.

.

Acessos em Êxtase !

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Meu colega comeu minha mulher.




Olá pessoal o que vou contar foi algo que aconteceu mesmo com a minha esposa eu e um amigo colega de trabalho.
 Este colega meu é cunhado de um vizinho e sempre fomos amigos de tomar cervejas e jogar futebol. Eu o convidei a tomar cerveja em minha casa no sábado de tarde após a saída do trabalho. Júlio topou e chegou á minha casa às 13 horas com uma garrafa de vinho. Júlio é bem safado e sempre  ouço ele contar seus casos para a turma do trabalho acho até que exagera ,mas eu nunca contestei suas aventuras, mas agora sei que ele é o dono da mulherada mesmo pois depois do que vi tenho certeza que toda mulher almeja sair com um homem bem dotado.
Júlio é moreno com 184 de alt.+ ou - ou mais 82 kg com braços e pernas bem avantajados, com estas características dá para perceber porque ele sempre e protagonista de vários casos extraconjugais.
Júlio estava na minha casa e entre um copo e outro minha esposa nos servia aperitivos deliciosos e sempre tomava um copo de cerveja, estranhei, pois não tem este habito, mas como estava em casa eu nada disse a conversa estava animada contávamos piadas e ouvíamos musicas.

Minha esposa é morena seu nome é Lorena tem 1,68, seios grandes, anca larga é muito gostosa uma delícia de mulher tem apenas 28 anos.
Eu e Júlio temos 35 anos. Ele é casado como eu, mas como é safado não vive muito bem com a esposa.
Então já umas 18 horas percebi que minha esposa estava um pouco bêbada então pedi licença a Júlio e levei-a para tomar um banho coloquei-a na cama vestido apenas com uma camisola fina. Quando voltei para sala fui pegar mais uma cerveja e só tinha uma, falei pena Júlio, mas esta é a ultima cerveja.
Ele sorriu disse que poderíamos comprar mais afinal é sábado e dia seguinte estaria de folga.
Concordei e fui pegar algumas garrafas, Júlio me passou uma nota de 50 reais dizendo que era para ajudar na cerveja. Falei que não precisava, mas ele insistiu acabei aceitando afinal eu já tinha comprado algumas cervejas.
Coloquei as garrafas em uma sacola e ia saindo quando Júlio pediu para ir ao banheiro.
Caracas o banheiro estava em reforma e só poderia usar minha suíte.
Esqueci que minha esposa estava dormindo, o levei até o banheiro, mas antes dele entrar no meu quarto joguei um lençol sobre o corpo da minha esposa. Júlio saiu do banheiro aí eu pude finalmente comprar as cervejas.
Antes de eu sair Júlio me perguntou se eu iria demorar, disse que pouco mais de 20 minutos, pois iria a um bar que teria a cerveja mais gelada.
Ele disse tudo bem pode ir que fico te esperando, só não vou porque não sei onde é o tal bar. Tudo bem Júlio fica tomando esta cerveja que logo chego com mais gelada.
Beleza mana Júlio falou pode ir despreocupado que fico te esperando.
Eu saio e andei pouco mais de 15 metros quando passa um amigo e vizinho e para com motocicleta ao meu lado.
E ai Marcos tudo beleza?
-Tudo mano e você como estão?
Tudo na paz. Vai pra onde?
-Comprar umas cervas está bebendo mais um colega do serviço.
Monta ai que te levo ligeirinho.
-Na hora segurei na sacola e montei, não gastei nem 5 minutos, cheguei a casa e vi tudo no maior silencio entrei deixei a cerveja sem fazer barulho e fiquei encucado pensando será que Júlio foi embora.
Fui até meu quarto e tenho uma surpresa, boa a meu ver.
Estava Júlio ao lado da minha cama contemplando minha esposa, passava a mão pelo seu corpo inteiro, ela se mexia ronronando. Seus seios estavam de fora, suas pernas completamente abertas, toda a vontade como ela sempre dorme.
Eu com os olhos vidrados demos um passo atrás para que não fosse visto.
O quarto estava à meia Luz. Júlio inclinou seu corpo sobre a minha esposa abriu a braguilha e tirou um cacete imenso, teso com jeito para não despertar minha esposa que dormia alcoolizada, afastou suas pernas abaixou sua calcinha com cuidado e com movimentos do seu corpo impulsionou para que seu cacete teso entrasse na xoxota da minha esposa Lorena. Que mesmo sonolenta soltou um gemido rouco.
Júlio parecia um animal dava fortes estocadas socando sem parar até que eu percebi que ele estava prestes a gozar.
Em pouco tempo ele solta fortes jatos de esperma sobre a bunda de Lorena. Seus gemidos roucos pareciam de um animal enfurecido enjaulado. Tremores pelo corpo foi o que percebi em Júlio até sua respiração se acalmar ele pega o lençol e limpa todo esperma que havia despejado sobre a minha esposa.
Não satisfeito com seu gozo solitário já que não houve participação ativa de Lorena ela foi apenas um objeto de seu prazer.
Ele olhou para o relógio viu que ainda teria mais alguns minutos. Caiu de boca na xoxota de Lorena sugando seu grelo com grande gulodice.
Fiquei observando escondido e vi que ele não parava de olhar para a porta e ficou chupando a xoxota deliciosa de Lorena até ela entrar em espasmos contorcendo seu corpo. Em seguida aquietou-se.
 Aí foi que vi quando ele tirou seu cacete de dentro da calça ainda teso e ficou se masturbando.
Caracas o Fdp tinha acabado de gozar e estava daquele jeito?
Pensei... O que ele iria fazer agora já que  ela já tinha gozado e poderia despertar foi ai que  vi Júlio levantar e vim pra perto do rosto da minha esposa Lorena ,balançou ela chamando-a de puta.
Acorda puta pra levar cacete, Lorena nem se mexeu foi aí que Júlio começou a passar o cacete pelo rosto de Lorena e boca até que começou a forçar até que conseguia meter o cacete na boca dela.
-Ui delicia já fui a chupei a safada agora é hora de dá leitinho! E com movimentos de quadris Júlio conseguia meter quase cacete todo dentro.
Até pensei que minha esposa estava acordada, mas com certeza não.
E com mais alguns movimentos dos quadris Júlio explode em um gozo enchendo a boca da minha adorada esposa.
Caracas ver tudo isto me deu um excitação imenso meu cacete parecia que ia explodir, dentro da minha bermuda, controlei-me ao máximo até que vi que ele arrumou a cena do crime se limpou e veio na direção da porta.
Safado fez a putaria todo e nem imaginou se quer que eu possa chegar. Quando ele surgiu na sala ouviu barulhos de garrafas ai veio até a cozinha e viu que eu estava colocando as cervejas na geladeira.
Perguntei se demorei, ele disse que ficou vendo TV na sala nem percebeu o tempo passar.
Voltamos para sala e eu como bom corno cheio de excitação disfarcei e continuei bebendo. Ainda faltavam duas cervejas quando Júlio disse que iria embora,
Pedi que ficasse, pois tinha mais cervejas ele disse que deixasse para tomar no domingo. Ai Júlio foi embora acabei de fechar a porta e fui correndo até o quarto e lá vejo minha esposa toda escancarada com a xoxota meladinha. Tirei minha bermuda lambuzei a cabeça do cacete de saliva e comecei a foder a Lorena que despertou ainda sonolenta.
Rindo falou ai meu marido tarado eu sonhei faz pouco você me fodendo a boca, ate sentir gosto de esperma na garganta.
Nada disse a não ser começar a beijar sua boca com gosto de leite me deliciei sentindo prazer em saber que sou corno. Gozei inundando Lorena que chegou escorrer pelas coxas.
Depois dormimos abraçados ate o amanhecer que foi ai que tive mais prazer em transar com Lorena, pois comecei a relatar o que tinha visto, ela adorou saber que foi dominada e usada pelo meu amigo.
 Que não foi sonho, pois mesmo alcoolizada ela sentiu seu corpo sendo invadido.

Fiquei com muita excitação em saber que fui corno e que Lorena gostou de saber que agora teremos sempre novas aventuras, foi por isso que Júlio no dia seguinte me telefonou para confirmar se ainda tinha cerveja.
Respondi que tinha que poderia vim à noite que teríamos uma surpresa para ele!
Depois conto o que aconteceu quando eu e Lorena conversamos com Júlio e esclarecemos que nosso casamento é aberto.  Só posso adiantar que foi muito bom fazer Uma DP o restante vocês já podem imaginar.
Agora as portas da minha casa estão sempre abertas para as visitas de Júlio minha esposa Lorena está amando tê-lo como amante e eu me sinto feliz de saber que ela está bem e cada dia que passa nos amou mais.
Espero que tenham gostado agora vou fazer coisas mais ousadas com minha esposa, pois ela agora antes de eu chegar do serviço ela transou muito com Júlio que está de férias e esta aproveitando muito o tempo livre com minha amada, até breve agora eu tenho que cuidar direitinho da minha amada. Sou corno e adoro tudo isto. Algo contra?



Docecomomel
Instagram: docecomomel2011
 Feira de Santana 22 de novembro de 2016
Bahia Brasil

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Corno Manso e Submisso.



O que aconteceu comigo na época me causou muito tesão. Sou casado minha esposa é muito tesuda e gostosa, uma morena linda com corpo de dá inveja em outras mulheres, excitar a todos os homens. Não podia sair com ela que todos os homens viravam a cabeça para cobiça-la ainda mais que adorava vestir calças jeans bem justas.
Eu sentia muito excitação quando via os homens ficarem com os olhos vidrados em sua bunda sempre usava saltos e rebolava muito gostoso, quando chegávamos à casa a foda sempre muito deliciosa.
Seu nome era Marta ainda não tínhamos filhos temos apenas dois (2) anos de casados.
Atualmente eu estava trabalhando fora só voltava para casa em finais de semana ou feriados nacionais. Ficávamos conversando virtualmente até tarde todos os dias.
Senti uma diferença em seu olhar, um pouco tensa quando conversávamos sobre sexo. Comecei a ficar desconfiado, mas não poderia dizer nada se não tinha certeza, mas achava que estava levando chifre então só teria que pagar para ver.

Um belo dia eu resolvi vim antes do final da semana para fazer uma surpresa a ela, mas como já estava desconfiado eu nada disse a ela era um dia de quarta-feira era o dia que a turma do trabalho ia jogar bola e geralmente eu só conversava com minha esposa depois das 22 horas.

Peguei o carro e vim como queria fazer surpresa eu parei meu carro um pouco afastado de nossa casa e fui devagarinho até a minha casa. Entrei não vi ninguém, mas sabia que tinha gente ouvia barulho de gemidos, urros.
Pensei que tinha acertado nas minhas desconfianças, fui andando silenciosamente até parar na frente da porta do nosso quarto.
Empurro a porta do quarto lentamente e vejo minha mulher de quatro com um rapaz jovem muito bonito fodendo ela.
Eu fiquei sem ação e reação.
Não disse uma palavra e tão envolvidos que estavam na foda nem perceberam minha presença.
Sai de frente da porta do meu quarto e fui até o quarto conjugado ao lado do nosso. Fiquei com respiração ofegante eu vendo tudo e nada poderia dizer, pois além de ser corno tinha consciência que era corno manso, pois fiquei super. excitado vendo minha esposa sendo fodida por outro macho.
Caracas meu cacete estava teso, babava e latejava ouvindo os gemidos e as coisas safadas que os dois diziam. Ela gemia no cacete do cara que era bem grosso apesar do rapaz ser bem jovem era bem dotado de cacete. Quando eu já não aguentava mais explodi em um gozo despejando imensa quantidade de leite, peguei uma camiseta que estava ali perto me limpei e sai sem fazer barulho algum.
Esperei o tempo passar e vi quando o rapaz saiu andando calmamente assobiando e entrando em uma casa na mesma rua.
Era filho do meu amigo e colega de trabalho só percebi quando eu o vi entrar na sua casa. Entrei no carro e sai para dá uma volta depois de meia hora telefonei para a minha esposa que estava com saudade e estava chegando a casa em pouco mais de meia hora.
Assim eu fiquei em um posto de gasolina esperando o tempo passar e aproveitei fiz zum lanche. Mas o que eu tinha visto não saia de minha cabeça, foi um prazer incontido.
Cheguei à casa a encontrei-a cheirosa e bem vestida, nos beijamos e fui tomar um banho.
Depois saímos até uma pizzaria, como dois enamorados ela estava muito carinhosa, mas alegou um cansaço pensei logo que não queria que eu percebesse que tinha fodido muito poucas horas antes de eu chegar, mas não forcei intimidade maior assim ficamos até quase meia noite e voltamos para casa.
Quando chegamos a nossa casa minha esposa alegou dor de cabeça, eu apenas sorri e abracei-a prendendo-a entre meus braços e em seu ouvido perguntei se ela tinha algo a me confessar?
-Confessar?  - Sim querida alguma coisa que você fez e nunca me contou?
-Não meu amor tudo eu sempre te digo sou sincera com você!
-Sim é sincera, mas nunca me disse que eu sou corno!
-O que você esta falando?
O que você ouviu que sou corno, que você me dá chifres com filho do meu colega, que nem por isto eu vou deixar de gostar de você.
-Ela com olhos arregalados me olhavam sem querer acreditar, o que eu afirmava.
-Oh amor se acalma eu vi você hoje quando cheguei mais cedo, vi você com filho do meu colega, vi e gostei do que vi o cabra apesar de jovem sabe foder gostoso.
Será que ele topa fazer sexo a três? Eu e ele juntos com você?
-Amor você está falando serio?
-Claro sempre desejei isto e para provar que estou falando serio vou querer você agora!
-Ah amor estou toda fodida!
Ah é me deixa ver, assim eu cai de boca chupando a xoxota de minha esposinha safada e putinha que minha língua ficou dormente, era muito tesão saber que ela tinha fodido com outro e agora eu terminava de esfolar sua xoxota meladinha de tesão...
E foi a partir deste dia que começamos a fazer ménage esporadicamente.
Na primeira vez ela combinou com o rapaz jovem e saradao para que fosse até nossa casa, dizendo que tinha uma surpresa.
Eu estava super. ansioso o rapaz chegou  nós o recebemos era muito bonito e  saradao.
Começamos e tomar cerveja ela falou com ele que eu estava sabendo de tudo, mas que não se importasse, em pouco tempo nos três ficamos totalmente pelados.
A casa era segura ai fui para nossa cama, eu de inicio ficava apreciando aquele homem chupando aquela xoxota gostosa a ouvindo gemer como uma vadia. Logo eu estava de cacete duro ali vendo aquela cena. Maravilhado de ver os dois.
Outro homem de cacete duro uns 21 cm de  cacete teso a disposição de minha esposa que é logico que ela estava feliz, pois eu só tenho 16 cm de cacete e  ver minha mulher chupando aquela tora com os olhos vidrados e vez ou outra olhava para mim. Quando eu vi minha esposa fazendo um boquete para aquele homem sei que acabei adorando ver e ficar me masturbando quando ele começou a socar ela engasgava e tossia, mas não largava o cacete ai pensei lá vem leitada. O filho da puta segurou na cabeça dela e socou com vontade até explodir enchendo a boca dela de muito leite.
Marta parecia uma louca gemendo sorvendo até a última gota, pois foi a partir deste dia que em sua maioria das vezes sempre o nosso sexo era a três, seu amigo e parceiro agora amante fixo praticamente morava em nossa casa na minha ausência e quando eu estava ele só vinha à noite e antes do amanhecer depois de muito sexo ia embora.
Era delicioso apreciar a sacanagem que ele fazia com ela algumas vezes depois dele foder bastante a xoxota dela ela me pedia para comer ela e queria que eu metesse com muita força eu sentia meu cacete no vácuo, porque ele curtia muito o sexo selvagem, ver e ouvi os gemidos da minha putinha dava muito tesão e acabava sempre gozando em sua boquinha gulosa que não dispensava nada.
Agora nosso amigo e parceiro já é nosso amante fixo e estamos programando fazer uma orgia ele mais outros amigos. Minha esposa aceitou na hora quero ver minha mulher sendo puta de quatro homens eu só vou poder comer ela quando todos estiverem saciados e quem sabe eu seja obrigado e chupar o gozo deles direto da xoxota da minha mulher. Porque agora Marta é quem manda o que ela quer eu faço porque além de ser corno manso sou submisso e obedeço a ela fervorosamente. E estou imensamente feliz e realizado
Eu confesso que foi a partir dali que eu comecei a sentir muito mais tesão.
Era muito prazeroso ver o brilho nos seus olhos de tanta alegria!
E quanto mais ela fodia com outros mais eu e ela nos amávamos.


Docecomomel (hgata)
Instagram docecomomel2011
Feira de Santana: Bahia: Brasil





sábado, 12 de novembro de 2016

Ex-namorada agora putinha safadinha.



Olá!
 O que vou relatar foi algo que aconteceu com um primo meu ele me pediu que ajudasse a escrever a historia de vida e paixão.
Seu nome é Jonas tinha 18 anos na época e sua namorada 19 eles namoravam há seis meses na época os dois eram virgem e tiveram uma relação muito boa, era muito sexo eles não se desgrudavam.
Mas depois começou a surgir ciúmes da parte dela quando ele foi fazer faculdade qualquer colega do curso ela achava que era namorada dele as brigas começaram a ser constantes.
Ate que terminaram.
Seu nome era Larissa era muito safada começou a sair com outros rapazes. Meu primo ficava louco de ciúmes.
Ficava vigiando sua saída e chegada em casa
Uma noite (era 2 da manhã) ela chegou à casa acompanhada de dois rapazes e outra garota!
Sua casa tem primeiro andar e conseguia ver quem chegava e saia da casa da sua ex-namorada.
Ouvindo vozes ele saiu na varanda para ver o que era não viu ninguém, quando voltava pra dentro de casa olhou para casa da sua e a viu ela se agarrando com um cara sua amiguinha estava se agarrando com o outro.
Pensou a safada na certa vai fazer uma orgia. Ela sempre o chamou pra encontrar algum amigo para fazer um ménage até eu fui convidado só que nunca topei!
Logo viu a luz do quarto dela ficar acesa!
Foi então que ele desceu e foi até o portão lateral que sempre ficava aberto e entrou.
Queria ter certeza que a safada iria fazer o que sempre desejou.
Chegou à janela do quarto e tentou avistar algo, ele sabia que os pais de Larissa estavam no interior. Depois de alguns minutos ouviu alguém dizer que o calor estava demais a sua e falou pode abri a janela aqui e sossegado.
Foi quando Jonas viu o rapaz que era um negro vir até a janela e abri-la, respirou aliviado assim poderia ver o espetáculo sem precisar muito esforço.
 A cortina bem fina dava para conseguir ver tudo tranquilo.
Quando seus olhos as habituam com a meia luz ele olha lá pra dentro e ver Larissa sua ex-namorada e agora vizinha, uma morena de olhos pretos tirando a sua roupa ao lado da outra garota, uma loira.
Os dois marmanjos em pé na frente delas também tiravam suas roupas. Logo os quatro estavam nus. O parceiro da minha ex-namorada era o negro alto e forte com um cacete enorme que parecia um porrete. Completamente nus elas começaram a se beijar loucamente ele (Jonas) começou a ficar excitado.
Aí foi que ele viu quando o negro alto e forte pegou sua ex- namorada no colo encaixando suas pernas em sua cintura e mandar ver o cacete, ela começou a gemer e quicar como uma vadia safada. Ele louco de excitação vendo tudo àquilo super. excitado. Ele não gostava mais dela, queria mesmo era ver a sacanagem, lentamente se masturbava.
 O outro casal estavam se comendo ela apoiada na cômoda e o parceiro socando.
Vez ou outra mudavam de posição.
Quando o negro que era alto e forte pegou sua ex- e colocou-a de cabeça pra baixo para chupar seu cacete ele delirou, era muita safadeza ver dava muito excitação olhar ele com cara enterrada na xoxota dela e ela sugando o porrete dele.
Delicia fazer e ver também.
Logo percebeu pelos gemidos de prazer do outro casal que estavam gozando.
Logo sua ex- e vizinha Larissa começou a urrar e recebeu uma boa leitada na garganta.
Toma safada e pra isto que você quer ficar na safadeza. Jonas pensou.
O negro socava com força até começar a respirar com dificuldade.
O negro foi até a cama colocou Larissa veio até a cômoda pegou uma camisinha e um frasco de algum creme na certa iria comer o rabo dela, foi o que pensei logo o outro casal veio até a cama e começaram gesticular.
O Negro deitou colocou a camisinha no porrete que apontava para cima logo Larissa veio por cima se enganchou sentando de xoxota no porrete ficando com a bunda pra cima.
A amiguinha possuída pelo tesão e safada que era começou a beijar Larissa apertando os bicos dos seus seios uma da outra gemia baixinho.
Logo o outro homem que tinha ido ao banheiro voltou com o cacete apontado para cima, vendo as duas se beijando começou apertar os seios de ambas, que gemiam alto. O negro sinalizou com a mão e a coleguinha foi sentar na cara dele.
-Ui que delicia uma no porrete outra na ponta da língua é o desejo de todo homem.
O outro homem só acariciava Larissa foi ai que viu ela se esquivando para frente, posição que ficava literalmente de bunda pra cima.
Caracas o cara subiu na cama e foi por cima encravando o cacete no rabo da Larissa safada ouviu os gemidos e urros dela e ele a mandando relaxar que já parava a dor, quando a cabeça passar eu paro de meter minha putinha gostosa.
Logo os 4 se aquietaram.
Ai era sós risadas o negro dizendo que sentia o cacete do outro quase encostar-se ao dele lá dentro.
A outra safada rebolava e parava na boca do negro foi ai que Larissa falou pronto meninos eu sou de vocês quero senti excitação pelos dois buracos agora.
 Vendo a farra dos quatro que gemiam e falava coisas que até defunto reage. Da janela Jonas não conseguiu se controlar e começou a se masturbar explodindo num gozo intenso que lambuzou suas mãos que chegou a espirrar na parede saciado com sua vigília já ia saindo, quando ouviu o negro dizer que agora era ele quem ia comer o rabo da Larissa.
Jonas arregalou os olhos já imaginando o rombo que ia ficar.
Esperou a mudança e viu como as duas vadias ficaram de quatro e cada qual comendo o rabo até começar a gemer que iam gozar e tirar a camisinha e gozar nas costas delas.
Só ouviu Larissa dizer êta porra você me arrombou desta vez negão.
Ele sorrindo disse depois volta ao normal minha safadinha e com uma tapa na bunda da outra fala logo é você que vai ter dois porretes!
A safada sorriu e falou ai delicia já estou na espera!
Jonas já tinha gozado decidiu que iria embora e não esperou o final da safadeza voltou para casa saciada e feliz.
Afinal a Larissa sua ex-namorada gostava de ser puta se assim que era o desejo dela que fosse, mas bem longe dele. Ou quem sabe como eram vizinhos fosse qualquer hora transar na madrugada com ela.


DocecomoMel . (hgata)
Feira de Santana 12 de novembro de 2016.
Bahia Brasil

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Um novinho para chamar de Meu!






Eu sou casada tenho um filho de oito (8) anos e vivo bem com meu marido.
Meu marido e nosso filhinho foram passar o feriadão na casa dos avós paternos, eu estava de plantão no sábado não poderia ir.
Trabalhei a noite toda cheguei à casa exausta sou enfermeira em uma UPA e em finais de semana é quando todo mundo sente dores e acontecem muitos acidentes de motocicletas então o plantão é uma verdadeira maratona para nós de toda equipe. Cheguei tomei um banho relaxante vesti uma camisola e fui dormi, acordei quase meio dia quando vejo que minha agua mineral estava acabando, telefonei para o mercadinho e fiz um pedido.
O dono do mercado disse-me que o rapaz da entrega logo iria me levar a agua. Esperei sentada na sala, vesti apenas um robe por cima e logo alguém estava na minha porta chamando. Fui ver quem era e vi um jovem muito bonito em uma bicicleta. Acredito que tinha pouco mais que seus 18 anos, bonito rapaz vestido de bermuda e camiseta, afinal domingo não usavam fardamento.
Pedi que entrasse e perguntei se poderia me fazer o favor de colocar no lugar para mim. Ele prontamente concordou então fui pegar uma bucha e sabão para limpar a garrafa que estava no chão, eu me descuidei nos movimentos acabei me esquecendo de que estava sem calcinha e soutien. Meus movimentos de corpo abaixando mostraram mais o que devia e vi os olhos do rapaz que se chama Lucas, me secarem e quando ele pegou a garrafa e foi colocar no suporte esbarrou em mim que segurava o suporte e eu claramente percebi que estava excitado.
-Hum sentir um cacete duro encostar-se a você da um tesão, saber que você uma mulher madura tem o poder de atiçar um jovem ainda mais bonito do jeito que Lucas era.
-Não sei o que me deu no momento, mas eu falei assim.
-Estou vendo que está bem assanhado hein Lucas?
-Desculpe dona, mas a senhora com estas coxas de fora eu não pude deixar de notar, afinal sou normal e como todo homem gosta de apreciar o bonito e... Gostoso!
-Não precisa se desculpar Lucas gostei de saber que ainda posso provocar sensações em jovens inexperientes.
-Sou jovem, mas não sou inexperiente!
-Será que sabe da conta do recado Lucas?
-Clara esta duvidando então pague para ver, não gostei de ser chamando de menino tenho 18 anos e seis meses e sei muito bem deixar uma mulher realizada na cama!
-Gostei Lucas de seu jeito, sai que horas do trabalho?
Saio agora as 13.30 só vou levar a bicicleta e vou para casa.
-Quer vim almoçar comigo Lucas? Estou só e detesto almoçar sozinha.
-Claro meus pais estão fora mesmo virei sim, como faço para guardar minha motocicleta?
-Olha aqui meu telefone dê toque que abro portão e você entra pela garagem.
-Certo combinado, mas será só almoço ou teremos sobremesa? A minha sobremesa Lucas você trás que eu como e chupo a sua está aqui. E quando acabei de dizer estas palavras Lucas cheio de segundas intenções falou.
-Hum vou adorar a sobremesa vou comer chupar e me lambuzar! E assim Lucas saiu fiz um macarrão um suco coloquei garrafa de vinho para gelar e fui tomar um banho rápido queria esta arrumada. Antes das 14 horas recebi uma mensagem de Lucas dizendo que estava ansioso que em 5 minutos estaria em minha casa. Ou vi uma buzina de motocicleta abri o portão da garagem abri e logo o vi entrar.
Eu estava com vestido florar de alças, pedi que entrasse e nos cumprimentamos com um beijo na face. Ele segurou na minha mão e afastou-se para me admirar e elogiar.-Uau esta uma gata!
-Ah Lucas obrigado um elogio nos faz muito bem! Mas você bonita mesmo, ele afirmou com os olhos fixos no colo dos meus seios.
-Vamos almoçar? Quer tomar um banho Lucas?
-Estou sem roupas para trocar, foi ai que eu disse pode vestir um short do meu marido tem novo ainda na gaveta.
-Hum e ele não se importa de usar as coisas dele? Falou com tom de voz em duplo sentido.
-Não Lucas ele não se importa ele quer me ver bem. Então terei prazer de usar não só o short e farei bom uso. Saímos fui andando até a cozinha e ele foi ate o banheiro mostrei o meu quarto e fiquei na cozinha esperando. Passados uns dez minuto ouço ele me chamar fui ver do que se tratava e quando cheguei ao quarto Lucas estava deitado na minha cama seminu com toalha enrolada na cintura.
Venha eu não estou com fome de comida estou com fome de fêmea e quero te provar! Fiquei extasiada perto da cama olhando seu tronco forte sem pelo sorriso maroto, e pela toalha via o volume aumentando. Fiquei bem ao lado da cama em pé. Lucas segurou minha mão levando até sobre seu membro. Será que assim está bom para você ou quer ele mais perto?
E com um movimento de corpo Lucas me puxou eu cai esparramada na cama e ele por cima. Sorriamos do jeito moleque dele, mas logo a risada passou e Lucas com muito jeito tirou meu vestido. Ele já estava pelado, assim que ele tirou meu vestido começou mamar meus seios me dando mordidas de leve eu cada vez mais ficava meladinha e Lucas foi percorrendo meu corpo inteiro com sua boca gulosa até abocanhar minha xoxota e enfiar a língua causando-me tremores de tesão me virei e começamos uns (69) deliciosos, o cacete de Lucas era grosso pouco mais de 19 cm. No quarto nossos gemidos se misturavam com o barulho de nossas bocas causando muito tesão.
Não quero me vangloriar, mas quando quero pago um boquete para ninguém botar defeito. Ainda mais com um novinho com um cacete delicioso pra ninguém botar defeito.
Assim logo tanto eu como Lucas explodia nosso tesão um na boca do outro, foi muito leite que chegou a escorrer pelos cantos da boca. Relaxamos fomos tomar um banho e almoçamos como dois enamorados conversaram muito e fiquei sabendo sobre a vida dele assim como ele soube da minha. Que eu era casada, mas tinha casamento aberto e meu marido sabia caso eu me encontrasse com alguém só não saberia o nome da pessoa. Ele revelou que já tinha me visto antes e achou-me gostosa, mas jamais cogitou que poderia acontecer o que estava acontecendo no momento, que com certeza ficaria marcado. Acabamos de almoçar voltamos para o quarto ficamos vendo TV abraçada como um casal de namorados logo Lucas estava super.  Teso e entre um carinho e outro começou a rolar. Lucas queria colocar camisinha eu disse que não era preciso pois evitava e  nós éramos saudáveis foi ai que a coisa começou a esquentar.
Lucas começou a meter gostoso na posição papai e mamãe, quase urro de tesão, pois me senti arregaçada, aí fomos variando as posições até que Lucas me colocou de quatro e começou com ritmo compassado até eu começar a gozar foi quando Lucas me perguntou se eu não queria dá o cuzinho pra ele? Eu na posição que estava tinha acabado de gozar de uma forma tão intensa poderia negar nada para meu garanhão, só pedi que tivesse cuidado. Lucas todo fogoso falou terei cuidado sim minha princesa.
Lucas se apoiou atrás lambuzou mais ainda a camisinha com creme e começou a forçar senti umas fisgadas até a cabeça finalmente passar, foi ai que ele parou um pouco para eu poder me acostumar, quando ele perguntou se estava tudo bem. Balancei a cabeça com sinal positivo. Lucas sorriu dizendo disse que teria cuidado com você minha princesa, mas agora segura trano que vou gozar gostoso dentro de você.
-Hum vem meu garanhão goza gostosa na tua coroa gostosa. E segurando com força em meus quadris Lucas começou uma sucessão de estocadas fortes que a cada movimento seu meu corpo ia pra frente e ele sem deixar o cacete sair de dentro estocava tirando quase o cacete todo e forçava novamente até ficarem só as bolas de fora. Ficamos por mais de dez minutos assim até que Lucas começou acelerando os movimentos e logo explodi em um gozo intenso. Senti-me uma deusa sendo possuída pelo mestre dos deuses foi muito excitação tê-lo dentro de minha s entranhas. Ficamos mais algum tempo e assim foi até a madrugada.
Agora nem que seja por algumas horas meu novinho vem me visitar e estou sempre ansiosa aguardando seus carinhos. Estou até cogitando de ter um filho com ele só estou esperando meu marido o corninho manso se decidi se posso ou não afinal quem vai assumir é ele mesmo.


Docecomomel (hgata)
Instagram : docecomomel2011

Feira de Santana, 08 de novembro de 2016.
Bahia Brasil



Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts