Acessos em Êxtase !

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Caminhoneiro Safado


 Olá.
Eu sou um homem apaixonado tenho minha noiva mas não dispenso uma boa foda, sempre estou viajando pelas estradas afora desse Brasil sempre curto boas aventuras sem compromisso mas muito deliciosos encontros esporádicos. Mas vou relatar o que aconteceu faz pouco tempo e foi algo inusitado mas muito bom. Meu nome é Lucas tenho 31 anos com 1,82 de altura e 82 kg com um pau de 20 cm que quem já experimentou nunca reclamou, pelo contrário sempre querem bis. Sou bem safado e gosto de uma boa pegada adoro ver as mulheres gozarem gostoso sentir seus corpos estremecer de tesão ai então eu me acabo de gozar vê-las realizadas e saciadas é meu maior prazer.
Em uma das minhas viagens eu e um amigo fomos em dupla pois o destino era o mesmo, o meu amigo Marcos e eu combinamos de sair no dia seguinte bem cedo. A viagem não era muito longa. Então no dia seguinte cedo quando encontrei no posto de combustível tive uma bela surpresa.
Não tínhamos ajudantes a viagem não era longa e foi assim que tudo começou.
O Marcos era um grande amigo desde o tempo de adolescência, mas nessa viagem ele resolveu levar a esposa dele que se chama Carla ela estava de férias ela uma bela morena cabelos cacheados, baixinha seios enormes e neste dia ela estava com um shorts bem curtinho muito provocante, desenhava sua buceta que parecia uma pata da camelo só bastei olhar para ficar babando de tesão...
Mesmo tendo seu marido em consideração foi impossível não observar, mas nada disse eu apenas imaginei como ela deve ser gostosa.
Não poderia mesmo cogitar algo pois viajamos juntos porem em carros separados foi assim que a minha sorte mudou depois de rodar alguns km o caminhão do meu amigo Marcos quebrou tentamos de tudo quanto foi jeito colocar para funcionar mas infelizmente não deu.
Então meu amigo e colega de estrada sugeriu que eu levasse a esposa dele até a próxima cidade que ficaria a alguns km a nossa frente para que ela pudesse trazer um mecânico para fazer o reparo do caminhão. Achei estranho este pedido mas...
Ainda relutei dizendo que faria isto mas ele disse que ia atrasar minha viagem que a esposa faria isto e eu seguiria viagem, então atendendo o seu pedido ela entrou no meu caminhão.
Eu logo percebi que assim que ela subiu no caminhão já fez questão de mostrar a calcinha preta de renda, impossível não ver do jeito que ela fez proposital.
Liguei o carro e sai mas impossível controlar meu tesão, minha pica não baixava de jeito nenhum ai eu já sem graça tentando esconder algo que ela olhava fixamente achei que ela estava gostando de ver e assim depois de algum tempo na estrada ela começou a fazer perguntas.
Nos primeiros km ela já foi me perguntando se eu fodia com muitas mulheres em minhas viagens e se eu fazia no caminhão?
-Foi ai então que eu falei que sempre pegava uma ou outa nas viagens e que já estava com vontade de pegar alguém ainda naquele noite quando parasse na próxima parada.Ah e já tem alguém certo?
-Não mas só basta parar em algum posto que sempre surge mulheres de programas ou então as moças que trabalham nos restaurantes e postos de abastecimento.
-Hum eu sei... Ela já estava vendo como eu estava com tesão ai foi em questão de minutos que ela começou a se insinuar para mim.
Eu comecei passando a mão em sua perna ela não se afastou
-Foi ai que ela entendeu o recado encostou-se perto de mim e sem cerimônia alguma meteu a mão nas minhas calças e viu que meu pau estava duro e vibrando de tesão.
-Ai rindo falou também com um pauzão deste as gurias devem gamar!
-Nem tão grande ele é eu falei cabe na sua boquinha direitinho e sorri!
-A safada esposa do meu amigo não pensou duas vezes mesmo eu dirigindo o caminhão, ela abaixou a boca e abocanhou minha pica e começou a mamar bem gostosinho sem me dá nem tempo de respirar.
Foi ai que rodei por alguns km então parei o caminhão na rodovia onde tinha um bom espaço para estacionar e sem pensar já levei a mão na bucetinha dela que já estava toda molhadinha.
Abaixei seu short e quando vi a sua calcinha minúscula eu cair de boca e não perdi mais tempo, ela gemia tão gostoso cravou as unhas nas minhas costas e pedia que eu chupasse muito ela.
 Deixei ela muito louca de tesão deitada no banco do meu.
 -Foi ai que começamos um 69 maravilhoso quando ela sentou-se com a bucetinha na minha cara e passou a rebolar eu fiquei louco de tesão. Fiz ela gozar gostoso na minha boca.
Quando ela sem dó e nem piedade ao mesmo tempo abocanhou a minha pica   eu gemi gostoso sentindo sua gulodice enquanto mamava bem gostoso minha pica.Estavamos como loucos
Então ela já não aguentava de tesão sem ao menos dá tempo para colocar uma camisinha ela veio lentamente e sentou bem gostosinho na minha pica.
A safada rebolava quicando gostoso na minha pica até parecia uma criança brincando em um pula-pula.
A safada chorava e gemia gostosinho.
 Eu puxava seu cabelo e batia bem gostoso na sua cara chamando de vagabunda, gostosa piranha safada. Parecia que o tesão dela aumentava mais ainda, foi ai que botei ela sentada no banco em seguida soquei na boca dela deixando a boca toda melada dos nossos fluidos.
Ela mamava que a baba escorria do meu pau até seu queixo.
Ai parou de mamar e ficamos nos beijando depois chupei na língua dela, ai ela deitou-se abriu suas pernas me puxando e me pediu que fizesse dela minha puta de estrada que socasse forte, muito forte mesmo que quanto mais forte eu metesse nela mas o tesão dela aumentava. Assim eu fiz soquei sem dó nem piedade tirava a pica e socava com força fazendo ela gemer gostoso e foi assim que ela gozou bem gostoso.
Eu nem esperei seu gozo terminar comecei a esguichar bastante leite que o caminhão ficou impregnado com aquele cheiro de sexo.
Gozei muito ai ficamos abraçados um bom tempo ai ela me disse que tinha um desejo a me pedir.
Perguntei qual era?
-A safada me disse que queria que eu fizesse anal com ela com a mesma pegada, seu sonho era uma pegada forte pois o marido não fazia assim.
 -Foi ai que eu disse seu pedido é uma ordem dei minha pica para ela chupar em segundos estava mais teso que um porrete, botei ela de quatro peguei um creme lubrificante passei em minha pica e assim eu não perdi tempo em primeiro lugar chupei o rabo dela deixando bem suculento, ai enchi de creme e comecei num ritmo de bate estaca lento até que ela me pediu quase me implorando para meter gostoso e socar bem forte.
 Eu batia bem gostoso no rabo dela, socava forte sentindo suas pregas apertarem minha pica tesa inteira dentro dela até que não aguentei mais e enchi o rabo dela de muito leite que quando minha pica começou amolecer eu sentir o leite escorrer bem gostoso de seu rabo.
A safada me disse que gostava assim de sexo com boa pegada, mas o marido dela e todo meloso de carinhos não fazia assim.
Sorri e disse ele não sabe a potranca que tem em casa!
Ai esperamos um pouco nos arrumamos ai eu a levei até uma oficina de um conhecido deixei-a por lá dei as instruções ao mecânico e seguir minha viagem.
Ela me deu até logo me desejando boa viagem e disse que quando eu voltasse de viagem queria um encontro... Confirmei dizendo quantos encontros ela quisesse eu estaria sempre as ordens.
Nos cumprimentamos e liguei meu carro e parti com gostinho se saudade.
Logo assim que voltei depois de uma semana liguei para meu amigo e falei em lhe visitar e fui na cara dura tomamos cerveja ele estava cansado de viagem foi dormi aproveitei e comi a mulher dele no quarto ao lado do dele foi algo rápido mas deu para gozar bem gostoso êta potranca tesuda que gosta de leitinho na boquinha eu como estava na seca logo gozei bem gostosinho.
Agora volta e meia quando não coincide minhas viagens com a do marido dela aproveito e curtimos bastante.
Outro dia ela falou algo eu entendi que o marido dela sabe que é corno, mas para não abalar o clima do rala e rola que estávamos fingir que não entendi.
Se ele sabe ou não eu nem quero saber quero e foder gostoso e aproveitar a vida do jeito que ela chega até mim.
Afinal ainda estou solteiro. E vou demorar o máximo de tempo para casar afinal vida de solteiro e bom demais .

Docecomomel
Feira de Santana, 15 de abril de 2018.
Bahia Brasil.
Imagem de by Wilker Calmon

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Meu fetiche com a empregada:


Quando se é casado até parece que o diabo atenta eu sempre fui louco por mulheres de seios fartos e para complicar mais minha situação nossa empregada saiu de licença medica e arranjou uma prima para substituí-la e por incrível que pareça a nova empregada tem seios fartos e grande meu maior fetiche é fazer espanhola e gozar em cima de seios do jeito que a empregada tem.
E assim começou meu martírio. Meu nome é Jonas tenho 38 anos sou casado e vivo bem com minha esposa que é uma mulher muito carinhosa e tesuda. Mas nem por isto eu deixo de dá meus pulos fora e acredito que sexo sempre nunca é demais.
 E assim começou a licença da empregada nos primeiros dias procurei evitar olhar para sua prima, mas era impossível não perceber seus seios apertados dentro do seu uniforme.
Tive um dia de folga no meio da semana aproveitei para descansar e colocar algumas coisas em dias, tipo documentos serviços bancários. Neste dia minha esposa já tinha feito agendamento de consultas de rotina iria ficar praticamente dia todo fora.
Eu fazendo meu serviço no escritório, chamo escritório mas na verdade é um espaço ao lado da sala nem porta tinha e volta e meia observava a empregada fazendo seus afazeres, ela andava rebolando que parecia um convite para apertar suas ancas.
Almocei meio dia e depois fui para o quarto ver televisão. Eu tinha que fazer algo pois minha cabeça não parava de pensar na empregada estava com um desejo sexual por ela bastante grande que pensei "Vou avançar”. Se der certo tudo bem senão tenho certeza que ela não fala nada com a minha esposa para não perder o trabalho.
 Ela era uma mulher de 40 anos divorciada eu era um homem já maduro de 38 anos. Ai ela falou que não tinha limpado meu quarto, eu disse tudo bem estarei só descansado quando quiser pode vim limpar o quarto.
-E não vou incomodar?
-Sua presença não me incomoda, ao contrário olhar para você me dá prazer!
-Ui patrão que galante!
-E a verdade sinto prazer em olhar para você!
Assim comecei vendo TV depois coloquei um filme pornô e não fechei a porta o tesão foi tomando conta quando me dei conta estava com tesão a mil coloquei minha pica para fora e fiquei só na punheta esqueci da porta quando estava quase gozando eis que a empregada abre a porta de supetão.
Pelo grito que ela deu e minha surpresa minha pica baixou em minutos.
-É claro que pedi desculpas ela ficou sem graça e com cara de safada falou tudo bem patrão faz tanto tempo que não vejo uma pica foi por isto que me assustei.
Ai perguntei sobre a vida dela, ela disse que separou já tem 3 anos e nunca arranjou ninguém mais.
-Mas não pode Neuza sexo é saúde é vida!
-Eu sei patrão mas sexo sem compromisso só traz problemas ela afirmou. Foi ai que eu disse engana-se Neuza você e muito gostosa desculpe dizer assim mas qualquer homem ficaria feliz de passar alguns momentos junto de você.
-Ah patrão Deus queira que fosse verdade!
-E verdade eu mesmo ficaria muito feliz e realizado afinal eu a acho muito tesuda.
-Mas patrão o senhor é casado?
-Não me chama de senhor eu sou casado Neusa mas não sou castrado é claro que saio com outras mulheres apenas por sexo faz bem a mim e para elas também.
Neusa ficou sem querer acreditar o que eu estava falando, ai ia saindo do meu quarto quando eu tomei sua frente e fechei a porta.
-Seguirei em suas mãos e falei venha Neuza curtir um pouco prometo guardar segredo e ser carinhoso com você!
Ela ainda tentou se afastar, mas eu a segurei por trás.
E abracei-a ela ficou tesa sem esboçar reação alguma ai eu meti as mãos por dentro de seu vestido e comecei acariciar seu corpo inteiro.
 Abri seu uniforme de baixo até em cima e passava as mãos pelo seus seios, umas bela tetas com os bicos bem grandes ai eu a virei de frente para mim ela não dizia nada e nem era preciso eu sentia seu corpo vibrando de tesão, ai eu comecei acariciar e mamar, Neuza gemia não esboçou nenhuma reação apenas disse ah patrão como faz tempo que não sei o que é sentir prazer!
  Beijei sua boca seu pescoço e não parei de apalpar seu seios foi ai que eu comecei apalpar sua xoxota, afastei sua calcinha para o lado ela gemia ai encostei ela na cama me abaixei a seus pés comecei a beija-la por completo a fazer caricias nisto ela implora que eu a faça gozar.
Tirei sua calcinha e comecei meter os dedos deixando na maior vontade foi quando eu levantei-me deixando ela sem calcinha ai eu enfiei minha língua gulosa e comecei a lamber os lábios vaginais dela que já estavam ensopados.
Quando me dei por mim Neusa esfregava sua xoxota inteira na minha cara em pouco tempo ela gozou eu sentir escorrer sua seiva deliciosa.
Suguei como louco tirando cada gota e cada urro com muita alegria e êxtase. Finalmente senti suas pernas estremecer apoiei ela de quatro na minha cama apalpei sua bunda dando leves tapas e fui saborear cada naco de suas carnes macias e deliciosa e sedentas de muita pica.
 Em seguida penetrei com toda a minha força socando sem parar, Neuza gemia de prazer nem deu tempo de colocar o preservativo pois sabia que poderia ter problemas. Mas o desejo de foder gostoso me cegou e sem camisinha mesmo meti em sua buceta suculenta.
 Soquei como um louco gozei como há muito tempo não gozava e quando minha pica começou a sair pedi que ela me fizesse um boquete.
Assim Neuza começou a me chupar muito gulosa fazia uma garganta profunda deliciosa ai meu tesão veio a mil, falei que ia gozar ela afastava um pouco a pica da boca e falava goza quero leitinho do patrão.
Goza patrãozinho goza.
-Caracas nem esperei ela falar novamente explodir em um gozo intenso que esporroutdo dentro de sua boca gulosa e cara e chegou a escorrer pelos seios, meu maior tesão foi ver seus seios enormes receber meus jatos de esperma.
Relaxamos um pouco e ficou acertado de termos outros momentos a sós, mas que era preciso cuidado com a patroa.
E não é que no dia seguinte quando eu voltava do serviço a encontrei no ponto de ônibus e ofereci carona.
Ela aceitou e fomos conversando ela disse que ficou com dor nas costas da pequena aventura do dia anterior.
Sorri e falei quando chegar em sua casa eu te dou uma massagem está bom?
Ela sorriu e aceitou, mas falou só se fosse das mesma massagens do dia anterior!
-Sorri e disse que será muito melhor foi ai que eu pedi que ela ficasse quieta pois iria dá um telefonema.
Foi assim que telefonei para minha esposa avisando que ia me atrasar um pouco. Quando passava por um bairro próximo da casa de Neuza falei que ali perto tinha vários motéis se ela queria ir conhecer algum, ela topou e assim eu entrei no primeiro que encontrei na minha frente. Assim que entramos comecei a tirar suas roupas e ela me ajudou a tirar as minhas ai fomos para cama e entre beijos e abraços o clima esquentou ai fomos tomar um banho no banheiro Neuza me pagou um boquete divino, sentir a cabeça de minha pica escorregar macio em sua garganta é maravilhoso, eu ajudava forçando um pouco com movimentos do corpo e foi assim que Neuza recebeu a primeira leitada da noite.
Safada engolia minha pica inteira e não deixou desperdiçar uma gota sequer.
Ai fomos pra cama assim que ela deitou eu cai de boca em sua buceta e a fiz gozar, achei maravilhoso vê-la estremecer em espasmo gemendo e gritando igual uma gata no cio. Em poucos minutos Neuza quicava em minha pica rebolando gostoso enquanto eu mordiscava seus seios fazendo com ela gemesse e com a buceta comprimia minha pica que estava inteira dentro dela e foi assim nosso segundo gozo da noite, mas não o último.
Tomei um banho tomei um energético do frigobar e fui a caça do prêmio que estava cobiçando  desde a primeira vez que eu comi Neuza, ela relutou quando tentei,  mas agora o ambiente era diferente então depois do banho comecei com carinhos e no rala e rola pedi que ela ficasse de 4 ela ficou e sorrindo falou olha o que você está querendo hein garanhão continuei com carinhos peguei um creme lubrificante coloquei a camisinha e fui no meu intuito aos poucos ela foi deixando e quando ela percebeu eu já estava com a pica entrando suavemente em seu rabo.
A excitação o desejo de ambos foi um fator a mais pois contribuiu e assim Neuza pode curti junto a mim dos prazeres de uma noite de muito sexo, sem nada forçado apenas prazer. Foi o melhor anal que fiz na minha vida Neuza rebolava e mexia de um lado para outro eu apenas sentia suas carnes apertando minha pica, tive espasmo de muita intensidade. Quando eu segurei em seus quadris com firmeza e comecei a socar com força Neuza estremeceu dei mais umas estocadas e gozei muito a camisinha quase não suporta de tanto gozo que eu tive, foi algo maravilhoso estes momentos só quem faz sabe o que estou descrevendo. E assim continuou.
E depois desta noite maravilhosa continuamos a nos encontrar uma vez na semana o tempo passou Neuza saiu do trabalho da minha casa, mas continua como minha amante fixa e jamais eu penso em deixar de aproveitar dos momentos que sempre temos nos braços um do outro.

E a cada momento que vivenciamos é algo maravilhoso os nossos momentos de orgasmos sem fim!!

Docecomomel
 Feira de Santana,09 de abril de 2018
Bahia brasil
Instagram : docecomomelcontos

terça-feira, 3 de abril de 2018

Meu Primo Tarado e Tesudo


Meu primo sempre foi um rapaz que tinha muitos amigos, eu sempre participava de reuniões entre seus amigos e sua noiva jamais pensei que poderia ocorrer algo tão marcante e gostoso entre nós.
Meu primo morava próximo a nossa casa eu como uma jovem estudante sempre precisava realizar algum trabalho e a internet de nossa casa era muito lenta então meu primo que é uma pessoa muito legal falou que eu poderia usar a internet da casa dele.
Meu primo se chama Lucas tem 30 anos é noivo é forte pois trabalha com pesado e além disso malha muito eu admiro muito ele, sinto tesão por ele quando o vejo sem camisa fico imaginando como ele deve ser gostoso na cama, mas como eu sou prima fico apenas na imaginação quem deve passar bem é a noiva dele que sempre vem dormi na casa dele em finais de semana e feriados .
Então eu ficava só imaginando e sempre na solidão do meu quarto batia siririca chamando pelo nome do meu primo o meu adorado e desejado Lucas.
Então Lucas me deu a chave de sua casa , mas falou que eu poderia ir só quando ele não estivesse em casa afinal como homem solteiro e morando sozinho poderia ter fofocas pela vizinhança.
Assim eu concordei e quando precisava eu ia até a casa dele.
Assim naquela tarde de sexta-feira eu fui até a casa do meu primo fazer uma pesquisa pois teria que elaborar um trabalho e imprimir para entregar na segunda feira na primeira aula.
E assim eu fiz deitei em sua cama macia pequei meu notebook conectei e fiquei deitada navegando pela web, o tempo passou escureceu meu primo chegou do trabalho e eu nem percebi.
Quando ele entrou falou opa ainda por aqui Mariana?
-Oi primo estava aqui navegando que nem percebi como o tempo passou e já está escuro!
-Pois eu vou tomar um banho rápido que já estou de saída. Oh primo você nem bem chegou já vai sair?
-Pois é Mariana vou sair com minha noiva hoje é dia de se divertir.
-Ah sei eu disse sem graça.
-Foi ai que ele me perguntou e você prima não vai sair com seu namorado?
-Hoje é dia de namorar gostoso e fazer sexo...Muito sexo!
-Oh primo para de me zoar sabe que não tenho namorado apesar da idade que tenho!
-Verdade prima e porque não arranja um namorado?
-E porque eu gosto de um alguém e ele não gosta de mim.
-Oh prima investe você é uma moça muito bonita apesar de ainda ser um pouco criança.
-Não sou criança assim primo você também está exagerando, digo uma coisa eu sei muito bem tudo sobre a vida e sexo.
-Ah é sabichona sabe o que? Sabe que posso transar com você mesmo sendo minha prima?
-Sei sim...mas não sei se isto vai acontecer.
Foi aí que meu primo saiu e foi tomar seu banho quando ele voltou do banho eu estava desligando meu notebook e arrumando as coisas numa bolsa quando me virei ele estava parado na porta do quarto enrolado apenas numa toalha.
Olhei para ele sem graça pois percebi como ele estava excitado.
Quando eu terminei de arrumar minhas coisas ele veio para perto de mim e me deu um beijo no canto da minha boca eu fiquei surpresa, mas nada disse. Eu ia saindo quando ele segurou pelo meu braço e falou espera vai embora agora não , ficou com medo de mim?
-Não tenho medo de você não!
-Ele perguntou se eu aceitava um copo de bebida?
-Não tenho habito de beber primo ,mas vou aceitar afinal já estou indo para casa, hoje minha mãe está de plantão.
-Ah quer dizer que hoje você está só em casa?
-Só até painho chegar da fábrica meia noite.
-Ele olhou no relógio e resmungou algo assim falta tempo demais, foi ai que meu primo se afastou ficou na minha frente tirou a toalha ficando só de cuecas, vi que seu pau estava todo teso de duro, tentei não olhar mas era algo impossível de desviar meu olhar daquela visão maravilhosa.
Senti minha pepeca latejar afinal eu sou normal como toda jovem.
Foi ai que ele veio segurou em minha mão e puxou-me para sentar a seu lado na cama e começou a me fazer carinhos.
 Logo suas mãos foram descendo para o braço, depois  ele me abraçou e ficou apertando-me entre seus braços ficamos um tempão assim parados apenas percebendo as sensações de nossos corpos..
De repente recebo um beijo na boca fiquei toda arrepiada. Daí ele começou a me beijar com mais vontade ai veio passar a mão nos meus seios foi ai que  eu empurrei ele.
Ele não parava e veio com uma das mãos enfiar dentro do meu short eu pedi para ele parar mais ele veio com muito carinho e me disse no ouvido com a voz  bem baixa que eu era muito gotosa que queria apenas mais um beijo.
Pois já estava louco de tesão!
Eu dei o beijo e ele foi me envolvendo em um abraço suas mãos deslizavam pelo meu corpo eu não tinha força e não queria resistir a seus carinho eu sempre pensei nele como homem, eu sentia desejos por ele foi ai que eu me deixei levar e quando percebi ele estava com a mão  enfiada no meu short alisando minha xoxota que já estava bem meladinha.
Eu estava toda molhadinha, uma sensação ótima...eu me sentia viva meu corpo estremecia com espasmos de puro tesão.
Foi ai que ele me deitou tirou minhas roupas eu toda nua em sua cama sem esboçar nenhuma reação a não ser tesão, foi quando ele veio por cima abriu minha blusa, me chupou gostoso, passava a língua nos meus seios e me fazia delirar, tirou meu short  junto  com minha calcinha.
Eu estava pelada na frente dele. Ele veio com a boca descendo pelo meu corpo inteiro e me chupou deliciosamente minha xoxotinha, meu cuzinho piscava, cada passada de língua eu soltava um grito abafado, que parecia mais um urro de algum animal ferido.
Gozei como nunca em sua boca, meu primo me chupava e lambia-me toda eu sentia sua língua gulosa me fazer estremecer. Foi assim que ele saiu de cima de mim tirou sua cueca e foi ai que vi como seu pau era grosso ele veio ficou em pé de junto da cama e me ofereceu seu pau para eu poder chupa-lo.
Eu não hesitei e segurei seu pau que quase não cabia nas minhas mãos e levei até a boca era o meu primeiro boquete com ele, ainda meio sem jeito eu o chupei enquanto ele pedia para não parar, foi gostoso mas tinha dificuldade pois seu pau era grosso cheio de veias. Mas eu soube deixa-lo bem aceso com muito tesão foi ai que ele disse que já que estava louco por esta fazendo sexo comigo que a loucura tinha que ser completa então ele me deitou novamente e veio por cima e ficamos fazendo um 69 bem gostoso.
Ela já doido para gozar parou de me chupar e veio por cima na posição papai e mamãe e foi metendo seu cacete enorme na minha bucetinha... primeiro devagar até está todo enfiado depois veio com força...
 Eu gritava de dor e prazer...Ele metia com força ai tirava deixando só cabeça do pau e depois metia com força era delicioso e foi assim que eu gozei muito...
 Foi a primeira vez que eu goze de ficar tremula na cama, parecia que estava flutuando nas nuvens com a respiração arfando.
Meu primo não parava de socar e ficava falando que sabia que eu era uma cabrita fogosa.
Ai demorou alguns minutos socando depois ele disse que queria que eu ficasse de quatro (4) foi ai que eu me virei e fiquei no meio da cama ele subiu na cama e mandou ver cacete de novo. Socava gostoso.
Parecia um garanhão metendo gostoso o som de nossos corpos ecoavam pelo quarto...Começou a me dá tapas na bunda foi ai que meu tesão aumentou ouvi ele me chamando de safada, de puta gostosa e meter com vontade meu tesão ia a mil eu ali toda arreganhada sentindo meu primo ali socando seu pau teso inteiro dentro de mim.
Uma delícia sinto tesão só em relatar.
Eu gemia gritava pedindo para ele meter mais, me sentia uma vadia loucamente desesperada esperando seu macho explodir em gozo, eu rebolava com o cacete dele atochado.
Foi ai que ele começou a falar que queria comer meu reboque agora eu era a putinha dele e com um movimento de corpo virou-se deitando na cama me arrastando pra cima dele eu como louca galopava em cima dele com o cacete todo atochado e foi assim que recebi jatos de leite dentro da minha xoxota.
Depois de alguns segundo meu primo saiu de dentro de mim me pediu para limpar seu pau com a boca e assim eu fiz de quatro no meio da cama fiquei mamando ele que nem sequer o pau amoleceu.
Quando ele viu que o pau estava limpo veio por trás de mim deu uma lambida em meu anel, ficou metendo a língua para deixar bem meladinho e aos poucos veio se encaixando quando me dei conta já estava com mais da metade do pau enfiado no meu rabo.
Muito doloroso e gostoso sentir seu pau dilatando minhas pregas, mas o fdp do meu primo era tão carinhoso que o prazer era maior que dor e foi assim que recebi minha primeira leitada no rabo e achei delicioso.
Pense ai você com tesão ele mais ainda só fodendo gostoso é ou não é para virar putinha dele?
E foi assim que ele metia com força e me chamava de priminha puta, dizia que ia me comer direto agora, que ele sempre quis me comer, que eu só não podia dá bandeira para noiva dele não descobri.
E depois desse dia em diante eu sempre escapava durante a noite pulando a janela do meu quarto e ia para casa do meu primo e transava a noite toda e adorava nossas foda pois sempre gozávamos juntos...
E depois eu ficava recebendo SMS dele falando que depois de nossa primeira vez ele não sabia
Mais o que era sentir tesão com a noiva pois só pensava em mim.
E era muito gostoso depois de nossas transas ficar ali na cama com ele deitado do meu lado, nada conversando e logo depois recomeçar novos folguedos de amor e sexo.
Lucas mesmo falava que quando estava comigo sentia muito tesão que não queria mais parar
de foder.
Então ele e eu acertamos de ficarmos juntos em segredo até ele terminar com a noiva, eu acreditei mas fui pega de surpresa com o anuncio de seu casamento pois a noiva estava gravida.
Chorei esperneei mas ele foi taxativo
E me fez jurar que eu iria continuar sendo a putinha dele quando ele quisesse.
Eu gosto tanto dele que continuo esperando pelo seus chamado mesmo agora depois de casado sempre vamos a algum motel e nossas transas são maravilhosas.
-Aí já sabe como  eu gosto de sexo e de meu primo uma coisa vem com a outra.
Desde da primeira vez eu e meu primo já fizemos coisas que até Deus duvida, eu já fui para casa dele já paguei boquete enquanto sua esposa estava no banho.
Quando ouvimos o barulho do chuveiro parar ele gozou na minha boca e me fez engoli. Adrenalina de saber que sua esposa poderia nos pegar dava um tesão maravilhoso.
Depois eu conto muitas  das aventuras  que tivemos.
Agora ele pretende se mudar de cidade pois sua esposa passou em um concurso e já me chamou para ir tomar conta do filhinho deles estou pensando seriamente nisto, mas eu não se se iremos continuar  com esta loucura.
Sinceramente eu não sei.
O que você fariam no meu lugar iria para ficar ao lado dele ou se afastava para sempre afinal ainda sou jovem posso encontrar alguém se estiver sozinha, porque ficar ao lado dele o vendo ser feliz com a esposa esperando apenas momentos de sexo não faz bem a ninguém. Concordam???


Docecomomel
Instagram: docecomomelcontos
Feira de Santana, 03 de abril de 2018
Bahia :Brasil

segunda-feira, 5 de março de 2018

Meu enteado safadao.





Olá meu nome é Marcela tenho 36 anos sou casada com um homem que tem 12 anos a mais que eu. Ele já foi casado anteriormente e tem um casal de filhos.
Os filhos do meu marido são dois jovens muito responsáveis e sempre nas férias da faculdade passa dias em nossa casa. Principalmente o mais novo que tem 19 anos, seu nome é Lucas ele é um moreno muito bonito com olhos pretos seu corpo é atlético.
Neste mês de janeiro aconteceu algo que mudou completamente minha vida, meu marido viajou à trabalho e por coincidência seu filho veio passar alguns dias em nossa casa.
Dele ter vindo tudo bem só que eu não esperava que pudesse acontecer fatos que me levasse a cometer loucuras não sei o que me tirou do sério se foi ausência do marido ou carência ou tesão mesmo que eu sentia, mas mantinha represado em meu íntimo, vou relatar abaixo.
Eu estava dormindo e acordei ouvido vozes, levantei de baby dool e fui ver do que se tratava cheguei até a porta do quarto de visitas que sempre era ocupados pelos meus enteados em especial por Lucas que sempre é o que frequenta mais minha casa. A televisão estava ligada e na tela passava um filme pornô e Lucas estava muito excitado em pé em frente da TV, Caracas ele estava de pau duro e nossa que pau grande e grosso... Estava se masturbando.
Eu quando vi aquele pau imenso e teso eu já fiquei toda molhada, mas o pior de tudo isto que ele chamava por um nome e por coincidência era meu nome.
Tentei sair dali mas meus pés não me obedeciam foi ai que Lucas fez um movimento e percebeu minha presença.
Eu imediatamente sai dali. Fui para meu quarto depois de alguns minutos Lucas bate na porta.
Perguntei o que ele queria?
-Quero falar com você Marcela quero pedir desculpas pelo ocorrido!
Amanhã falamos Lucas!
-Não Marcela tem que ser agora abra ai está porta por favor.
-Eu estava com receio e vergonha, ai andei até a porta e abri.
Lucas estava vestido com um short fino de dormi e ainda percebi que estava com tesão!
-Ele segurou em minhas mãos e falou.
-Marcela perdão pelo o que você viu, mas é algo que não consigo controlar desde que me tornei homem você é a mulher que povoa meus pensamentos só penso em você sei que é errado você é mulher do meu pai mas desejo ardentemente fazer sexo com você!
-Lucas eu não sei o que dizer!
-Não diga nada sei que você também me deseja!
-Você está louco Lucas quem te disse que eu desejo você?
-Seu corpo, seu olhar olhe para você neste exato momento está com medo de mim ou tesão por mim?
-Não conseguia nem respondeu meus olhos o cobiçava, sentia minha xoxota latejar e ficar melada ai sem conseguir dizer nada me deixei levar por Lucas!
-Foi ai que ele me deitou na cama, tirou minhas roupas eu estava sem calcinha, estava pronta para dormir e para ele foi ai que ele viu como minha "xoxota” estava toda molhada e raspadinha.
Lucas me deitou eu não esbocei reação alguma quando ele viu como eu estava excitada ele ficou louco, não pensou nem 2 vezes e já foi caindo de boca na minha xoxota e começou me chupando como um louco eu me contorcia de prazer era algo maravilhoso sentir sua língua invadir meu corpo, ai eu acabei não aguantando e gozei em sua boca.
Meu corpo estremecia de tesão Lucas me sugou muito me deixando mole, foi aí que logo em seguida ele subiu na cama abriu minhas pernas colocando-as preso à sua cintura e lentamente enfiou aquele pau inteiro dentro de mim.
Eu fui a loucura ele bombeando com força seu pau inteiro teso dentro de minhas carnes, ele me beijava me chamava de puta gostosa dizia que fazia tempo que me desejava eu apenas gemia e correspondia a seus beijos, estava entregue ao êxtase do momento!
Ai quando ele me pegou de quatro (4) me batendo na bunda me puxando os cabelos aí gozei de novo.
Lucas disse que sabia que eu era gostosa. Pois ouvia eu com seu pai e tinha certeza que a foda era muito prazerosa pois nunca soube que seu pai tenha procurado outras mulheres fora de casa, mesmo sempre viajando.
Eu nem sabia dizer nada foi ai que ele perguntou como era que eu queria vê-lo gozando?
Respondi que queria seu leitinho!
Lucas deu mais umas estocadas com força, mais alguns tapas na minha bunda e falou!
Tu quer leitinho é safada? Vai beber tudo viu? Não deixa desperdiçar viu minha puta?
-Louca como eu estava ai eu fiquei de quatro (4) de frente para ele foi ai que ele começou a passar seu pau pelo meu rosto e boca.
Ai com um movimento segurou pelos meus cabelos e meteu seu pau na minha boca. Caracas que pau grosso ele tinha ai eu caprichei na chupada, lambendo a cabeça e depois em seguida enfiar o pau inteiro na boca, cheguei a engasgar mas não parei pois queria seu leite em minha boca. Em pouco tempo com o boquete que eu caprichei em fazer no meu enteado gostoso do pau tesudo, ele socou um pouco na minha boca mas logo ele gozou na minha cara me lambuzando meu rosto todo.
Ai finalizei uma chupada deixando o pau limpo. Lucas delirava dizendo que eu era uma delícia de mulher.
Ai fomos deitar antes de amanhecer Lucas me comeu de ladinho, me fez quicar em seu pau e gozamos novamente, ai depois desse dia sempre que Lucas vem ficar aqui damos um jeito e saímos para algum motel... E essa foi umas das melhores transas que já tive em minha vida.
Agora meu enteado é meu amante não me importo que sempre está com namoradas afinal continuo com seu pai e continuo fazendo sexo com meu marido, mas nos momentos de tesão é de Lucas que lembro e ai sim gozo gostoso.
Na primeira vez que fomos a um motel ficamos a tarde toda e foi com Lucas que aprendi a ter prazer no sexo anal, porque meu marido não gosta muito mas em compensação Lucas me faz gozar gostoso me enrabando eu acho maravilhoso senti-lo por completo dentro de mim.
E o gozo é farto e muito prazeroso.
Depois volto para contar como são nossos encontros...Sempre com muito tesão.

Docecomomel
Instagram :docecomomelcontos
Feira de Santana 05 de março de 2018.
Bahia Brasil

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Ménage com minha esposa.



Olá meu nome é Paulo sou casado com Vania uma morena muito gostosa nos damos muito bem na cama e nosso sexo é maravilhoso, mas depois de muito conversar Vania concordou em realizar um fetiche antigo que tenho.
Desejo ver minha esposa transando com outro macho até sonho vendo ela gozando no cacete de outro homem, depois de muita conversa ela concordou, mas ela quer que eu encontre alguém de confiança não quer que saiam falando mal dela pois isto pode atrapalhar nosso casamento que está muito bom. Afinal somos jovens e acredito que isto só vai apimentar nossa relação.
Naquela noite transamos gostoso fizemos de tudo, Vania gozou gostoso quicando na minha pica, adoro fazer anal e Vania gosta também sua bunda durinha e empinada nos proporciona momentos maravilhosos de muito êxtase. Quando Vania acabou de gozar botei ela de 4 e fodi com força até explodi em um gozo intenso.
Ficamos abraçados sonolentos até que ela disse amor acho que seu fetiche não vai ser realizado até hoje você disse que ia providenciar um amigo e nada...
E verdade meu amor mas vamos realizar sim, ai perguntei você quer mesmo?
-Quero porque desejo te fazer feliz, mas bem sabes que você já me deixa realizada e feliz e dizendo isto me deu um beijo de língua.
-Hum eu sei minha potranca, mas não se preocupe será só sexo nosso amor vai continuar mais forte do que antes...Depois desta nossa conversa eis que um antigo colega de faculdade me liga, o Eduardo disse que estava de férias e veio visitar seus pais.
Este amigo meu depois que formou-se foi morar na região Sul do Brasil fazia pouco mais que 2 anos que não nos víamos
Então marquei de encontrar com Eduardo na sexta feira de noite em um choperia... Eu sai do trabalho na sexta feira e já fui direto encontrar-me com meu amigo quando estava lá eu liguei para minha esposa avisando que iria chegar um pouco além do horário habitual.
-Vania não se importou mas é claro como toda mulher fez uma cena de ciúmes e disse bem assim ah amor achei que você iria providenciar aquele nosso fetiche me diga ai como é este amigo seu?
Quem sabe é uma boa oportunidade?
-Vania meu amor eu vim tomar um chope com um amigo de longa data!
Eu sei meu amor apenas perguntei sobre seu amigo, tá bom xau  depois que Vania falou ai eu fiquei pensando que poderia ser uma boa oportunidade, terminei de tomar o chope quando Eduardo chegou nos cumprimentamos logo nosso papo estava bem animado.
Como é normal entre homens logo a roda de conversa se falava em mulheres e sexo. Soube que Eduardo já foi casado e agora está noivo de uma morena muito bonita ele me mostrou a foto, eu mostrei a foto de minha esposa ele achou muito bonita também.
Ai a conversa foi ficando animada e quando Eduardo falou e ai Paulo onde encontro uma mulher para uma boa noite de sexo? Faz 3 dias que estou só na punheta.
Eu virei o copo de vez para tomar coragem e falei:
Eduardo posso confiar em você?
-Claro meu amigo pode confiar o que está pegando você está com alguma amante tem medo da esposa descobrir?
Ou é algo mais grave, porque meu amigo se for amante você está perdendo tempo sua esposa é muito...bonita ele afirmou.
-Pois é Eduardo e sobre eu e minha esposa nada a ver com amante já tenho ela que me satisfaz plenamente,
-Então cara o que é?
- Você está com uma cara de angustia.
O negócio é o seguinte vou te dizer já que você prometeu sigilo!
Pois bem Eduardo eu amo minha esposa nos damos muito bem na cama o sexo é maravilhoso nunca a traí mas eu desejo realizar uma fantasia eu até já falei com ela, da mesma forma ela também concorda comigo, mas o medo sabe como é de termos problemas de fofoca e outras coisas isto está atrapalhando nosso relacionamento.
-Compreendo Paulo, mas deixa te dizer coisa se você topar eu posso te ajudar nisto aí, isto é se sua esposa topar.
-Hum claro que ela topa, poderia ser que dia?
-Eduardo já vou telefonar para ela se topar você já vai comigo para minha casa agora, ou tem alguma objeção?
-Claro que não!
-Logo eu telefonei para casa e avisei que iria levar uma visita!
-Oh amor traga sim se é seu amigo claro que podemos hospeda-lo.
-Vania meu amor será só por esta noite se arrume quero você bem cheirosa para ele!
-Para ele amor? -Sim isto mesmo.
-Ai amor já fiquei toda arrepiada só de pensar no que vamos fazer.
Eduardo e Paulo seguiam no mesmo carro e no caminho foram conversando Paulo disse que apenas será expectador mas irá colaborar para que a esposa fique mais segura.
-Eduardo falou cara nem acredito que vou fazer isto, já estou morrendo de tesão.
-Eu também meu amigo minha esposa é muito gostosa sei que vai ficar tímida por isto vou ajudar ela se desinibir.
-Seguiram conversando com dez minutos já estavam na porta da casa do Paulo colocaram carro na garagem e entraram.
Vania estava sentada no sofá assim que viu seu marido levantou-se e veio cumprimentar ele e seu amigo.
Eduardo ficou olhando-a dos pés à cabeça e seus olhos eram de aprovação.
-E ai meu amigo esta é minha esposa Vania, ela estendeu a mão.
Vania um pouco tímida apenas olhava o amigo de seu marido e também aprovou a escolha feita então Paulo chamou sua esposa em um canto e falou querida pode confiar Eduardo é gente boa vou buscar umas cervejas enquanto vocês conversam está bom?
-E assim Paulo falou amigo Eduardo vou aqui no bar buscar umas cervejas geladas pode ficar à vontade sinta-se em casa.
-Claro Paulo já estou me sentindo em casa e sem dizer mais nada tirou a camisa e ficou mais à vontade.
Vania olhava seu tronco nu e seu olhar era de pura admiração
Então já volto podem ficarem a vontade e saiu sem nem olhar para trás.
Paulo saiu foi até um bar perto de casa, mas para sua sorte o bar estava fechado para não voltar sem a cerveja resolveu ir em outro um pouco mais distante andou aproximadamente por 10 minutos comprou algumas cervejas em lata pegou um moto taxi e voltou para casa.
Quando entrei na sala logo avistei Eduardo o meu amigo de infância abraçado com minha esposa, ele não me viu pois estava de costas mas minha esposa viu ai fiz sinal para ela continuar, lentamente passei sem fazer barulho fui até a sozinha de lá dava para ver os dois no sofá.
Eduardo levantou ele e minha esposa ficaram se beijando ele apertava os seios dela, ela é claro entrou no jogo de sedução dele e retribuía os carinhos, em pouco tempo vi como ele suspendia a blusinha dela e mamava seus seios eu conseguia ouvi os gemidos dela.
-Foi ai que ele falou minha linda se solte seu marido sabe e concordou que hoje você vai ser minha, ele quer ser corno, deixa ele ser, seja vadia quero ver você gemendo gostoso na minha pica.
-Se ele quer deixa ele ser feliz vendo a esposinha safada dele gozando na pica de outro macho.
-Está bom Eduardo ele acabou de chegar!
-Foi ai que ele chamou Paulo oh Paulo venha ver isto aqui!
-Eu peguei duas latas de cerveja e três copos coloquei numa bandeja e fui até a sala.
-Olha já conversei com tua esposa, agora é com ela e ele pegou um copo sentou no sofá e me mandou sentar ao lado.
-Eu estava sem entender a intenção dele, foi aí que ele disse abre a braguilha ou tira a calça tua safada vai chupar a gente do jeito que toda puta chupa.
-Vania abaixou-se em nossa frente ficando ajoelhada ai Eduardo disse, quer qual pica primeiro minha putinha?
-Ela me olhou eu nada disse ai ela foi se encaminhando até Eduardo, que sorriu.
-Hum a vadia quer pica nova né? Pois toma é toda sua e assim ele tirou a calça ficando apenas de cueca, eu olhava atentamente quando vi como a pica dele era grande e grossa pensei ...
Caracas vai arrombar com minha nega.
Ela segurou na pica de Eduardo e percebeu como já estava latejando de duro.
 Atracou uma chupeta de enlouquecer, ele a segurava pelos cabelos e forçava a pica na sua boca, arrancou sua blusa e começou a massagear seus peitinhos e deslizou as mãos até a sua bundinha, passou o dedo na sua xana que já estava molhada.
Foi ai que ele falou que queria come-la ali mesmo ao lado do seu maridão. Ela disse que preferia que fossem para o quarto.
-Ai concordamos mas ia esperar um pouco, ai ela chupava ele metia a picona inteira chegava a baba escorrer, ai ele falou chupa do corno também ela veio engatinhando ficou na minha frente e abocanhou minha pica.Chupou um pouco e logo Eduardo a puxou para ele e disse vem safada.
-Ai que boca macia ela tem Paulo tua esposa é muito boa no sexo oral, só não imaginei que faria com tanto gosto com outro homem. Safada gostosa mesmo ele afirmou. Eu fiquei apenas olhando como ela lambia e chupava as bolas parecia que queria engolir, sugava como quem chupa um picolé a cabeçorra daquela pica, que era muito grande (uns 21 cm) e grosso.
Fiquei até duvidando se ela aguentaria aquela pica na sua xoxotinha apertada.
 Enquanto era chupado Eduardo bolinava a putinha que já estava pra lá de lambuzada, deslizava os dedos no rego e descia até o anel e chegando na buceta enfiava lentamente deixando minha mulher louca de tesão, foi ai que ela gemeu alto prendeu as pernas com os dedos dele presos em suas entranhas e começou a gozar no seu dedo.
Esperamos um pouco ela relaxar e fomos para o quarto eu na frente e ela puxando ele pela pica tesa, foi ai que Eduardo a deitou de costa na cama e caiu de língua beijou os peitinhos foi descendo a barriga e umbigo, massageando o clitóris sugando e metendo a língua até ela atingir um novo orgasmo.
Minha esposa começou a implorar pra ser penetrada, foi quando ele começou a esfregar a cabeçorra da pica na sua bocetinha , apesar de bem lubrificado, foi assim que colocou ela de 4 na beirada da cama abriu bem suas pernas e começou a forçar, pela posição ela ficou com a bunda toda arreganhada e com uma estocada só entrou a cabeça, Vania minha querida esposa soltou um grito de dor e prazer.
Foi ai que Eduardo lhe perguntou se estava doendo se ala queria que ele tirasse?
 Ela respondeu... “Não meu macho quero que você enfie é tudo e com força.
 Foi a pedida que ele e eu esperava, ele tirou a pica de dentro deixando só a cabeça na entrada e com uma estocada atolou a pica inteira na sua bocetinha, nem sei como conseguiu enfiar tudo.
E assim Eduardo socava sem dó Vania gemia e rebolava, teve um momento que a posição foi mudada e eu fiquei de frente a ela que abocanhou minha pica enquanto ele socava sem dó foi assim que ficamos por mais de 15 minutos até que Vania teve um orgasmo múltiplo.
Eduardo ficou um pouco em um vai e vem lento, pois Vania estava tão ensopada que com um movimento mais brusco a pica saia de apertada, agora já meio arrombada.
 Foi assim que Eduardo deitou e colocou minha esposa para galopar na pica dele, ela nem esboçou reação de se negar subiu na cama e foi descendo em pouco tempo quicava como uma vadia.
Ele estocava de baixo pra cima ela rebolava gemia igual uma puta devassa.
 Foi ai que Eduardo falou que agora era a vez dela quicar no meu pau, é claro que eu doido de tesão deitei ela veio por cima senti ela folgada porque minha pica é menor que a de Eduardo ai ela ficou só quicando foi quando ele subiu na cama atrás de Vania começou a esfregar-se nela ai foi no ouvido dela e falou “Agora vou comer seu cu”.
Senti ela dá uma trancada na buceta, como se não quisesse fazer anal ai ele disse.
“Calma meu anjo lindo, vou ser bem carinhoso, se você sentir que vai doer eu paro”.
 -Com a concordância de minha esposa ele iniciou a preparação, passou os dedos lambuzados no seu rego e desceu até o anelzinho apertado,  depois passou um  pouco de lubrificante no seu cacete e no ânus de minha mulher, eu sentia a buceta dela latejar na minha pica ai ele fodeu ela com os dedos, quando ela já estava bem relaxada pegou o cacete e esfregou no rego  que foi deslizando pelo cuzinho até entrar a pica inteira, que estava preenchida pela minha pica ai ele dedilhava o clitóris,  depois ele foi penetrando lentamente até aquela pica desaparecer, tirou de novo e recomeçou a foder o reguinho.
Minha mulher não resistiu e gozou novamente.
Depois disso ele recomeçou a forçar a entrada de seu anelzinho. Minha mulher de vez em quando me dá o rabo, mas meu pau é bem menor. Como ela estava escancarada com a buceta na minha pica vi lagrimas em seus olhos mas Eduardo não desistiu, ele abriu bem as pernas da minha mulher e arreganhou sua bunda e lentamente conseguiu enfiar a cabeça.
Minha mulher gritou e tentou escapar, ele a segurou com firmeza pelos cabelos e a deixou imóvel naquela posição, até ela acostumar com o invasor, e perder um pouco do medo. Com um pouco mais de violência socava sem dó. Eu acariciava com as mãos e falava palavras doces ai alguns minutos depois, minha esposa Vania aceitou o êxtase tomou conta de nossos corpos ela começou a rebolar e empurrar a bunda pra trás, foi o que Eduardo mais queria, lentamente enterrava a pica no seu rabo até encostar as bolas em suas nádegas.
Minha mulher ficou alucinada gritava, urrava, xingava falava coisas e pedia para ele,
 “Me fode meu macho, enfia toda essa pica no meu rabo”.
Depois de alguns movimentos de vai e vem Eduardo dava tapas na bunda de Vania puxava seus cabelos beijava sua boca depois mandava ela me beijar minha pica estava estourando de tesa foi ai que eu comecei a gozar Vania rebolou gostoso em poucos minutos Eduardo começou a socar forte e gozou no rabo da minha mulher.
 Caracas eu inundei a buceta de Vania  que chegava escorrer Eduardo deixou a camisinha cheia ai ele saiu de dentro dela, ela saiu de cima de mim ele tirou a camisinha e mandou ela limpar, Vania chupava que parecia que não queria largar mais a pica de Eduardo.
Ficamos os três deitados e Vania não queria largar mais o cacete de Eduardo por instante algum.
Depois deste dia sempre eu e Vania nos lembramos com saudades dos momentos que tivemos juntos com o Eduardo.
Ai agora sempre que Eduardo está livre afinal está noivo marcamos e acabamos nos encontrando e realizamos todas nossas fantasias juntos. E nosso final de semana é sempre de muita adrenalina  Vania chega a ficar andando de pernas abertas porque Eduardo adora  um sexo com muito vigor. E de forma alguma dispensa Vania de fazer anal, ai já sabem a minha putinha chora na pica mas aproveita muito e goza muito na picona de Eduardo eu adoro vê-la rebolando na pica dele e quando fazemos DP é tudo de bom. Até tomar leitinho minha amada agora ficou viciada que antes não engolia agora ela bebe e não deixa desperdiçar nem uma gota sequer.
-Agora eu não sei se sou Corno Manso ou o que?
 Depois eu volto para contar mais uma história.
Docecomomel

Feira de Santana, 28 de Fevereiro de 2018
Bahia Brasil.

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Amizade que virou safadeza.



Olá meu nome é Marcos tenho 22 anos sou solteiro, 1,70 e um pau de 20 cm  eu trabalho e estudo à noite.
Estou sem namorada apenas estou ficando com uma colega de cursinho que estou louco para comer ela, marcamos de ir ao cinema neste sábado ai acabou acontecendo o que vou relatar abaixo.
Seu nome é Milena é uma loirinha falsa magra de 20 anos com seios pequenos ,mas tem uns quadris largos que me deixa louco de vontade de fazer sexo anal.
E uma rabuda deliciosa, quando ela passa andando rebolando todo homem vira a cabeça para olhar.
Então eu vou descrever o que aconteceu.
Quando Milena chegou eu já estava na praça de alimentação esperando-a, beijei seu rosto e perguntei e ai vamos fazer o que?
-Ela sorriu dizendo assim se você soubesse o que estou com vontade fazer?
-Então diga o que você quiser fazer eu topo.
-Mas mesmo eu louco de tesão tinha que esperar ela se soltar mais, ai entramos no cinema começamos a ver filme comendo pipoca, toda hora que eu ia pegar pipoca minhas mãos roçava nela ai fui percebendo que ela ficava arrepiada ai brinquei está com frio Milena?
-Não Marcos é outra coisa ai o filme continuou a pipoca acabou e com pouco tempo nossas mãos se encontraram, ai eu beijava sua mão... Ela retribuía o carinho já saímos do cinema de mãos dadas.
Depois fomos embora eu a levei até sua casa ela me convidou a entrar alegando que seus pais tinham ido até a cidade vizinha em uma formatura e só voltariam a manhã do dia seguinte.
Eu entrei fizemos um lanche foi ai que Milena me convidou para ir até seu quarto queria que eu visse umas coisas em seu computador.
Já fiquei bem animado pois nós dois sozinhos ainda me chama para seu quarto, ela foi me guiando segurando em minha mão. Entramos ela fechou a porta e quando virou para mim falou pronto Marcos aqui que é meu reino meu quarto meu esconderijo.
O quarto era espaçoso tinha TV ar condicionado. Ela me abraçou e com certeza percebeu...
Como eu estava, pois literalmente eu fiquei de pau duro mesmo.
 Assim dei um belo de um abraço nela rsrsrs com certeza ela sentiu meu pau e gostou porque não reclamou, pelo contrário se aninhou no meu abraço.
Ai comecei e beijar seu rosto de leve depois me apossei de sua boca ela se pendurou no meu pescoço e retribuía meu beijo e é claro sentia meu pau latejando encostado nela.
Foi aí que minha cabeça não parava de pensar como botar em pratica o plano de comer ela.
Ela não era de menor estávamos os dois sozinhos ai eu fui passando a mão pelo corpo dela até chegar na bunda dela, apertava puxava ela para se encaixar no meu pau teso foi ai que ela parou de me beijar, eu perguntei por que Mila parou?
-Ah Marcos eu estou molhadinha minha buceta está ensopada, ai ela pegou na minha mão e botou encima da buceta dela e com cara de sapeca disse olha Marcos como estou?
-Milena eu não me responsabilizo se te tocar eu não sei se consigo parar?
-E quem disse Marcos que eu quero que você pare?
-Se eu enfiar a mão Milena só vou parar depois que você tiver gozado.
-Hum é isso mesmo que estou querendo...Marcos gozar fuder trepar quero ser tua putinha já não aguento mais de tanto tesão reprimido por você!
Comecei a tirar minhas roupas depois que eu estava só de cuecas comecei tirar as roupas de Milena cada peça tirada um beijo molhado, quando peguei-a no colo deitei-a na cama
Beijando o pescoço com uma mão nos peitos e a outra na buceta dela ela gemia. Muito...
Entre gemidos e suspiros ela me pediu...Ai ai como esta gostoso... Me fode vai... Me fode!
Aproveitei e já dei uma bela chupada naqueles peitos durinhos, tirei sua calcinha quando vi aquela buceta lisinha e carnuda chupei muito até sentir ela gozar na minha boca.
Milena segurava em minha cabeça me puxava de encontro a sua buceta eu sugava seu grelo, metia a língua até que ouvi seus gritos.
- Nossa estou gozando tô gozandoooo, Aiiii Marcossss.
Saboreei cada gota de sua seiva ai quando vi que ela apenas respirava com corpo todo em transe ai ela me pede para meter logo nela.
-Sorri e falei calma safadinha ainda temos tempo de sobra!
- Mudei de posição e com pau teso eu falei , me chupa também quero sentir sua boca no meu pau.
Ela começou a chupar a cabeça do meu pau e tentou chupar até o talo mais ela se engasgou. Ai eu falei calma putinha ele não vai fugir de você não.
Eu guiava ela a fazer como eu queria, apertava seus seios, dava tapas em sua bunda passava os dedos em seu anel sentia ela trancar e se arrepiar ai eu pensava só preparando terreno ai ela parou de chupar.
 Me deu um beijo tão gostoso eu fui deitando ela na posição frango assado e fui metendo o pau devagar bem carinhoso ia explorando aquela buceta semi-virgem.
Quando a cabeça do meu pau entrou Milena prendeu  minha cintura com as pernas e me pediu ,ai que delicia mete vai gostoso mete na tua puta!
Caracas parecia um vulcão que buceta gostosa, apertadinha fiquei louco. Comecei a bombear mais forte e Milena começou a gritar...
- Aiiiiiii arromba minha buceta seu filho da puta.
E eu metia forte apertava ela, beijava sua boca ai quando eu falei que ia encher ela de porra ela começou a gemer dizendo
- Eu vou gozar eu vou gozar! Eu pedia para ela gozar na cabeça do meu pau até que a gostosa gemeu alto e gritou... Gozeeeeeeeeeei.
-Ai depois de sentir seu gozo na cabeça do meu pau eu falei...
 Vou encher sua buceta de porra safada segurei em seus quadris soquei forte e gozei ...
- Aiii que delicia!
Despois que gozei fiquei dentro dela até meu pau amolecer de vez, tomamos um banho juntos lavei a sua bucetinha e dei uma bela chupada...No banheiro ainda a safada gozou na minha boca.
Depois saímos do banho e ficamos na cama deitados dando uns beijo quando ficamos acertando como era que ia ficar entre nós.
-E foi a parti deste dia que eu e Milena começamos a namorar.
-Estamos há 3 meses juntos com muito amor sexo e carinho.
Pense numa gata que gosta de trepar, pois esta é minha namorada doce e fogosa Milena.
-E é claro estamos curtindo muito bem nossos momentos de muito êxtase. Adrenalina sempre a mil Milena não perde uma oportunidade em que seus pais não estejam em casa e já me telefona e eu vou  correndo matar a vontade de minha safada de trepar.
E ai gostaram?


Docecomomel
Instagram : Docecomomelcontos
Feira de Santana 17 de fevereiro de 2018
Bahia Brasil.


Marcadores

Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.

Posts

Obrigada

Obrigada
Agradeço a todos que perdem seu precioso tempo em visitar este blog. Fico muito feliz de poder saber que muitos veêm leêm e recomendam . Obrigada de coração: (docecomomel)