com Fabio e fizeram todas as posições possíveis.
Fabio confidenciou a Marly que gosta muito dela que mesmo com pouca idade a quer como sua mulher.
Assim ficaram algum tempo às escondidas sempre transando com participação ativa da ex-menina que agora desabrochou para a vida sexual, e se Fabio não a chamavaela que tomava iniciativa indo até o quarto dele as escondidas.
E faziam diabruras.
Já se foram alguns anos e os dois continuam em escapadas noturnas.
Muitos indagam porque Fabio um rapaz tão bem apessoado não acha namorada.
Não sabendo eles que Fabio tem uma mulher à disposição que ele adora.
Que foi sua aluna na arte de amar e agora o deixou cativo na arte de dar e receber prazer.
As idéias do Fabio mudaram sua forma de agir e pensar quer agora ser formal com a Marly uma menina que ele a fez mulher.
E expert na hora de dar prazer.
E continua juntos se amando esperando Marly acabar os estudos para constituir família.
Fabio e Marly um caso a se pensar, ontem criança hoje mulher.



Docecomomel(hgata)
Imagem do google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts