Acessos em Êxtase !

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Meu Ébano !



Eu sempre vou pra faculdade de transporte alternativo. O motorista me pega em meu trabalho e deixa-me na faculdade e vice versa em casa.
É mais cômodo do que ficar esperando carona de colegas da faculdade*
Mas recentemente eu e colegas ficamos até tarde na biblioteca acabando de fazer um projeto.
E assim foi passando tempo quando eu observei alguns já tinham saindo notei só estava eu e Eduardo.
Um colega muito atencioso, mas meio calado.
Ele é negrodentes alvos dono de um sorriso encantador 1.85 de altura e uns 85 kg bem distribuído masculinidade em excesso. Um bom rapaz simpático e educado.
Acabando de fazer projeto o Eduardo veio me trazer em casa.
A faculdade é pouco distante do centro da cidade.
Quando já estávamos bem próximos a minha casa, para ser mais exata na mesma rua
Eis que acontece o pneu do carro de Eduardo furou.
Poxa ... Logo hoje
Foi à exclamação de Eduardo.
Logo depois fiquei sabendo da chateação do rapaz.,quando estava indo para faculdade um pneu furou e ele havia deixado na borracharia.
É desta vez o Raio caiu no mesmo lugar foi à afirmativa dele com sorriso nos lábios.
E agora neste horário como fazer?
Eu ofereci que poderia dormir lá na minha casa e logo bem cedinho iria borracharia e traria o estepe.
Ele aceitou afinal morava do outro lado da cidade e horário dele de trabalho dava pra sanar este problema logo cedo.
Bem chegamos a minha casa eu moro com um irmão, mas ele viaja muito a trabalho.
Neste dia eu estava só quando ofereci a hospedagem havia esquecidodeste pequeno detalhe.
Eduardo foi tomar um banho enquanto preparava um lanche para nós. alguns minutos passados.rrrs
Quando surge Eduardo a minha frente com um short de meu irmão apertado e justo que delineava toda sua masculinidade.
Tivemos uma crise de risos.
Ainda ele complementou com jeito cômico que estava parecendo um boneco desengonçado.
Risos geral, seguidos de um rubor na face.
Olhar aquele moço forte com short e camiseta justos desenhando todo seu corpo mexeu com a minha libido instantaneamente.
E assim ficamos conversando um pouco já assuntos mais sérios de nossa vida.
Eis que soube que Eduardo havia pouco tempo terminado um noivado de anos e estava meio decepcionado.
Mas não triste tudo passa foi afirmativa dele já com uma fisionomia alegre
E assim fomos dormir Eduardo quarto de meu irmão eu no meu ao lado.
Já um pouco tarde ouço alguém batendo a minha porta com toque bem discreto.
Levanto e abro e levo um susto.
Eduardo sem camisa só de cuecas.
Fiquei pasma de ver aquele Deus do ébano só de cuecas delineando seu cacete,rigídopura excitação.Logo sentir um tremor na vagina como se tivesse em ebulição que desejo louco fiquei por ele.
Um embaraço de ambos, que foi desfeito com pequeno dialogo, o Eduardo disse-me que estava sem conciliar sono, pois ficou pensando em mim como mulher deixando seu apetite sexual falar mais alto.
Quando acabou seu noivado se fechou e havia dias sem namorada.
Sexo mesmo só com profissional e estava carente.
Foi o que me disse.
Eu estava e estou sozinha.
Mas continuo viva se pintar um cara que me atrai claro e evidente que rola algo.
AFF. enquanto falava meus olhos ficaram grudado na sua púbis.
Observar o volume de seu cacete aumentando dá uma excitação ainda maior.
Ai. Calor subindo e meus mamilos logo ficaram eriçados.
Cadê a coragem de tomar iniciativa.
Ficamos estáticos uns segundos que teve a duração de um dia.
E quando um não quer dois não brigam.
E quando os dois querem se amam.
Como se fossemos impulsionado por uma força descomunal começou a nós agarrar.
Sim ...Agarrar, grudar, beijar ,apalpar, amassar e sugar.
Coisa de famintos sexualmente e carentes.
Eduardo entrou ligeiro em meu quarto e logo tirou minha Baby Dolly, achei que ia rasgar tamanha a fúria do macho.
Loucura é pouco pra descrever os momentos.
Quando Eduardo tira a cueca que foi jogada só deus sabe onde.
Engoli a seco.
Aff.que coisa
Enorme aquele pau parecia descomunal.
Cacete enorme grosso, com cabeçorra vermelha sangue duríssima.
Pensei comigo, será que agüento tudo aquilo
Foi à pergunta que fiz a mim mesma.
Ai. Mon. Dieu agüentei sim e adorei.
Logo o Eduardo veio com carinhos percorrendo meu corpo com a língua,
Parecia uma pantera a lamber sua cria.
Deixando-me excitada ao máximo.
E nossa relação amorosa foi uma deliciosa sessão de carinhos. O macho fazia deslumbrar a fêmea que estava sedenta de sexo e amor.
Cada movimento do Du (pra os íntimos)
Era um gemido meu, não pensei que iria vislumbrar tanto de prazer nas mãos daquele rapaz quieto de poucas palavras, mas de muita ação.
Foi à noite mais movimentada dos últimos tempos.
Fui invadida por aquele macho nas posições mais deliciosas.
Fizemos oral ,cavalguei e fui cavalgada.
Gozei muito. Tive múltiplos.
Tivemos orgasmos simultâneos duas vezes.
Ele sabia prolongar os prazeres do corpo,sem pressa sem exigencias
Mas. Com todo apelo do Du não deixei fazer anal.
Não sei se meu anelzinho suportaria aquele enorme cacete.
Mas depois fiquei na expectativa e provei em outro encontro.
Depois relatarei com mais detalhes esta façanha
Ta bom?



Docecomomel(hgata)

Imagem do google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Suas palavras...Minhas emoções!

Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)